Xenoblade Chronicles X

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Xenoblade Chronicles X
Desenvolvedora(s) Monolith Soft
Publicadora(s) Nintendo
Diretor(es) Koh Kojima
Genki Yokota
Produtor(es) Shingo Kawabata
Hitoshi Yamagami
Projetista(s) Koh Kojima
Escritor(es) Tetsuya Takahashi
Yuichiro Takeda
Kazuho Hyodo
Programador(es) Toshiaki Yajima
Artista(s) Norihiro Takami
Kunihiko Tanaka
Koichi Mugitani
Takayuki Yanase
Compositor(es) Hiroyuki Sawano
Plataforma(s) Wii U
Série Xeno
Data(s) de lançamento
  • JP 29 de abril de 2015
  • AN 4 de dezembro de 2015
  • EU 4 de dezembro de 2015
Gênero(s) RPG eletrônico
Modos de jogo Um jogador
Multijogador
Xenoblade Chronicles
Xenoblade Chronicles 2

Xenoblade Chronicles X, chamado no Japão de Xenoblade X (ゼノブレイドクロス, Zenobureido Kurosu?), é um jogo eletrônico de RPG desenvolvido pela Monolith Soft e publicado pela Nintendo. Foi lançado exclusivamente para o Wii U em abril de 2015 no Japão e em dezembro do mesmo ano no resto do mundo. Ele faz parte da metassérie Xeno e é um sucessor espiritual de Xenoblade Chronicles de 2010, porém não possui nenhuma conexão narrativa com títulos anteriores. A jogabilidade tem navegação em um mundo aberto, missões paralelas relacionadas com personagens coadjuvantes e um sistema de batalha em tempo real.

A história se passa no planeta não mapeado de Mira. A espécie humana escapou da destruição da Terra depois de uma guerra entre duas espécies alienígenas, porém poucas naves sobreviveram. Em uma dessas naves estava a colônia de Nova Los Angeles, que consegue escapar por pouco e cai no planeta Mira. O personagem principal é um Avatar customizável que é resgatado da hibernação por uma mulher chamada Elma e recrutado como parte da BLADE, força que protege Nova Los Angeles e está em busca da Vida, uma parte da nave vital para sua sobrevivência, ao mesmo tempo que enfrenta os ataques dos alienígenas ganglions.

O desenvolvimento de Xenoblade Chronicles X começou logo depois da finalização de Xenoblade Chronicles. Vários membros da equipe original retornaram, como o diretor Koh Kojima, o diretor executivo e co-roteirista Tetsuya Takahashi, o co-roteirista Yuichiro Takeda, o produtor Shingo Kawabata e os artistas Kunihiko Tanaka e Kouichi Mugitani. A equipe enfrentou o desafio de criar um mundo vasto para ser explorado sob um orçamento limitado. A implementação de um modo multijogador online foi um problema pela inexperiência da equipe, forçando uma reescrita da história e mudança de protagonista. A música foi composta por Hiroyuki Sawano.

O jogo foi anunciado pela primeira vez em 2013 para ser lançado no ano seguinte, porém posteriormente foi adiado até 2015. A localização foi feita pela Nintendo Treehouse e 8-4, com mudanças de conteúdo sendo implementadas para seu lançamento ocidental. Xenoblade Chronicles X foi um sucesso comercial e foi muito bem recebido pela crítica, que elogiou a exploração, combate, gráficos e funções multijogador, porém criticaram sua narrativa e estrutura de missões. A motor de jogo e fundação estabelecidas no título foram depois empregados no próximo jogo da série Xeno, Xenoblade Chronicles 2 de 2017.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre jogos eletrônicos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.