Érico I da Noruega

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde novembro de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Érico I
Rei da Noruega
Rei da Nortúmbria
Moeda com a inscrição Eric Rex que significa Rei Érico,no Museu Britânico
Governo
Reinado 930 - 934
Consorte Gunhilda konungamóðir
Antecessor Haroldo I
Sucessor Haquino I
Casa Real Casa Hårfagreætta
Dinastia Dinastia Fairhair
Vida
Nascimento 885
Svanøy
Filhos Gamle Eirikssen
Guttorm
Haroldo II da Noruega
Ragnfrod
Erling
Gudrod
Sigurd Sleva
Filhas Ragnhild Eiriksdotter
Pai Haroldo I
Mãe Ragnilda Eriksdotter

Érico I ou Érico Machado Sangrento (em nórdico antigo Eiríkr blóðøx, em norueguês Eirik Blodøks), (c. 885954) foi o segundo rei da Noruega. Reinou entre 930 e 934. Era filho do rei Haroldo I da Noruega, dito Haroldo Cabelo Belo.

Ao receber o poder de seu pai nas suas mãos, entrou em disputa com seus irmãos. Viria a decapitar quase todos os dezoito irmãos, excepto um, Haquino, que se refugiaria na Inglaterra. Foi apelidado em latim como fratris interfector, "assassino de irmãos". É perfeitamente concebível que o seu cognome, Machado Sangrento, advenha da sua propensão para o fratricídio.

Em 920, levou a cabo uma expedição viquingue a Bjarmaland, no norte da Rússia. Mais tarde, em 930, começou a sua conquista ao navegar pelo rio Duina, para dentro da Rússia. Aí saqueou um pequeno porto comercial. Mais ou menos nessa época, na Dinamarca, foi convidado pelo rei Gormo, o Velho para um banquete, no qual conheceu Gunhilda, com quem se casou na noite seguinte.

Gunhilda ganhara a reputação de ser uma bruxa. Uma teoria, mais tarde desmentida por alguns historiadores, indicava que ela vivera numa cabana com dois feiticeiros finlandeses, tendo com eles aprendido a sua magia. Quando estes começaram a lutar por favores seus, manipulara Érico para os matar, casando com ele em seguida. Outras descrições associavam-na às mortes dos irmãos de Érico e de outros inimigos de seu marido, através de veneno e da criação de tempestades. De qualquer forma, onde quer que esteja a verdade, tudo indica que Érico achou ser útil a reputação tenebrosa de sua esposa.

Na Primavera seguinte, Érico derrotou as forças combinadas de seus irmãos e reconquistou o trono da Noruega.

Em 934, seu irmão mais novo, Haquino regressou da Inglaterra com o apoio da nobreza norueguesa para afastá-lo do trono. O reinado de Érico era duro e despótico, o que explica a vontade impiedosa que os nobres tinham nesta altura para depô-lo.

Após diversas campanhas mal sucedidas para reconquistar o trono, Érico mudou-se para as ilhas Órcades e, mais tarde, para o reino de Jorvik (atual Iorque, na Inglaterra), a convite de viquingues locais. No início, foi acolhido calorosamente por Athelstan, que o fez governador da Nortúmbria, com um mandato para proteger as fronteiras dos escoceses e dos irlandeses.

Como a Nortúmbria não era suficientemente rica para sustentar Érico e os seus seguidores, este saqueou com frequência outras regiões, nomeadamente na Escócia e nos mares da Irlanda.

Estes saques trouxeram-lhe fama e respeito, que o levaram a ser rei de Jorvik entre 947 e 948 e entre 952 e 954. O seu governo, entretanto, cedo acabou por degenerar, ganhando a oposição de diversos reis vizinhos. Érico, afinal, veio a ser traído e expulso pelo povo, tendo sido morto em um combate em Stainmoor, em Westmorland, em 954.

Poemas nórdicos antigos sobre Érico I[editar | editar código-fonte]

  • Eiríksmál: significando "a obra de Érico", descreve a sua chegada heroica a Valhala, onde os deuses o terão recebido após a sua queda.
  • Höfuðlausn: significando "a cabeça como resgate", foi composto por Egill Skallagrímsson (um guerreiro viking, um dos grandes anti-heróis das sagas islandesas), ao encontrar-se com Érico, em Iorque, como alternativa a ser decapitado.
  • Heimskringla: as sagas escritas pelo poeta e historiador islandês Snorri Sturluson.

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • Existem dois tipos de moedas diferentes retratando Érico Machado Sangrento, correspondendo aos seus dois reinados em Iorque.


Precedido por
Haroldo Cabelo Belo
Rei da Noruega
930 - 934
Sucedido por
Haquino, o Bom
Precedido por
Edmundo I de Inglaterra
Reis da Nortúmbria
947 - 948
Sucedido por
Olavo Cuarán
Precedido por
Olavo Cuarán
Reis da Nortúmbria
952 - 954
Sucedido por
Edred de Inglaterra