Haroldo III da Noruega

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde novembro de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde outubro de 2010).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Pedra monumental em homenagem a Haroldo

Haroldo III Sigurdsson (em norueguês antigo: Haraldr Sigurðarson; (1015Yorkshire,26 de setembro de 1066) foi rei da Noruega de 1047 até a sua morte, e era meio-irmão de Olavo II (Santo Olavo).

Quando seu meio-irmão, o rei da Noruega Olavo II, foi morto em uma batalha, Haroldo fugiu. Ele decidiu partir para Constantinopla, onde seria chefe da guarda varegue. Tempos depois, voltou à Noruega onde dividiu o poder com o filho de Olavo II, Magno I. Quando este último morreu em 1047, Haroldo tornou-se o único dirigente do país.

Algum tempo depois Haroldo ambicionava o trono da Dinamarca, iniciando uma guerra contra o rei Svein Ulfsson,após anos de conflitos, o tão almejado sonho de tomar o trono Dinamarquês foi por água abaixo,após problemas internos, teve que abandonar a luta. Posteriormente viria a alvejar outro alvo para sua conquista: a Inglaterra. Em 1066 chegando à Inglaterra, trazendo consigo 15000 homens para a empreitada. Na primeira batalha, que ficou conhecida como a Batalha de Fulford, Haroldo teve uma vitória rápida e esmagadora. Haroldo foi morto na batalha de Stamford Bridge em Yorkshire, lutando contra o rei Haroldo Godwinson, alguns dias antes da derrota deste último em Hastings. Conta-se que nessa batalha, após quase todo contingente de Haroldo ter sido dizimado, os ingleses esperando a rendição do inimigo, viram alguém erguer seu machado vindo correndo em sua direção era Haroldo, derrubando mais de 40 soldados ingleses um atrás do outro numa fúria jamais vista, depois disso Haroldo foi finalmente abatido após levar vinte golpes de espada e flechas.

Ser lembrado era um dos maiores desejos de um viking. Haroldo foi o último grande rei Viking da Noruega. A sua invasão da Inglaterra em 1066, levando-o à morte em Yorkshire, provou ser um verdadeiro divisor de águas. Esse acontecimento marcou o fim da era viking e o início da Baixa Idade Média.

Relações familiares[editar | editar código-fonte]

Haroldo casou-se a 1045 no Principado de Kiev (onde permaneceu por dois ou três anos antes de retornar à Escandinávia) com Isabel de Kiev, filha da princesa Ingegerda da Suécia (uma parente distante de Haroldo) e do Grão-Príncipe Jaroslau I, o Sábio.

A 1048, provavelmente para fazer alianças políticas, Haroldo tomou uma segunda esposa, Tora Torbergsdatter, que pertencia a uma poderosa família norueguesa.


Precedido por
Magno I
Rei da Noruega
1047 - 1066
Sucedido por
Magno II


Ícone de esboço Este artigo sobre reis é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.