A Cidade dos Ladrões

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo. Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)


City of Thieves
A Cidade dos Ladrões
Autor (es) Ian Livingstone
País Reino Unido
Género Fantaia
Série Fighting Fantasy
Espaço onde decorre a história Port Blacksand, Allansia, Titan
Ilustrador Russ Nicholson e Malcolm Barter
Arte de capa Puffin: Iain McCaig
Wizard: Martin McKenna
Editora Puffin Books e Wizard Books
Edição portuguesa
Editora Editorial Verbo
Edição brasileira
Tradução Jambô: Gustavo Brauner
Editora Marques Saraiva, Jambô
Cronologia
Último
Último
Starship Traveller
Deathtrap Dungeon
Próximo
Próximo

City of Thieves (A Cidade dos Ladrões em português) é o quinto livro-jogo da coleção Fighting Fantasy (que no Brasil e em Portugal recebeu o nome de Aventuras Fantásticas), escrito por Ian Livingstone e ilustrado por Iain McCaig publicado originalmente em 1983 pela Puffin Books, em 2002, foi republicado pela Wizard Books. Foi o quarto livro-jogo da série a ser publicado no Brasil pela editora Marques Saraiva,[1] , em Portugal foi publicado pela Editorial Verbo. Em 2010, foi republicado no Brasil pela Jambô.[2]

História[editar | editar código-fonte]

O livro introduziu a diabólica e corrupta cidade de Port Blacksand, que figuraria em vários outros livros da série.

A trama gira em torno de uma crise que atingiu a próspera cidade mercante de Silverton, quando o feiticeiro maligno Zanbar Bone exigiu que a filha do burgomestre fosse entregue para ser sua noiva. Rejeitado, Bone despeja sua fúria sobre Silverton, enviando seus mortíferos Cachorros da Lua, cães demoníacos e letais, para perseguir e atormentar o povo da cidade.

O único que pode enfrentar Zanbar Bone é o mago Nicodemus, um poderoso inimigo do bruxo maligno, que vive na cidade portuária de Port Blacksand. A tarefa do protagonista (o leitor) é viajar para Blacksand e localizar Nicodemus, devendo, para isso, superar os perigos da corrupta cidade e seus guardas vestidos em armaduras negras.

Port Blacksand[editar | editar código-fonte]

Blacksand se tornaria a cidade-símbolo da série, reaparecendo em diversos outros livros, como O Ladrão da Meia Noite, Dungeoneer e Blacksand!. Seus habitantes mais notáveis, como Nicodemus, Lord Azzur e Barriga Azeda também seriam mencionados em obras posteriores.

Referências

  1. Marcelo Cassaro. (1994). "Aventuras Fantásticas" (em português). Dragão Brasil (4). São Paulo, Brasil: Trama.
  2. Gustavo Brauner. (2010). "A Cidade dos Ladrões" (em português). Dragon Slayer (30). São Paulo, Brasil: Editora Escala.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]