A Princesa e o Robô

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes. (desde dezembro de 2009). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
A Princesa e o Robô
 Brasil
1983 • cor • 90 min 
Direção Maurício de Sousa
Produção Black & White & Color
Roteiro Itsuo Nakashima
José Márcio Nicolosi
Baseado em Mauricio de Sousa
Reinaldo Waisman
Elenco Marli Bortletto
Angélica Santos
Paulo Camargo
Elza Gonçalves
Araquem Saldanha
André Luís
Flora Maria Fernandes
Marthus Matias
Orlando Viggiani
Género Animação
Aventura
Idioma Português
Música Mauricio de Sousa
Márcio Roberto de Sousa
Leão Waisman
Lino Simão
Edição J. A. Ferreira
Distribuição Embrafilme
(Versão para o cinema)
Trans Vídeo
(1º lançamento em VHS)
PubliFolha
(Relançamento em VHS em 1999)
Cronologia
Último
Último
As Aventuras da Turma da Mônica (1982)
As Novas Aventuras da Turma da Mônica (1986)
Próximo
Próximo

A Princesa e o Robô é o segundo longa-metragem da Turma da Mônica. Criado por Mauricio de Sousa e Reinaldo Waisman, o filme foi produzido originalmente em 1983 e foi um grande sucesso de bilheteria. Em 1984, a animação foi lançada pela primeira vez em VHS pela Trans Vídeo. Em 1999, a animação foi relançada também VHS pela publifolha.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Em um pequeno planeta em forma de coração, existe uma estrela pulsar que acaba se soltando pelo espaço e cai em outro planeta, chamado Cenourano, atingindo um robô que fica apaixonado pela princesa do reino de onde vive: a princesa Mimi.

O Pequeno robô (chamado de robôzinho pelos personagens) disputa o amor da princesa através de um torneio contra diversos adversários, entre eles está o Lorde Coelhão, um viajante do espaço em busca de fortuna e riqueza e que apareceu no primeiro filme da Turma da Mônica. O torneio acaba empatado por Lorde Coelhão e Robozinho, então é feito o famoso jogo da moeda, onde o jogador escolhe entre cara ou coroa. Lorde Coelhão escolhe coroa e Robôzinho escolhe cara, assim que a moeda é jogada o resultado é cara.

Robôzinho ganha a partida, mas Lorde Coelhão (com ciúmes) diz que o pequeno robô não pode ser o novo namorado da princesa, pois ele não tem um coração de verdade. O Rei concorda, mas diz que o robô tem uma chance de ganhar o amor da princesa: O robô deve ir até onde a estrela pulsar está, pegá-la e colocar dentro de seu mecanismo para ter um coração verdadeiro.

O Rei dá um pequeno prazo para o robô pegar a estrela, se o Robôzinho ficar fora desse prazo Lorde Coelhão irá se casar com a princesa.

Depois disso o robô anda sem saber o que fazer pelas ruas do reino, quando é atacado pelo Lorde Coelhão, que utiliza o seu raio empacotador (uma espécie de arma que empacota as vítimas quando é lançado) e o transforma numa caixa de presentes.

Feito isso, Lorde Coelhão manda seus assistentes deixarem o pacote em um lugar bem longe de Cenourano. Os assistentes-robôs (liderados por Zoiudo, uma espécie de libélula, comparsa de Lorde Coelhão) decidem jogar o pacote no Planeta Terra, que cai perto do quintal do Cebolinha. O Impacto da queda é tão forte, que o barulho parece uma explosão. A turma da Mônica ouve o barulho e corre até a direção do pacote, o abrem e soltam o Robôzinho que conta como veio parar na Terra. Depois de contada a história a turma decide ajudá-lo, pedindo ao Franjinha que construa uma nave. Mas eles não sabem que Zoiudo havia caído junto com o pacote e estava ouvindo toda a conversa da turma escondido atrás de uma pedra. Este avisa a Lorde Coelhão que as crianças irão ajudar o Robôzinho a encontrar um coração.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Elenco de Dubladores[editar | editar código-fonte]

VHS[editar | editar código-fonte]

  • Locutor: Ronaldo Baptista
  • Mônica: Marli Bortoletto
  • Cebolinha: Angélica Santos
  • Cascão: Paulo Camargo
  • Magali: Elza Gonçalves
  • Anjinho: Denise
  • Lorde Coelhão: Araquem Saldanha
  • Robozinho: André Luis
  • Princesa Mimi: Flora Maria Fernandes
  • O Rei: Marthus Matias
  • Franjinha: Orlando Vigiani Filho

Maurício de Sousa Produções[editar | editar código-fonte]

  • Locutor: Paulo Cavalcante
  • Mônica: Marli Bortoletto
  • Cebolinha: Angélica Santos
  • Magali: Elzes Gonçalves
  • Cascão: Paulo Cavalcante
  • Franjinha: Sibele Toledo
  • Anjinho: Marli Bortoletto
  • Princesa Mimi: Agatha Paulita
  • Robozinho: Alex Minei
  • Rei do Planeta Cenoura: Sérgio Moreno
  • Lorde Coelhão: Élcio Sodré

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Broom icon.svg
Seções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios.
  • Assim como As Aventuras da Turma da Mônica de 1982, A Princesa e o Robô também é considerado um filme "abandonado" pelo cinema brasileiro, já que não teve ainda um lançamento em DVD. Porém, o filme, na íntegra, pode ser encontrado facilmente através de torrents.
  • Em Turma da Mônica Jovem, há uma história chamada "O Brilho de um Pulsar" que é baseado em A Princesa e o Robô.
  • Há uma outra história em quadrinhos da Turma da Mônica baseada nesse filme: "Um Natal Empacotado". Ela pode ser vista no site da Turma da Mônica na internet.
  • Também existe uma outra HQ da Turma da Mônica que é inspirada nesse filme: "2001 - Uma Odisseia no Parque". Como o próprio título diz, a história faz uma paródia a outro filme clássico: 2001 - Uma odisséia no espaço, de 1968. Essa hitória também pode ser vista no site oficial da Turma da Mônica. Essa história é uma sequencia dos filmes citados acima e tem como antagonista o Lord Coelhão
  • Esse foi um dos primeiros trabalhos e a primeira aparição dos dubladores Paulo Camargo,Marli Bortoletto,Angélica Santos e Elza Gonçalves como dubladores do Cascão,Mônica,Cebolinha e Magali respectivamente,os 3 continuam dublando os personagens até hoje, com exceção de Paulo Camargo que deu seu papel para o Paulo Cavalcante, o atual dublador do Cascão.
  • Esse foi um dos últimos trabalhos do dublador Marthus Matias.
  • Na dublagem original o nome do filme não é falado no inicio porque não tinha um locutor de anunciação de titulos, mas na redublagem pelo Maurício de Sousa produções, a voz do locutor que apareceu na redublagem dos episódios clássicos da turminha anos 2000 é ouvida no inicio dizendo:Turma da Mônica em: A Princesa e o Robô.