Agronômica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Agronômica
Bandeira de Agronômica
Brasão de Agronômica
Bandeira Brasão
Hino
Fundação 6 de junho de 1964 (50 anos)
Gentílico agronomense
Prefeito(a) José Ercolino Menegatti
(2009–2012)
Localização
Localização de Agronômica
Localização de Agronômica em Santa Catarina
Agronômica está localizado em: Brasil
Agronômica
Localização de Agronômica no Brasil
27° 15' 54" S 49° 42' 39" O27° 15' 54" S 49° 42' 39" O
Unidade federativa  Santa Catarina
Mesorregião Vale do Itajaí IBGE/2008[1]
Microrregião Rio do Sul IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Agrolândia, Atalanta, Aurora, Ituporanga, Laurentino, Rio do Oeste, Rio do Sul e Trombudo Central
Distância até a capital Não disponível
Características geográficas
Área 135,923 km² [2]
População 4 901 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 36,06 hab./km²
Altitude 347 m
Clima Mesotérmico úmido, com temperatura média de 25°C.
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,741 alto PNUD/2010 [4]
PIB R$ 65 776,809 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 13 517,63 IBGE/2008[5]
Página oficial

Agronômica é um município brasileiro do estado de Santa Catarina. Localiza-se a uma latitude 27º15'54" sul e a uma longitude 49º42'40" oeste, estando a uma altitude de 347 metros. Sua população estimada em 2011 era de 4 954 habitantes.

Possui uma área de 135,923 km².

História[editar | editar código-fonte]

A história de Agronômica teve início quando foi iniciado pelo excesso de população em Rio dos Cedros e Rodeio, que buscava melhoria de condições de vida, que o município começasse a ser povoado pelos colonizadores italianos e alemães, no final do século XIX. Os primeiros pioneiros que a história registra foram as famílias de Júlio Ventúri, Máximo Piseta, Francisco Reuter, Ângelo Finardi e Inácio Fronza. Posteriormente, a colonização tinha se intensificado, cuja importância foram as terras férteis de excelente qualidade, acima de tudo, para plantar arroz, o que atrai muito os agricultores para o sustento de suas famílias.

Os pioneiros, que tinham devoção por Nossa Senhora de Caravaggio, padroeira do imigrante italiano, foram responsáveis pela construção de uma capela que homenageou a santa, fazendo dela protetora da comunidade.

"Pastagem" foi o primeiro que o município recebeu, porque as gramíneas eram de boa qualidade. Ali foi o local onde os tropeiros "pousavam" ou "sesteavam". A descida feita pelos tropeiros teve como ponto de partida a região dos Campos de Lages e o litoral de Santa Catarina como ponto de destino.

Foi elevado à categoria de distrito em 1961. O Governo de Santa Catarina transformou o distrito em município por força da Lei Estadual nº 959, de 8 de abril de 1964. O município foi instalado em 6 de junho do mesmo ano.

O Governo de Santa Catarina nomeou como primeiro prefeito o senhor Lauro Pamplona. Depois, a população elegeu como primeiro prefeito Ambrózio Bortuluzzi.

Destaque[editar | editar código-fonte]

Praça 25 de julho, Vale das Artes :)

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010. Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2010). Página visitada em 25 de agosto de 2013.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Santa Catarina é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.