Almir Chediak

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Almir Chediak (Rio de Janeiro, 21 de junho de 1950 - 26 de maio de 2003) foi um produtor musical, instrumentista (violonista), compositor.

Foi aluno de Horondino Silva (Dino Sete Cordas) e ainda adolescente começou a lecionar violão. A carreira musical se estendeu compondo trilha sonoras para o cinema. Como professor de violão teve Nara Leão, Gal Costa e Moraes Moreira entre seus alunos. Como empresário, foi fundador e presidente da Lumiar Discos & Editora, que editou dezenas de livros, dentre os quais: Ary Barroso, Bossa nova, Caetano Veloso, Cazuza, Chico Buarque, Djavan, Dorival Caymmi, Edu Lobo, Noel Rosa, Rita Lee, Tim Maia, Tom Jobim e Vinicius de Moraes. Foi assassinado em 2003, após um seqüestro. Seu algoz era um dos empregados de uma residência vizinha a sua, que acabou cometendo o crime por temer ser reconhecido.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Deixou 2 filhos nascidos em 18/01/89 e 12/10/91 que, apesar de não reconhecidos, receberam pensão de 1998 a 2003 e lutam na justiça desde 2003 pela exumação para teste de DNA. Em 22/08/13, depois de 10 anos de luta judicial, ficou comprovada a paternidade de Almir sobre Alexei e Aleska