Asteroide Apollo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde março de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Grupo dos asteroides Apollo (mostrado em verde).

Os asteroides Apollo são um grupo de asteroides cujas órbitas estão localizadas próximas à da Terra. Eles receberam este nome após a descoberta do asteroide 1862 Apollo por Karl Wilhelm Reinmuth, que foi o primeiro asteroide descoberto deste grupo.

Eles são asteroides que têm uma órbita cujo o semieixo maior é mais comprido que o da Terra. Em alguns casos eles podem orbitar muito próximo à Terra, tornando-os candidatos potenciais a uma colisão com nosso planeta.

O maior asteroide da classe Apollo conhecido é o 1866 Sisyphus, que tem um diâmetro em torno de 10 quilômetros.

O asteroide 99942 Apophis (antes catalogado como 2004 MN4) tem se tornado mais conhecido por sua possibilidade relativamente elevada de atingir a Terra no ano de 2036.

Reconstrução da trajetória orbital seguida pelo meteoroide que atingiu a Terra em 15 de fevereiro de 2013 - o Meteoro de Cheliabinsk - com base nos vídeos amadores gravados permitiram concluir com segurança que esse era antes de sua colisão uma asteroide do grupo apollo [1] .

Os principais asteroides Apollo conhecidos são:

Nome Ano Descoberto por
2010 AL30 2010 LINEAR
2009 WM1 2009
2009 DD45 2009
2008 TC3 2008 Catalina Sky Survey
2007 VK184 2007 Catalina Sky Survey
2007 TU24 2007 Catalina Sky Survey
2007 WD5 2007 Catalina Sky Survey
2006 FV35 2006 Spacewatch
2006 SU49 2006 Spacewatch
2004 XP14 2004 LINEAR
2004 AS1 2004 LINEAR
2002 TD66 2002 LINEAR
137108) 1999 AN10 1999 LINEAR
(53319) 1999 JM8 1999 LINEAR
1998 KY26 1998 Spacewatch
(52760) 1998 ML14 1998 LINEAR
25143 Itokawa 1998 LINEAR
1997 XR2 1997 LINEAR
(35396) 1997 XF11 1997 Spacewatch
1994 CC 1994 Spacewatch
6489 Golevka 1991 Eleanor F. Helin
4769 Castalia 1989 Eleanor F. Helin
4581 Asclepius 1989 Henry E. Holt, Norman G. Thomas
4179 Toutatis 1989 Christian Pollas
4486 Mithra 1987 Eric Elst, Vladimir Shkodrov
3200 Phaethon 1983 Simon Green, John K. Davies / IRAS
4660 Nereus 1982 Eleanor F. Helin
(4197) 1982 TA 1982 Eleanor F. Helin, Eugene Shoemaker
4015 Wilson-Harrington 1979 Eleanor F. Helin
2063 Bacchus 1977 Charles T. Kowal
1866 Sisyphus 1972 Paul Wild
4183 Cuno 1959 Cuno Hoffmeister
1620 Geographos 1951 Albert George Wilson, Rudolph Minkowski
(29075) 1950 DA 1950 Carl A. Wirtanen
1566 Icarus 1949 Walter Baade
1685 Toro 1948 Carl A. Wirtanen
69230 Hermes 1937 Karl Reinmuth
2101 Adonis 1936 Eugène Joseph Delporte
1862 Apollo 1932 Karl Reinmuth

Referências

  1. Woher kam der Chelyabinsk-Meteorit? - Artigo publicado em Welt der Physik conforme acessado às 22:20 horas UTC de 03 de março de 2013

Ligações externas[editar | editar código-fonte]