Batom

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Lapiz labial.jpg

O batom é um cosmético usado para dar cor aos lábios. Com ou sem brilho, realça a boca e é disponível em várias cores e marcas, adequando-se a diversos gostos. O nome vem do francês bâton, literalmente "bastão", embora o cosmético não seja chamado assim em francês.

História[editar | editar código-fonte]

As mulheres da Antiga Mesopotâmia foram possivelmente as primeiras mulheres a inventarem e usarem batom. Elas pulverizavam minérios para decorar os lábios.1 As mulheres da antiga Civilização do Vale do Indo usavam batom nos lábios para decoração.2 No Egito Antigo, eram usados pigmentos vermelhos extraídos de algas, 0.01% iodo, e bromo manitol, o que causa graves problemas de saúde.Batons com efeitos brilhantes foram inicialmente feitas usando a substância que causa a iridescência encontrada em escamas de peixe.3

Na Europa Medieval, o batom foi proibido pela igreja e foi pensado ser usado como uma "encarnação de Satã",4 .

Inglaterra[editar | editar código-fonte]

Colorir os lábios começou a ganhar alguma popularidade na Inglaterra do século 16. Durante o reinado da rainha Elizabeth I ter os lábios vermelhos brilhantes e um rosto branco e austero tornou-se moda.5 Naquela época, o batom era feito a partir de uma mistura de cera de abelha e extratos vermelhos de plantas. Só as mulheres da classe alta e atores masculinos usavam maquiagem.6

Em 1770 foi proposta uma lei britânica para o Parlamento que um casamento devesse ser anulado se a mulher usava cosméticos antes do casamento.7

Durante a maior parte do século 19, o uso óbvio de cosméticos não foi considerado aceitável na Grã-Bretanha para mulheres respeitáveis​​, e seu uso foi associado a grupos marginalizados, como atrizes e prostitutas. Considerava-se descarado e grosseiro usar maquiagem.1 Na década de 1850, relatórios foram publicados às mulheres com advertências sobre os perigos do uso de chumbo e vermelhão em cosméticos aplicados na face. Até o final do século 19, Guerlain, uma empresa de cosméticos francesa, começou fabricar batom. O primeiro batom comercial foi inventado em 1884, por perfumistas em Paris nas França. Era estava coberto de papel de seda e feito a partir de sebo de sebo de veado, óleo de rícino e cera de abelha.1 Before then, lipstick had been created at home.8 Complete acceptance of the undisguised use of cosmetics in England appears to have arrived for the fashionable Londoner at least by 1921.9

Estados Unidos[editar | editar código-fonte]

No século 19, o batom era colorido através de corante carmim. O corante carmim era extraído de cochonilha nativas do México e da América Central. A cochonilha é um inseto que produz ácido carmínico para evitar a predação por outros insetos. O ácido carmínico, constitui 17% a 24% do peso de cada inseto seco e o corante pode ser extraído de seu corpo e ovos.10 :36

Este batom não vinha em um tubo, mas era aplicado com pincel. O corante carmim era caro e aparecer de batom carmim era considerado pouco natural e teatral, por isso o batom não era para uso diário. Somente atores e atrizes poderiam sair em público com batom. Até 1880, poucas atrizes de palco usavam batom em público.11 12 A atriz Sarah Bernhardt, começou a usar batom e blush em público. Antes do final do século 19, as mulheres só usavam maquiagem em casa. Bernhardt muitas vezes aplicou corante carmim nos lábios publicamente.10 :36

No início da década de 1890, o carmim foi misturado a uma base de cera e óleo. A mistura rendeu uma aparência natural e foi mais aceitável entre as mulheres. Naquela época, o batom não era vendido em tubos metálicos ou pláticos, mas em tubos de papel, papéis coloridos, ou em pequenos frascos.11

Em 1912 as mulheres americanas já começaram a considerar batom como aceitável, embora um artigo no New York Times avisava ​​sobre a necessidade de usar com cautela.13

Em 1915, o batom foi vendido em cilindros metálicos que foram inventado por Maurice Levy. As mulheres tinham de deslizar uma alavanca pequena na parte lateral do tubo com a ponta dos seus dedos para deslocar o batom para cima para o topo da embalagem.14 Em 1923, o primeiro tubo giratório foi patenteado por James Bruce Mason Jr. em Nashville, Tennessee.Como as mulheres começaram a usar batom para fotografias, a fotografia ajudou o batom a ser aceitável entre as mulheres.11 Elizabeth Arden e Estee Lauder começaram a vender batom em seus salões.12

Referências

  1. a b c "The Slightly Gross Origins of Lipstick", InventorSpot. Página visitada em 09-02-2010.
  2. Yona Williams. Ancient Indus Valley: Food, Clothing & Transportation.
  3. "What's That Stuff?", Chemical and Engineering News. Página visitada em 2010-09-02.
  4. Harvard Law School:Reading Our Lips: The History of Lipstick Regulation in Western Seats of Power
  5. http://www.elizabethancostume.net/makeup.html Elizabethan Makeup
  6. "Elizabethan Make-up", Elizabethanera. org.uk. Página visitada em 09-02-2010.
  7. "Mascara For The Gods: The History of Make-up", Pop Goes the Culture. Página visitada em 09-02-2010.
  8. Conway, Susannah. "Fashion: The History of... Lipstick - Lip-Smackers Good", The Independent (U.K.), 1999-01-03. Página visitada em 2010-09-02.
  9. The Times, Monday, Dec 12, 1921; pg. 7; Issue 42901; col C, Shops At Their Best: "Vanity cases are in endless variety, large enough to hold mirror, powder-puff, lip-stick, and other necessaries of feminine social life."
  10. a b Riordan, Theresa. Inventing Beauty: A History of the Innovations that Have Made Us Beautiful. New York, NY: Crown Publishing Group, 10-05-2004. 36–60 p. ISBN 0-7679-1451-1
  11. a b c "A Brief History of Lipstick", Enjoy Your Style. Página visitada em 2010-09-02.
  12. a b "How Lipstick Works", Discovery Health. Página visitada em 2010-09-02.
  13. New York Times, March 17, 1912, "The Art of Making Up":"Toque os lábios ligeiramente com um batom, mas não faça a boca parecer uma carne crua." (em inglês)
  14. "Clara Bow Lips - 1920s Beauty", About.com. Página visitada em 2010-09-02.