Natura

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox important.svg
Foram assinalados vários aspectos a serem melhorados nesta página ou secção:
Natura Cosméticos S.A.
Slogan Bem Estar Bem
Tipo Empresa de capital aberto (Bolsa de Valores de São Paulo: NATU3)
Indústria Cosméticos, Perfumaria e Cuidados Pessoais
Fundação 1969 (45 anos)
Fundador(es) Antônio Luiz Seabra
Sede Cajamar, SP,  Brasil
Locais Brasil, Argentina, Chile, Colômbia, México, Peru, Venezuela e França
Empregados 5.919 (2007)
Lucro Aumento R$ 861.2 milhões (2012) [1]
Faturamento Aumento R$ 6.3 bilhões (2012) [2]
Página oficial www.natura.net

Natura é uma empresa brasileira que atua no setor de produtos de tratamento para o rosto e o corpo, banho, óleos corporais, perfumaria, cabelos, proteção solar, infantil e higiene oral. Fundada em 1969 por Antônio Luiz Seabra, hoje está presente no Brasil, Argentina, Chile, Colômbia, México, Peru, Venezuela e França, com planos de expansão para os Estados Unidos da América. O número de funcionários, chamado na empresa de "colaboradores", atingiu 5.919 em 2007,[carece de fontes?] e o de consultoras estimado em 1,5 milhão.[3]

Perfil[editar | editar código-fonte]

Em 2007, a companhia investiu cerca de R$ 108 milhões em pesquisa e desenvolvimento de novos produtos, consagrando-se como a empresa de cosméticos da América Latina que mais investe nessa área.[carece de fontes?] Para desenvolver seus produtos, a Natura busca mobilizar amplas redes sociais capazes de integrar o conhecimento científico e a sabedoria das comunidades tradicionais, promovendo, ao mesmo tempo, o uso sustentável da biodiversidade botânica.[carece de fontes?] Nas etapas de desenvolvimento e produção de seus cosméticos, a Natura não realiza testes em animais e segue as mais rigorosas normas de segurança internacionais. A empresa detém as certificações NBR ISO 14001 e NBR ISO 9001.

Companhia de capital aberto desde 2004, tem suas ações listadas no Novo Mercado, o mais alto nível de governança corporativa da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa). O desempenho da Natura, em 2007, mostra uma receita bruta consolidada de R$ 4,3 bilhões, crescimento de 10,6% sobre o ano anterior. O lucro líquido consolidado foi de R$ 462,3 milhões, gerando um retorno sobre o patrimônio líquido inicial de 72,1%.[4]

Preservação ambiental[editar | editar código-fonte]

Comprometida historicamente com a preservação do meio ambiente, a Natura foi, em 1983, a primeira empresa a introduzir refis no setor de cosméticos brasileiro.[carece de fontes?] Em 2007 passou a fornecer aos seus consumidores produtos de carbono neutro, graças ao seu Programa Carbono Neutro, destinado a reduzir e compensar as emissões de gases geradores do efeito estufa (GEEs), desde a atividade de extração de matérias-primas até a disposição final do produto no meio ambiente.[carece de fontes?] No mesmo ano, foi pioneira ao disponibilizar aos seus clientes a Tabela Ambiental: um quadro informativo impresso nas embalagens dos produtos, que apresenta dados técnicos sobre as formulações e embalagens. Inspirada na tabela nutricional de produtos alimentícios, traz informações como o percentual de ingredientes de origem vegetal renovável e número recomendado de refilagens.[5]

Sua fábrica, na cidade de Cajamar, na Grande São Paulo, foi projetada com conceitos arquitetônicos que priorizam a sustentabilidade e a ampliação do convívio humano.[6]

Estilo de venda[editar | editar código-fonte]

A Natura trabalha com o modelo da venda direta. É por meio das consultoras e consultores Natura que os produtos chegam às mãos dos clientes. Estimuladas a estabelecer relações de qualidade, baseadas no entendimento e no atendimento das necessidades dos clientes, faz parte da atividade da consultoria o conhecimento, a utilização e a vivência dos benefícios dos produtos Natura antes de oferecê-los.

O canal de vendas em 2007 cresceu 16,4%, atingindo a marca de mais de 718 mil consultoras. A empresa estimula também o desenvolvimento pessoal, material e profissional das consultoras e dos consultores.[carece de fontes?]

Cotação no mercado[editar | editar código-fonte]

Nos últimos 5 anos, a marca Natura vem sendo apontada como uma das mais valiosas, admiradas e desejadas do Brasil por institutos de pesquisa e veículos de comunicação. De acordo com "As marcas mais valiosas do Brasil 2008" da Revista IstoÉ.[carece de fontes?]

Segundo a empresa, seu negócio é "ética e estética".[7]

Aquisições[editar | editar código-fonte]

Em março de 2013, a Natura concluiu a aquisição de 65% da empresa australiana Emeis por R$149 milhões, aumentando seu portfólio.[8]

Referências

  1. investing.businessweek.com
  2. investing.businessweek.com
  3. http://economia.estadao.com.br/noticias/negocios-comercio,natura-ataca-com-web-e-lojas,146704,0.htm
  4. Relatório Anual Natura 2007
  5. Votorantim e Natura vencem I Prêmio ÉPOCA de Mudanças Climáticas (8 de dezembro de 2008). Página visitada em 13 de abril de 2012.
  6. Arquiteturas: Fábrica da Natura. Sesc São Paulo (10 de maio de 2013). Página visitada em 25 de agosto de 2013.
  7. Época Negócios, edição de março de 2009 (especial de aniversário), p. 74
  8. Natura conclui compra da Emeis por cerca de R$ 149 milhões (1 de março de 2013). Página visitada em 1 de março de 2013.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]