Cajamar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Cajamar
Vista a partir do Loteamento Colina Verde, Distrito de Jordanésia

Vista a partir do Loteamento Colina Verde, Distrito de Jordanésia
Bandeira de Cajamar
Brasão de Cajamar
Bandeira Brasão
Hino
Fundação 18 de fevereiro de 1959
Gentílico cajamarense
Lema "Justitia et fide conservabitur", que traduzindo do latim significa: "Conservar-se-á com fé e justiça"
Prefeito(a) Aguinaldo Aparecido Camonge Ferreira (Pezão) (interino) (PPS)
(2013–2016)
Localização
Localização de Cajamar
Localização de Cajamar em São Paulo
Cajamar está localizado em: Brasil
Cajamar
Localização de Cajamar no Brasil
23° 21' 21" S 46° 52' 37" O23° 21' 21" S 46° 52' 37" O
Unidade federativa  São Paulo
Mesorregião Metropolitana de São Paulo IBGE/2008 [1]
Microrregião Osasco IBGE/2008 [1]
Região metropolitana São Paulo
Municípios limítrofes Jundiaí (N), Santana de Parnaíba (S), Franco da Rocha e Caieiras (L), Pirapora do Bom Jesus (O) e São Paulo (SE)
Distância até a capital 38 km[2]
Características geográficas
Área 128,356 km² [3]
População 64 113 hab. Censo IBGE/2010[4]
Densidade 499,49 hab./km²
Clima subtropical Cfb
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,728 alto PNUD/2010 [5]
PIB R$ 3 764 609,233 mil IBGE/2008[6]
PIB per capita R$ 60 212,55 IBGE/2008[6]
Página oficial

Cajamar é um município do estado de São Paulo, na Região Metropolitana da capital, microrregião de Osasco. A população estimada em 2010 era de 64.114 habitantes e a área é de 131,332 km², o que resulta numa densidade demográfica de 488,18 hab/km². Seus limites são Jundiaí ao norte, Franco da Rocha e Caieiras a leste, a capital a sudeste, Santana de Parnaíba ao sul e Pirapora do Bom Jesus a oeste.

Tornou-se município em 18 de fevereiro de 1959, quando se emancipou de Santana de Parnaíba. Além do distrito da Sede, existem no município também os distritos de Jordanésia e Polvilho.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

Cajamar é um termo nheengatu, que significa "fruto colorido e manchado". Esse fruto seria o produzido pelo araçá, árvore que já fora abundante na região e, portanto, a motivação para a adoção do nome.

Segundo o ex-prefeito de Santana de Parnaíba, Antonio Branco, para atender o que fora exigido em lei, ele fizera uma pesquisa para a alteração do nome distrital de Água Fria, já que ele era o secretário da prefeitura de Santana de Parnaíba. Dessa forma, analisando os documentos locais, observou, em um antigo mapa, que um conjunto de terras localizados nos arredores do distrito, possuía o nome "Cayamar". Visando a pronúncia, substituiu a letra "y" por "j". A crença era de que o nome, na verdade, derivava do sobrenome de um bandeirante, habitante da região, Manuel Callamares.[7]

História[editar | editar código-fonte]

O nascimento de Cajamar é atribuído à implantação, na década de 1920, de uma fábrica de cimento, a Companhia Brasileira de Cimento Portland, genericamente reconhecida como a primeira de seu tipo no Brasil. Ela foi responsável pelo produto utilizado para a edificação de boa parte da metrópole de São Paulo.

Se situou em Perus, nos arredores da Estrada de Ferro Santos-Jundiaí, a fábrica, uma vez que o local apresentava grande disponibilidade de matéria-prima - o minério das pedreiras de Água Fria, através da Estrada de Ferro Perus-Pirapora, que nunca chegou ao município de Pirapora do Bom Jesus, mas ligava Perus (SP) ao distrito de de Água Fria

Já na década de 1930, um grande contingente de operários, tanto da fábrica quanto das minas, já habitava o distrito de Água Fria, pertencente até então a Santana de Parnaíba. Desse modo, a exploração mineral foi a responsável pelo aparecimento dos primeiros núcleos de povoamento, vilas residenciais operárias. No decênio seguinte, uma lei federal obrigou a substituição do nome de Água Fria, pois havia um distrito homônimo já existente na cidade de São Paulo; em 30 de novembro de 1944, por meio do Decreto Lei nº 14.344, passa a ser designado "Cajamar". O distrito de Jordanésia e do Polvilho, foram criados de acordo com a Lei Estadual nº 8.092, de 28 de fevereiro de 1964 e Lei Estadual nº 3.198, de 23 de dezembro de 1981, respectivamente.

A primeira vila, hoje demolida, foi construída ao lado da pedreira dos Pires; a seguir, se edificaram a Vila do Acampamento e a Vila Nova.

A intervenção estatal no controle de preços do cimento obrigou a companhia, estrangeira, a vender sua empresa em 1951. O Grupo Francesco Matarazzo, o Grupo Votorantim e José João Abdalla, à época, secretário do Trabalho de Ademar de Barros demonstraram interesse na aquisição da mesma. Em conclusão, a Cimento Portland foi adquirida pelo Grupo JJ Abdalla.[8]

Geografia[editar | editar código-fonte]

Cajamar situa-se a uma altitude média de 734 metros, na latitude 23º21'25" e na longitude 46º52'40" .

O ponto mais elevado é o "Morro da Placa", com 1.083 metros e está localizado no Bairro Reserva do Ponunduva.

O solo predominante é o Lactosol Vermelho/Amarelo - Orto L V e o subsolo de Calcário Calcítico.

A vegetação é composta de remanescentes da Mata Atlântica, de mata ciliar e com forte presença de silvicultura (Eucaliptus SSP).

O clima da cidade, como em toda a Região Metropolitana de SP, é o Subtropical. A média de temperatura anual gira em torno de 18Cº, sendo o mês mais frio Julho (Média de 15 °C) e o mais quente Fevereiro (Média de 22 °C). O índice pluviométrico anual fica em torno de 1363 mm.

Gráfico climático para Cajamar
J F M A M J J A S O N D
 
 
243
 
27
18
 
 
225
 
27
18
 
 
153
 
27
17
 
 
70
 
25
15
 
 
48
 
23
13
 
 
48
 
21
11
 
 
33
 
21
11
 
 
35
 
23
12
 
 
64
 
23
13
 
 
129
 
24
15
 
 
135
 
25
16
 
 
185
 
26
17
Temperaturas em °CPrecipitações em mm
Fonte: Canal do Tempo

Demografia[editar | editar código-fonte]

Dados do Censo - 2010

População total: 64.114

  • Urbana: 62.823 - 97,99%
  • Rural: 1.291 - 2,01%
  • Homens: 31.997 - 49,91%
  • Mulheres: 32.117 - 50,09%

Mortalidade infantil até 1 ano (por mil): 19,88

Expectativa de vida (anos): 69,21

Taxa de fecundidade (filhos por mulher): 2,55

Taxa de alfabetização: 91,25%

Índice de Desenvolvimento Humano (IDH-M - 2010): 0,728 - Alto (2000 - 0,634 - Médio / 1991 - 0,501 - Baixo)

  • IDH-M - 2010 Renda: 0,713 - Alto (2000 - 0,699 - Médio / 1991 - 0,684 - Médio)
  • IDH-M - 2010 Longevidade: 0,810 (2000 - 0,754 - Alto / 1991 - 0,712 - Alto)
  • IDH-M - 2010 Educação: 0,668 - Médio (2000 - 0,483 - Baixo / 1991 - 0,258 - Muito Baixo)

(Fontes: IPEADATA, IBGE, SEADE)

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

Hidrografia do município

O município possui abundantes cursos de água, destacando-se entre os principais estão o Rio Juqueri, o Córrego Itaim e o Córrego Jaguari, os divisores do Distrito do Polvilho; o Rio Juqueri-Mirim, o Ribeirão dos Cristais, o Ribeirão Tabuões e o Córrego Olhos D'Água no Distrito de Jordanésia; o Ribeirão das Lavras e o Córrego Bom Sucesso no Distrito Sede (ou, Cajamar); o Ribeirão Ponunduva, o Córrego Tanquinho e o Ribeirão Cachoeira na região do Ponunduva (Distrito Sede); o Córrego Mateus e o Córrego dos Pires no Bairro do Vau Novo (Distrito Sede) entre outros espalhados por todo o território.

Distritos, Regiões, Bairros e Loteamentos[editar | editar código-fonte]

O município se divide em:

Bairro Centro
Loteamento Portal dos Ipês II

Três (3) Distritos:

  • Sede (ou Cajamar);
  • do Polvilho;
  • de Jordanésia.

Quatro (4) Regiões:

  • do Centro;
  • do Polvilho;
  • de Jordanésia;
  • do Ponunduva.

Quarenta (40) Bairros:

  • Treze (13) no Distrito Sede:
    • Empresarial Anhanguera, Empresarial Mirim, Guaturinho, Pinheiros, Teles, Vau Novo, Água Fria, Centro, Empresarial Colina, Lavra Velha, Empresarial dos Eucaliptos, Ponunduva e Reserva do Ponunduva (este último rural);
  • Dezessete (17) no Distrito de Jordanésia:
    • Alpes dos Araçás, Empresarial Gato Preto, Empresarial Paineira, Colina Maria Luíza, São Roberto, Altos de Jordanésia, Jordanésia, dos Cristais, Santa Terezinha, Empresarial Paoletti, São Benedito, Empresarial do Bosque, das Torres, Serra dos Lagos, São Jorge, Empresarial Bandeirantes e Roseira (este último rural);
  • Dez (10) no Distrito do Polvilho:
    • Paraíso, São Luiz, Jardins, Panorama, Aldeia do Sol, Ipês, Portais, Polvilho, Empresarial Mirante de Cajamar e Empresarial Itaim.

Existem mais de 100 (cem) Loteamentos, entre urbanos e rurais, que fazem parte dos bairros criados pela Lei Complementar nº 142, de 01 de julho de 2013, onde destacam-se entre estes, como mais antigos: Lavrinha, Vila Branca, Vila Nova e Água Fria, no Distrito Sede; Condomínio Penteado, Vila das Américas, Parque São Roberto e Chácara Penteado, no Distrito de Jordanésia; e, Parque Paraíso, Parque Maria Aparecida, Jardim Santa Clara e Parque Panorama I, no Distrito do Polvilho.

Economia[editar | editar código-fonte]

Com um PIB - Produto Interno Bruto em valores absolutos de R$ 5.501.592.558,00 (em 2010), o município ocupa a 4ª posição na região, 34ª posição no Estado de São Paulo e a 100ª posição no país. Dentre 18 municípios da região, está à frente de 14 deles; comparado aos 645 municípios do Estado, está à frente de 611 deles; já no Brasil, Cajamar fica à frente de 5.465 municípios. O PIB - Per Capita é de R$ 85.810,87, 3º da região, 14º do Estado e 32º no Brasil.

As exportações já foram melhores, mas em 2011 chegaram aos US$ FOB 179.449.317, com média mensal de US$ 14.954.110.

Em 2010, o Valor Adicionado (produção) do Município de Cajamar totalizou R$ 4.541.971.677,00 superando 616 municípios paulistas.

Em 2012, com uma taxa de crescimento de 2,71% foram 795 novos postos de trabalho criados, com destaques para a indústria de transformação com 375 novos empregos formais, construção civil com 256 e comércio com mais 238 novos empregos.

A receita orçamentária municipal em 2011 foi de R$ 258.851.408,10.

A vocação econômica da cidade está centrada em 3 (três) áreas: Extração (de madeira e pedra); Indústria (de alimentos, cosméticos, metalurgia e química); e, Mineração (calcário).

(Fonte: Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior [1]

Cultura, Eventos e Lazer[editar | editar código-fonte]

Muitos eventos e comemorações tradicionais ocorrem na cidade: No dia 20 de janeiro é celebrado o "Dia de São Sebastião, o Padroeiro da Cidade"; O "Carnaval", a "Ressaca de Carnaval" e "Desfile de Escola de Samba" também ocorrem anualmente; A "Festa do Peão" em clima de rodeio costuma acontecer entre os meses de abril e maio; e, entre julho e agosto ocorre o "Arraiá Social";

Boiodromo

O município possui uma grande arena de rodeios, utilizada também para shows e outros eventos, o Centro de Eventos Prof. Walter Ribas de Andrade, popularmente conhecido como "Boiódromo".

Destaca-se também o "Museu Municipal Casa da Memória". Inaugurado em 2006, em área do Paço Municipal, tem contribuído para manter viva a história da cidade, que embora seja jovem, muitos eventos importantes tem merecido registro.

Logo Municipal Natural Park Cajamar

O município está construindo o Parque Natural Municipal de Cajamar, criado pelo Decreto nº 3.791/07. Localizado na micro bacia do Ribeirão Cachoeira é o primeiro parque da cidade, com área de 50.056,87 m² em uma unidade de conservação integral, de macrozoneamento ambiental ZAM - Zona Ambiental, parte do Cinturão Verde da Reserva da Biosfera. Nele foram catalogados, durante a elaboração de seu Plano de Manejo, 67 aves e 3 espécies de mamíferos, como parte de sua fauna. No entanto, parte que é do remanescente de Mata Atlântica, em que a APA - Área de Proteção Ambiental, em que o município está inserido, sabe-se da existência de 262 espécies de animais, sendo 188 aves, 32 mamíferos, 19 répteis e 23 anfíbios. Sua flora é rica, sendo caracterizada como Ombrófila Densa e Estacional Semidecidual, composta de: 1) Vegetação nativa em estágio pioneiro de regeneração, com espécimes remanescentes de estágios iniciais caracterizando uma fitofisionomia savânica, de origem antrópica; 2) Bosque de eucaliptos com sub-bosque composto por estrato de gramíneas em estágio pioneiro; 3) Bosque de eucaliptos com sub-bosque composto por estrato arbustivo-arbóreo em estágio inicial de regeneração; 4) Vegetação nativa em estágio inicial de regeneração florestal com espécimes arbóreos remanescentes de estágios médios.

Municipal Natural Park Cajamar - Flora

Infraestrutura[editar | editar código-fonte]

Serviços[editar | editar código-fonte]

Agencias bancárias: 08

Hotéis: 03

Hospital Municipal: 01

Leitos SUS: 50

Postos de Saúde: 09

Escolas Estaduais: 05

Escola de Ensino Fundamental: 16

Escola de Ensino Infantil: 15

EJA: 06

Escolas Particulares: 08

Rodovias[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  2. Distâncias entre a cidade de São Paulo e todas as cidades do interior paulista. Visitado em 27 de janeiro de 2011.
  3. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Visitado em 5 dez. 2010.
  4. Censo Populacional 2010 Censo Populacional 2010 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Visitado em 11 de dezembro de 2010.
  5. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2010). Visitado em 31 de julho de 2013.
  6. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Visitado em 11 dez. 2010.
  7. Cidade/História Prefeitura de Cajamar. Visitado em 31 de outubro de 2014.
  8. Cidade/História Prefeitura de Cajamar. Visitado em 31 de outubro de 2014.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]