Vargem Grande Paulista

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Vargem Grande Paulista
"VGP"
Vista da região central de Vargem Grande Paulista.

Vista da região central de Vargem Grande Paulista.
Bandeira de Vargem Grande Paulista
Brasão de Vargem Grande Paulista
Bandeira Brasão
Hino
Fundação 23 de dezembro de 1981
Gentílico vargem-grandense
CEP 06730-000
Prefeito(a) Roberto Rocha (PSB)
(2009–2012)
Localização
Localização de Vargem Grande Paulista
Localização de Vargem Grande Paulista em São Paulo
Vargem Grande Paulista está localizado em: Brasil
Vargem Grande Paulista
Localização de Vargem Grande Paulista no Brasil
23° 36' 10" S 47° 01' 33" O23° 36' 10" S 47° 01' 33" O
Unidade federativa  São Paulo
Mesorregião Metropolitana de São Paulo IBGE/2008 [1]
Microrregião Itapecerica da Serra IBGE/2008 [1]
Região metropolitana São Paulo
Municípios limítrofes Cotia, Itapevi e São Roque.[2]
Distância até a capital 45 km[3]
Características geográficas
Área 33,512 km² [4]
População 42 946 hab. Censo IBGE/2010[5]
Densidade 1 281,51 hab./km²
Clima Subtropical
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,770 alto PNUD/2010 [6]
PIB R$ 658 278,861 mil IBGE/2008[7]
PIB per capita R$ 15 076,01 IBGE/2008[7]
Página oficial

Vargem Grande Paulista é um município do estado de São Paulo, na Região Metropolitana da capital, Microrregião de Itapecerica da Serra. A cidade vêm se desenvolvendo rapidamente, apesar de sua juventude. Abriga grandes empresas como a Textil J Serrano, Biovet e Crismetal.

A região de Vargem Grande Paulista - que foi Bairro do Ribeirão da Vargem Grande e Distrito Raposo Tavares sob administração municipal e paroquial de Cotia - ocupa hoje uma área de 38 km², entre os quilómetro 39 e 47 da Rodovia Raposo Tavares e abriga 44.754 habitantes, segundo o IBGE 2009.

Por decisão popular, em plebiscito realizado em 27 de Novembro de 1981 (com 96% dos Votos válidos), Vargem Grande Paulista tornou-se mais um Município da região metropolitana de São Paulo - e, em 15 de Novembro de 1982, foi eleito o primeiro Prefeito Vargengrandense: o Sr. Elias Alves da Costa.

Hoje o município possui 30 anos. Seu atual Prefeito é Roberto Rocha.

História[editar | editar código-fonte]

A região de Vargem Grande Paulista - que foi Bairro do Ribeirão da Vargem Grande e Distrito Raposo Tavares sob administração municipal e paroquial de Cotia - ocupa hoje uma área 38 Km2, entre os Kms 39 e 47 da Rodovia Raposo Tavares e abriga 44.754 habitantes, segundo o IBGE 2009. Por decisão popular, em plebiscito realizado em 27 de Novembro de 1981, Vargem Grande Paulista tornou-se mais um Município da região metropolitana de São Paulo - e, em 15 de Novembro de 1982, foi eleito o primeiro Prefeito Vargengrandense: o Sr. Elias Alves da Costa.

Economia[editar | editar código-fonte]

Foram abertos recentemente condomínios empresariais, que por conta de incentivos da Administração Municipal, está viabilizando a chegada de novas empresas, de todos os segmentos.

Saúde[editar | editar código-fonte]

Vargem Grande conta no setor público com uma UBS (Unidade básica de saúde)denominada "central". São observadas em vários bairros pequenos postos de Pronto-Atendimento. Seu atendimento e socorro à vítimas possui uma frota com mais de 10 ambulâncias. No setor privado foi inaugurado recentemente uma clínica médica com Pronto-Atendimento 24hs da UNIMED São Roque.

Educação[editar | editar código-fonte]

A cidade conta com um Campus de uma das maiores redes de Faculdades no país, a UNIESP (União das Instituições Educacionais do Estado de São Paulo). A holding possui mais de 20 campi no estado, inclusive na famosa cidade vizinha São Roque. Em Vargem Grande, a UNIESP assumiu a Faculdade Hoyler, dando continuidade ao ensino nas áreas para licenciatura em Letras e Pedagogia. Vargem Grande Paulista está amparada também pela rede de ensino particular, com várias escolas, que atendem a demanda da população por um ensino de qualidade, desde as séries iniciais até o ensino médio. Algumas escolas estão associadas a grandes redes de ensino como o Colégio Objetivo e Anglo.

Comércio[editar | editar código-fonte]

É notável uma evolução rápida no centro comercial vargengrandense, pois isso deve-se ao crescimento populacional dos últimos anos. Grandes nomes, em vários segmentos estão se alocando na cidade, como a grande loja da rede varejista LOJAS CEM, recentemente inaugurada na Av. Presidente Tancredo Neves. O Supermercado DIA da rede Carrefour.

Clima[editar | editar código-fonte]

O clima da cidade, como em toda a Região Metropolitana de SP, é o Subtropical, mas especialmente VGP encontra-se em uma região de serra,a cidade encontra-se praticamente a uma altitude de 1.000m. No inverno as temperaturas chegam muitas vezes abaixo de 5° Celsius, provocando geadas ao amanhecer. Os dias de verão costumam ser bem quentes e chuvosos, diferente do inverno que o frio encaixa-se na categoria sub-seco, o mês mais quente é fevereiro, com média de 22°C e o mês mais frio é julho, com média de 13°C.

Transporte[editar | editar código-fonte]

O único transporte público em vigor é o ônibus. A EMTU, empresa que administra o segmento dispõe de viagens até o bairro de Pinheiros na capital paulista pela Rodovia Raposo Tavares. O município recentemente inaugurou uma frota de ônibus regionais, que atendem aos bairros mais distantes.

HORÁRIO DE PARTIDA PRINCIPAL ÔNIBUS

Jd. São Marcos / Pinheiros-São Paulo-SP

Operando somente em dias úteis

04:50 05:20 06:00 06:40 07:20 08:00 17:40 18:20 19:00

Turismo[editar | editar código-fonte]

O turismo na cidade não possui índices elevados, mas pontos turísticos isolados são comuns. Situa-se em Vargem Grande Paulista a Mariápolis Ginetta (Movimento dos Focolares).

Atrações[editar | editar código-fonte]

Localizado no bairro do Tijuco Preto, o Pet Zoo é uma mini fazenda para crianças criada em 1995 com objetivo de colocar as crianças em contato com os animais. Em uma área de 15.000m2 de muito verde, animais domésticos e crianças convivem em perfeita harmonia. Monitores especialmente treinados garantem um passeio didático, divertido e seguro. No Pet Zoo as crianças podem ordenhar uma vaca, andar a cavalo, alimentar e acariciar os animais e muito mais!Durante a semana recebem escolas e fazem programações para todas as idades. Finais de semana e feriados são reservados para famílias que querem curtir o descanso semanal no meio de muita natureza. Nos meses de janeiro e julho a garotada se diverte nos cursos de férias que acontecem semanalmente.

Restaurantes[editar | editar código-fonte]

A cidade conta com poucos, mas honestos restaurantes, destacando-se o Varandinha, o Caseirinho, o Brasilikum, o Dom Fratello e o Emília. Em um nível mais elevado, há também o Le Donne com pratos nos quais se destacam a alcachofra, produto típico da região.

Para lanches de boa qualidade há, ainda, a padaria Espiga Dourada em Mariápolis, na Estrada Bunjiro Nakao.

Hotéis e Pousadas[editar | editar código-fonte]

Vargem Grande possui 2 hotéis, sendo eles o Eduardo's Park Hotel, localizado no bairro do Tijuco Preto, e o Hotel Faioli, recentemente inaugurado na Av. Elias Alves da Costa, região central. Na questão de "hospedagem do amor" o Dallas Motel, localizado na Rodovia Bunjiro Nakao, sentido Ibiúna é uma alternativa. Outros empreendimentos hoteleiros estão prestes a inaugurar no município.

Turismo Religioso[editar | editar código-fonte]

  • Salão de Assembleias das Testemunhas de Jeová. Localizado no bairro Nara Garden, é um dos 10 complexos de assembleia das Testemunhas de Jeová no estado de São Paulo e recebe congressistas da região metropolitana e interior do estado nos fins de semana.

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. http://mapas.ibge.gov.br/divisao/viewer.htm
  3. Distâncias entre a cidade de São Paulo e todas as cidades do interior paulista. Página visitada em 26 de janeiro de 2011.
  4. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  5. Censo Populacional 2010. Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  6. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2010). Página visitada em 31 de agosto de 2013.
  7. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]