Chrysiridia rhipheus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaRainha-de-madagascar
Chrysiridia rhipheus - MHNT

Chrysiridia rhipheus - MHNT
Estado de conservação
sem dados
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Arthropoda
Classe: Insecta
Ordem: Lepidoptera
Superfamília: Geometroidea
Família: Uraniidae
Subfamília: Uraniinae
Género: Chrysiridia
Espécie: C. rhipheus
Nome binomial
Chrysiridia rhipheus
Drury, 1773
Distribuição geográfica
Madagascar
Madagascar

A Rainha-de-madagascar é uma borboleta típica da ilha homônima, que também foi denominada Urania ripheus ou Chrysiridia riphearia, pertence aos uranídeos, uma família pouco numerosa. Apesar de o grupo ser de borboletas noturnas, distingue-se delas pelo seu colorido a sua atividade diurna. As suas surpreendentes cores levarem a que fosse considerada a mais bonita das borboletas nocturnas. A lagarta é da cor preta e amarela e está provida de pêlos de maça: grossos terminados num espessamento. Vive apenas no que resta da floresta original - menos de 10% - da Ilha de Madagáscar, a sudeste de África, em pleno oceano Índico.

Alimenta-se de plantas venenosas, acumulando as duas toxinas e passando-as às borboletas adultas. estes venenos são conservado nuns depósitos que evitem que entrem em contato com as outras partes do corpo, mas quando um animal as come intoxicam-no. Por isso tem estas cores tão vistosas, pois não lhe interessa passar de despercebida. Prefere chamar atenção dos animais que podem ser perigosos para ela, de modo que tenham bem presente que deve ser respeitada. A lagarta Chryssiridia madagascarienses alimenta-se de uma planta venenosa do género Omphalea, uma espécie da família das Euforbiáceas, como eufórbias.


Ver também[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  1. Borboleta de RBA
  2. Segredos das Fontes Verdes de Cássio Costa
Ícone de esboço Este artigo sobre insetos, integrado no Projeto Artrópodes é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.