Cultura da Itália

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Cultura da Itália é famosa pela sua arte e pelos seus monumentos, entre os quais se encontram a Torre de Pisa o Coliseu de Roma, bem como pela sua comida (pizza, pasta, etc.), vinho, estilo de vida, elegância, design, cinema, teatro, literatura, poesia, artes plásticas, música (especialmente a Ópera), e, de uma forma geral, por aquilo que é considerado por muita gente "bom gosto". Os italianos são considerados ao lado dos britânicos e franceses as pessoas mais elegantes do mundo.

Arte[editar | editar código-fonte]

O período do Renascimento iniciou-se na Itália no século XIV e perdurou até ao século XVI.

Feitos literários, tais como a poesia de Petrarca, Tasso e Ariosto; assim como a prosa de Boccaccio, Maquiavel e Castiglione exerceram uma enorme e duradoura influência no desenvolvimento subsequente da cultura Ocidental; iguais repercussões tiveram a pintura, escultura e a arquitectura produzida por gigantes como Leonardo da Vinci, Raffaello, Botticelli, Fra Angelico e Michelangelo. Dentre os artistas modernos pode-se incluir o escultor Tommaso Geraci.

Música[editar | editar código-fonte]

A influência musical de compositores Italianos como Claudio Monteverdi, Giovanni Pierluigi da Palestrina marcaram uma época. No século XIX, a ópera romântica Italiana floresceu pela mão de compositores como Rossini, Verdi, e Puccini.Uma banda que influencia principalmente a Itália é Lacuna Coil,pelo fato de serem Italianos e cantarem em inglês e mostrarem que apesar das fronteiras,tudo é possivel.Os artistas italianos contemporâneos, escritores, cineastas, arquitetos, compositores, e designers continuam a contribuir de forma significativa para a Cultura Ocidental.

Língua[editar | editar código-fonte]

O italiano, língua oficial da Itália, nasceu na Toscana, região cuja capital é Florença, e deriva do latim, língua do Império Romano. Dante Alighieri, que viveu no século XIII, autor da Divina Comédia, é considerado o "pai" da língua italiana.

No entanto, por influência de tantas Cidades-estado até 1861, falando e escrevendo diferentes línguas, há muitos dialetos que sobrevivem como linguas vivas até hoje: exemplos são o sardo e o napolitano.

Festividades e feriados[editar | editar código-fonte]

Festividades e feriados
Data Nome em português Nome em italiano Obs.
1 de Janeiro Ano Novo Capodanno  
6 de Janeiro Dia de Reis Epifania  
Data variável Domingo de Páscoa Pasqua  
Data variável Segunda-feira de Páscoa Lunedì di Pasqua  
25 de Abril Aniversário da Libertação Liberazione 1945
2 de Junho República 1860
1 de Novembro Todos os Santos Tutti i Santi  
8 de Dezembro Imaculada Conceição Immacolata  
25 de Dezembro Natal Natale  
26 de Dezembro Dia de Santo Estêvão Santo Stefano  
31 de Dezembro Noite de São Silvestre San Silvestro  

Esporte[editar | editar código-fonte]

O futebol é o esporte principal da Itália, e os italianos são conhecidos pela paixão com que o jogam.

A Itália ganhou a Taça do Mundo de futebol quatro vezes: em 1934, 1938, 1982 e 2006.

Moedas[editar | editar código-fonte]

As moedas de euro italianas possuem cada uma um desenho único, mas referentes a um tema comum que visa honrar as obras de arte italianas mais conhecidas. Cada moeda foi desenhada por um designer diferente, nomeadamente, da moeda de 1 cêntimo à de 2 euros: Eugenio Driutti, Luciana De Simoni, Ettore Lorenzo Frapiccini, Claudia Momoni, Maria Angela Cassol, Roberto Mauri, Laura Cretara e Maria Carmela Colaneri. Todos os desenhos têm em comum as 12 estrelas da União Européia, o ano de distribuição e as letras sobrepostas "RI", de Repubblica Italiana (República Italiana).

Ver também[editar | editar código-fonte]


Bandeira da Itália Itália
Bandeira • Brasão • Hino • Cinema • Culinária • Cultura • Demografia • Economia • Forças Armadas • Geografia • História • Portal • Política • Subdivisões • Imagens