Desequilíbrio ácido-básico

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.


Desequilíbrio ácido-básico
Classificação e recursos externos
CID-10 E87.2-E87.4
CID-9 276.2-276.4
MeSH D000137
Star of life caution.svg Aviso médico

O desequilíbrio ácido-básico ou ácido-base possui diversas causas possíveis. Um excesso de ácido no sangue é denominado acidemia, sendo o processo acidificante chamado de acidose e um excesso de bases é chamado de alcalemia, sendo o processo alcalinizante denominado alcalose. Para ocorrer acidemia é necessário que exista acidose, mas o contrário não é necessariamente verdadeiro (pode ocorrer acidose sem acidemia), o mesmo valendo para alcalemia e alcalose. A acidose é muito mais comum que a alcalose. O desequilíbrio é compensado por uma retroalimentação negativa para restaurar os valores normais. Existem diversas respostas renais à acidose e alcalose.

Causas[editar | editar código-fonte]

Fontes de ganho de ácido:

  1. Dióxido de carbono (já que CO2 e H2O formam HCO3-, bicarbonato, e H+, um próton, na presença da enzima anidrase carbônica)
  2. Produção de ácidos não-voláteis a partir do metabolismo de proteínas e outras moléculas orgânicas
  3. Perda de bicarbonato nas fezes ou urina
  4. Ingesta de ácidos ou precursores de ácidos

Fontes de perda de ácido:

  1. Uso de íons hidrogênio no metabolismo de vários ânions orgânicos
  2. Perda de ácido no vômito ou urina

Resposta[editar | editar código-fonte]

Respostas à acidose:

  1. Bicarbonato é adicionado ao plasma sanguíneo pelas células tubulares renais.
    • Células tubulares reabsorvem mais bicarbonato do fluido tubular.
    • Células do ducto coletor secretam mais hidrogênio e geram mais bicarbonato.
  2. Amoniagênese leva a uma formação aumentada de tampão (na forma de NH3)
  3. Mudanças na respiração para expelir mais dióxido de carbono

Respostas à alcalose:

  1. Excreção de bicarbonato na urina
    • Isso é causado pela taxa diminuída de secreção de ion hidrogênio nas células epiteliais tubulares.
    • Isso também é causado pelas baixas taxas de metabolismo da glutamina e excreção de amônia.

Ver também[editar | editar código-fonte]