Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril foi inaugurada no ano 1991 e é um Estabelecimento Público de Ensino Superior Politécnico, sob a tutela do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

A grande qualidade dos cursos ministrados nesta escola foi reconhecida pela Organização Mundial do Turismo (OMT) por um certificado TEDQUAL (sistema de certificação de Programas de Educação em Turismo) e é hoje em dia considerado o segundo melhor estabelecimento de ensino superior, nas áreas do Turismo e Hotelaria, da Europa, sendo o que detém mais cursos certificados neste domínio.

Actualmente, estão inscritos mais de mil alunos nas licenciaturas, e mais de cem nos cursos de 2º ciclo (mestrados e pós-graduações). Para garantir a grande qualidade e excelência do ensino, a ESHTE engloba um corpo docente com cento e dez professores que, além de académicos, são também profissionais deste sector, permitindo manter um ensino actualizado que é indispensável à viabilidade do sector.

Objectivos[editar | editar código-fonte]

Esta escola superior visa atribuir aptidões na óptica da criação, transmissão e partilha de conhecimentos relacionados com a prática de actividades profissionais qualificadas, nas áreas da hotelaria , turismo e da restauração, e muito em especial, para:

  • Interacção com o mercado de trabalho nas perspectivas académicas, da prática profissional e da adequação às oportunidades de exercício da actividade turística e hoteleira;
  • Criação de um centro de renome no apoio ao desenvolvimento da actividade turística e hoteleira no âmbito profissional e empresarial;
  • Realização de investigações fundamentais aplicadas.

A ESHTE é um centro de formação cultural e técnica de nível superior de excelência, para preparar profissionais, que possam responder aos desafios que hoje em dia se colocam no sector empresarial e institucional do turismo.

Através de um ensino técnico e científico leccionado em função das necessidades deste sector, os formados pela ESHTE consideram-se verdadeiros agentes de mudança, capazes de enfrentar oportunidades e desafios, num contexto de grandes incertezas e de grande competitividade dentro do sector.

Cursos[editar | editar código-fonte]

Virada para a formação de quadros superiores do turismo, da hotelaria e da restauração, a escola lecciona cinco cursos de licenciatura, de acordo com o Processo de Bolonha:

Licenciaturas[editar | editar código-fonte]

  • Direcção e Gestão Hoteleira
  • Gestão Turística
    • Gestão de Empresas Turísticas
    • Gestão de Produtos Turísticos
  • Informação Turística
  • Produção Alimentar em Restauração
  • Gestão do Lazer e Animação Turística

Cursos de Especialização Tecnológica[editar | editar código-fonte]

  • Técnico de Animação em Turismo de Natureza e Aventura
  • Técnico de Gastronomia e Artes Culinárias
  • Técnico de Recepção e Alojamento
  • Técnico de Restauração
  • Técnico de Segurança e Higíene Alimentar

Mestrados[editar | editar código-fonte]

  • Mestrado em Segurança e Qualidade Alimentar em Restauração
  • Mestrado em Turismo, com três ramos de especialização
    • Gestão Estratégica de Destinos Turísticos
    • Gestão Estratégica de Eventos e Planeamento
    • Gestão em Turismo de Natureza e Aventura

Localização[editar | editar código-fonte]

Localizada no Estoril, no eixo turístico Lisboa/Cascais/Sintra, a ESHTE insere-se num pólo de formação com estruturas únicas ao nível do ensino superior nas áreas do turismo, hotelaria e restauração. Ver Mapa

Recursos[editar | editar código-fonte]

A Escola dispõe de:

  • Mediateca, que inclui 3 serviços distintos:

Serviços ESHTE[editar | editar código-fonte]

  • ESHTEmprego
  • ESHTElaboratório
  • Núcleo de Concepção e Desenvolvimento de Conteúdos e/b-learning
  • CESTUR
  • ESHTESAAL
  • ESHTEInformática
  • ESHTEInternacional
  • CLiCESHTE
  • AAESHTE

ESHTE a nível internacional[editar | editar código-fonte]

A nível europeu, a Escola é parceira em cerca de vinte e três acordos bilaterais de intercâmbio de docentes e alunos, nos Programas Sócrates/Erasmus e Leonardo da Vinci. Tem ainda acordos bilaterais com Universidades do Brasil, Macau, Camerino e Disney/ECU.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]