Estação Carapicuíba

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
CPTM red symbol.gif Carapicuíba
Uso atual Estação ferroviária
Localização R. Max Zandon, S/N - Carapicuíba
Coordenadas Gnome-globe.png Estação Carapicuíba
Código CPB
Linhas Linha 8-Diamante
Administração CPTM
Inauguração 25 de janeiro de 1979 (35 anos)
Serviços Acesso à deficiente físico Ônibus

A Estação Carapicuíba é uma estação ferroviária, pertencente à linha 8 da CPTM, localizada no município de Carapicuíba.

História[editar | editar código-fonte]

A estação de Carapicuíba foi criada pela EFS em 1921 como posto telegráfico do km 23. Em 1923, a estação tem seu nome modificado para Carapicuíba ,embora a Aldeia de Carapicuíba ficasse a 10 quilômetros de distância da estação. A estação recém inaugurada recebe um prédio em 1926, sendo que seu nome foi modificado para Sylviania (devido à Vila Sylvânia que ficava ao redor da estação).

Em 1964, Carapicuíba é desmembrada de Barueri, se tornando município.

A EFS foi absorvida pela FEPASA em 1971, que inicia um programa de modernização que inclui a reconstrução da estação de Carapicuíba que foi reinaugurada em 25 de janeiro de 1979.

A CPTM administra a estação desde 1996.

Segunda Modernização[editar | editar código-fonte]

Atrasada em relação ao prazo, que terminou em dezembro de 2010, em 24 de março de 2011 a Estação Carapicuíba foi reinaugurada, com a presenca do governador do estado Geraldo Alckimin e do secretario dos transportes metropolitanos Jurandir Fernandes.

Na ocasião, também foram entregues cinco novos trens para a frota da CPTM, equipados com ar-condicionado, câmeras de vigilância, sistema de informação audiovisual [monitores de vídeo e displays] e itens de acessibilidade. Os CAF serie 7000, produzidos pela CAF com sede em Hortolandia - SP.

Para dar à Estação Carapicuíba o mesmo padrão das estações recém-inauguradas pela CPTM, o local passou por uma profunda reforma e readequação de suas instalações, sendo aproveitada apenas a estrutura.

O mezanino, por onde é realizada a transposição entre plataformas e acesso aos bloqueios e bilheterias, foi refeito e ampliado. As antigas estruturas de concreto pré-moldado foram recuperadas, além da aplicação de tintas [verniz e acrílica]. No corredor do mezanino, foram instalados vedação lateral com vidros, caixilhos de alumínio e venezianas na parte superior, que proporcionam maior iluminação natural, proteção da chuva e ventilação.

Para facilitar o acesso de pessoas com mobilidade reduzida, foram instalados três elevadores - dois para acesso às plataformas e um para quem vem da área das bilheterias. Outros equipamentos de acessibilidade estão presentes na estação, como piso e rotas táteis, comunicação em Braille e adequação de corrimãos. Além dos banheiros públicos, também foram construídos sanitários exclusivos para usuários com mobilidade reduzida.

A Estação Carapicuíba também ganhou quatro escadas rolantes para agilizar o fluxo dos usuários. As áreas das coberturas das escadas rolantes e fixas das plataformas receberam proteção lateral com chapas de aço galvanizado perfuradas na cor vermelha, que também destacam a arquitetura da estação.

Uma nova bilheteria, com vidros blindados, foi construída do lado oposto às antigas instalações ,lado esquerdo para quem entra na estação]. Seis displays digitais [Painel de Destino dos Trens - PDT] que informam o horário e os destinos dos trens foram instalados nas plataformas. Todo o piso foi substituído por porcelanato para alto tráfego, de cor cinza claro.

Tabelas[editar | editar código-fonte]

Linha Terminais Comprimento (km) Estações Funcionamento Observações
8
Diamante
Júlio PrestesItapevi 35,283 20 Diariamente, das 4:00 às 0:00. Aos sábados até as 01:00 do domingo. Possui extensão operacional. Veja quadro abaixo.
Antiga Linha B - Cinza / Antiga Linha Oeste do Trem Metropolitano da FEPASA.
Sigla Estação Inauguração Integração Plataformas Posição Notas
CPB Carapicuíba 1921 Bilhete Único da SPTrans e Terminal Urbano de ônibus de Carapicuíba (paga) centrais e laterais superfície Estação reconstruída pela FEPASA e reinaugurada em 25 de janeiro de 1979.
Precedido por
Estação Santa Teresinha
Distância: 1.374 metros
Linha 8 - Diamante
Estação Carapicuíba
Sucedido por
Estação General Miguel Costa
Distância: 2.081 metros


Ligações externas[editar | editar código-fonte]