Mairinque

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Mairinque
Bandeira de Mairinque
Brasão de Mairinque
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 27 de outubro
Fundação 27 de outubro de 1890 (123 anos)
Gentílico mairinquense
CEP 18120-000
Prefeito(a) Rubens Merguizo (PMDB)
(2013–2016)
Localização
Localização de Mairinque
Localização de Mairinque em São Paulo
Mairinque está localizado em: Brasil
Mairinque
Localização de Mairinque no Brasil
23° 32' 45" S 47° 10' 58" O23° 32' 45" S 47° 10' 58" O
Unidade federativa  São Paulo
Mesorregião Macro Metropolitana Paulista São Paulo/2014<http://saopaulo.sp.gov.br/spnoticias/lenoticia.php?id=236960
Microrregião Sorocaba IBGE/2008 [1]
Região metropolitana Sorocaba
Municípios limítrofes São Roque, Sorocaba, Alumínio, Ibiúna e Itu
Distância até a capital 65 km
Características geográficas
Área 209,757 km² [2]
População 43 225 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 206,07 hab./km²
Altitude 850 m
Clima sub-tropical Cfa
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,801 muito alto PNUD/2000 [4]
PIB R$ 589 118,588 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 13 590,13 IBGE/2008[5]
Página oficial

Mairinque é um município brasileiro do estado de São Paulo situado na Região Metropolitana de Sorocaba, na Mesorregião Macro Metropolitana Paulista e na Microrregião de Sorocaba. Localiza-se a uma latitude 23º32'45" sul e a uma longitude 47º11'00" oeste, estando a uma altitude de 850 metros. Sua população estimada em 2004 era de 45 376 habitantes.

História[editar | editar código-fonte]

A cidade foi fundada em 27 de outubro de 1890. Inicialmente chamada Vila Mayrink, que era parte de São Roque, tornou-se município com o nome de "Mairinque", em homenagem ao diretor da ferrovia Francisco de Paula Mayrink. Às margens da Estrada de Ferro Sorocabana, onde era o principal entroncamento dessa ferrovia, sua estação ferroviária foi a primeira arquitetura de concreto armado do Brasil, idealizada pelo arquiteto francês Victor Dubugras, e onde hoje funciona o museu da Sorocabana.

Geografia[editar | editar código-fonte]

O município de Mairinque está situado no interior do estado de São Paulo, a 70 quilômetros da capital, sendo a ela ligada pela Rodovia Raposo Tavares e também servida pela Rodovia Castelo Branco.

A sede do município localiza-se na latitude 23º32'45S e longitude 47º11'00O. Altitude (pés): 2.955.

Mairinque possui uma extensão territorial de 209,757 km², sendo que 18 km² representam áreas urbanas do município. Possui uma altitude média de 850m na sede do município. Sua topografia contém ligeiras ondulações. Seu clima é temperado e seco, cuja temperatura média é de 18 graus.

Demografia[editar | editar código-fonte]

Dados do Censo - 2000

População total: 39.975

  • Urbana: 34.340
  • Rural: 5.635
    • Homens: 20.004
    • Mulheres: 19.971

Densidade demográfica (hab./km²): 190,63

Mortalidade infantil até 1 ano (por mil): 13,70

Expectativa de vida (anos): 72,42

Taxa de fecundidade (filhos por mulher): 2,30

Taxa de alfabetização: 92,79%

Índice de Desenvolvimento Humano (IDH-M): 0,801

  • IDH-M Renda: 0,719
  • IDH-M Longevidade: 0,790
  • IDH-M Educação: 0,894

(Fonte: IPEADATA)

Variante Boa Vista-Guaianã km 169, em Mairinque

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

Transporte[editar | editar código-fonte]

Tem como meios de transporte as empresas de ônibus: Viação Cometa, Viação São Roque, Rápido Luxo Campinas e Jundiá, além da FERROBAN (antiga Fepasa, atual ALL), com ligação direta com o cais do Porto de Santos, 153 km; Campinas 114 km; Sorocaba 30 km e São Paulo 67 km.

Rodovias[editar | editar código-fonte]

Economia[editar | editar código-fonte]

Desde a instalação do parque industrial, a cidade e todo o município experimentaram um extraordinário progresso, e se irradiou velozmente por todos os setores de suas atividades pública, privada e social.

Com a expansão de seu parque industrial, mudou-se a fisionomia da cidade e muito de sua antiga rotina, ocasionando um rápido crescimento urbano, a vinda de novos estabelecimentos bancários e o desenvolvimento do comércio. Principais indústrias do município: Cargill, Otma Cosméticos, PhytoNatus Nutracêutica, Cuno Latina, Agrostahl, Fiorella, Soldatopo, Tortuga, Lancer, Eternox, Fersol, Imagraf, Ferplast, Neumatic, Etrúria e a firma de prestação de serviços CEFRI - Centrais de Estocagem Frigorificada.

Bairros de Mairinque[editar | editar código-fonte]

Norte

  • Moreiras
  • Porta do Sol
  • Olhos D´Agua
  • Varejão
  • Pitangueiras
  • Vale da Esperança
  • San José
  • Dona Catarina
  • Mato Dentro
  • Cristal
  • Trocadeiro

Sul

  • Chácara Manão
  • Reneville
  • Três Lagoinhas
  • Terras de São José
  • Jardim Vitória
  • Jardim Oriental
  • Setúbal
  • Sebandilha
  • Pouso Alegre

Leste

  • Marmeleiro
  • Recanto dos Eucaliptos
  • Vila Barreto
  • Vila Granada
  • Monjolinho

Oeste

  • Residencial Park
  • Cruzeiro gleba B
  • CECAP
  • Jardim Flora
  • Jardim Chácara Flora
  • Bairro Pantojo
  • Nova Esperança
  • Nova Mairinque

Central

  • Centro
  • Sorocabana
  • Jardim Cruzeiro

[6]

Administração:[editar | editar código-fonte]

Prefeito: Rubens Merguizo Filho (PMDB) - 1/1/2013 até 31/12/2016

Vice-prefeito: Marly Moraes (PSD)

Presidente da Câmara: Carlos Alberto Reis (PSD) - 1/1/2014 até 31/12/2014

Vereadores: Abner Segura Fernandes (PMDB) - Abner Segura

Fábio Melo dos Santos (PPS) - Biula

Giovani Huggler (PT) - Professor Giovani (1º secretário)

Helio Moretto Junior (PTB) - Helinho Moretto

Ildéia Maria de Souza (PT) - Déia

Kioshi Hirakawa (PTB) - Kioshi Hirakawa

Maria Selma da Silva (PSD) - Professora Selma

Ovídio Alexandre Azzini (PP) - Alexandre Peixinho

Roberto Wagner Simão Ierck (PRP) - Robertinho Ierck (2º secretário)

Rodrigo Augusto Conceição (PMDB) - Rodrigo da Imobiliária (vice-presidente)

Vitório Aldigheri Junior (PV) - Vitório Junior

Sobre os ex-vereadores: Em fevereiro de 2011, o ex-vereador Alex dos Santos Silva (PTB) - Prof. Alex - foi afastado do mandato por ter um mandado de prisão em seu nome. O ex-vereador foi absolvido de todas as acusações. Em seu lugar, assumiu o suplente Chicão do Flora (PTB).

Até setembro de 2011, o ex-vereador Jorginho da Esperança pertencia ao PMDB. Segundo o pedido de desfiliação, ele se desligou do partido por "motivos pessoais". Além de Jorginho, outros três vereadores mudaram de partido entre o final de setembro e o começo de outubro de 2011, são eles: Teixeira da Combloco, que era do PSL e foi para o PPL; Ricardo Veterinário, que era do PTB e foi para o PV; e Dr. Sérgio Ribeiro, que também era do PTB e foi para o PC do B. No final de 2012, Maria de Fátima Silva Parra, a Fátima da Lanchonete (PMDB) assumiu a cadeira de vereador deixada por Jorginho, que perdeu na Justiça o cargo por infidelidade partidária.

Em julho de 2011, os vereadores Déia (PT) e Ricardo Veterinário (até então do PTB) tiveram seus mandatos declarados "extintos" pelo presidente da Câmara, Jorginho da Esperança (à época no PMDB). No documento que extingue os cargos, o ex-vereador Jorginho explica o ato baseado no Decreto-Lei 201, de 1967, que é, na verdade, o famigerado Ato Institucional nº 4 (AI-4), da época da ditadura militar. Os dois vereadores entraram com recurso e voltaram à suas cadeiras quatro dias depois do ato do presidente.

Sobre o ex-vice-prefeito: José Edenilson Santana de Lima também mudou de partido. No começo de outubro de 2011, ele foi do DEM para o PTB, partido do ex-prefeito, Dennys Veneri. Em setembro de 2012, Denílson perdeu o cargo de vice-prefeito na Justiça.

Eleições 2012:[editar | editar código-fonte]

Rubens Merguizo Filho (PMDB) - Binho Merguizo - foi eleito prefeito. Marly Silva de Moraes (PSD) - Marly do Mercado - é a vice-prefeita eleita.

Dois vereadores foram reeleitos: Déia (PT) e Teixeira da Combloco (PPL). Além deles, foram eleitos ainda: Professor Giovani (PT), Rodrigo da Imobiliária (PMDB), Professora Selma (PSD), Helinho Moretto (PTB), Kioshi Hirakawa (PTB), Robertinho (PRP), Beto do Juarez (PSD), Abner Segura (PMDB), Biula (PPS), Vitório Júnior (PV) e Alexandre Peixinho (PP).

Referências

  1. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas IBGE_DTB_2008
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010. Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.
  6. Prefeitura Municipal de Mairinque,SP

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Mairinque