Araçariguama

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Araçariguama
Igreja Matriz de Araçariguama

Igreja Matriz de Araçariguama
Bandeira de Araçariguama
Brasão de Araçariguama
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 19 de maio
Fundação 6 de dezembro de 1653 (360 anos)
Gentílico araçariguamense
Lema Decolando para o futuro
Prefeito(a) Roque Normélio Hoffmann (PSDB)
(2013–2016)
Localização
Localização de Araçariguama
Localização de Araçariguama em São Paulo
Araçariguama está localizado em: Brasil
Araçariguama
Localização de Araçariguama no Brasil
23° 26' 20" S 47° 03' 39" O23° 26' 20" S 47° 03' 39" O
Unidade federativa  São Paulo
Mesorregião Macro Metropolitana Paulista
Microrregião Sorocaba IBGE/2008[1]
Região metropolitana Sorocaba
Municípios limítrofes Cabreúva, Itu, Pirapora do Bom Jesus, Santana de Parnaíba e São Roque
Distância até a capital 54 km[2]
Características geográficas
Área 146,331 km² [3]
População 17 085 hab. Censo IBGE/2010[4]
Densidade 116,76 hab./km²
Altitude 695 m
Clima Não disponível
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,77 alto PNUD/2000[5]
PIB R$ 1 467 906,650 mil IBGE/2008[6]
PIB per capita R$ 112 681,86 IBGE/2008[6]
Página oficial

Araçariguama é um município do estado de São Paulo, no Brasil, situado na Região Metropolitana de Sorocaba, na Mesorregião Macro Metropolitana Paulista e na Microrregião de Sorocaba. É conhecido como "O Portal do Interior".

Topônimo[editar | editar código-fonte]

"Araçariguama" é um termo tupi que significa "lugar em que os araçaris bebem água", através da junção dos termos arasari (araçari), 'y (água), 'u (beber) e aba (lugar).[7]

História[editar | editar código-fonte]

Igreja de Nossa Senhora da Penha[editar | editar código-fonte]

Edificada em 1648, a Capela de Nossa Senhora da Penha foi o local onde Gonçalo Bicudo Chassin deu início ao vilarejo que, mais tarde, se tornaria o povoado de Araçariguama. Construída em taipa de pilão, a Igreja de Nossa Senhora da Penha, que, em 1653, foi elevada à condição de paróquia e que, hoje, é a matriz do município, foi uma das mais importantes do território, então pertencente à Vila de Parnaíba.

A igreja localiza-se na área central do município e nas proximidades do Morro do Voturuna, onde, outrora, se encontravam os principais veios auríferos de São Paulo, tendo sido explorado por Affonso Sardinha já em 1590.

Depois de várias reformas em suas bases, principalmente as registradas em 1772 e 1833 e a última entre 1997 e 1998, a Igreja de Nossa Senhora da Penha foi vitimada por algumas transformações em sua estrutura arquitetônica, resguardando, porém, as características básicas do período de sua construção.

No contexto da expansão territorial de São Paulo, guarda, em sua existência, um dos principais referenciais históricos de toda a região.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localiza-se a uma latitude 23º26'19" sul e a uma longitude 47º03'41" oeste, estando a uma altitude de 695 metros. Sua população estimada em 2004 era de 13 324 habitantes.

Possui uma área de 146,3 km².

Demografia[editar | editar código-fonte]

Dados do Censo - 2000

População total: 11 154

  • Urbana: 7 240
  • Rural: 3 914
  • Homens: 5 733
  • Mulheres: 5 421

Densidade demográfica (hab./km²): 76,24

Mortalidade infantil até 1 ano (por mil): 20,26

Expectativa de vida (anos): 69,03

Taxa de fecundidade (filhos por mulher): 2,80

Taxa de alfabetização: 89,99%

Índice de Desenvolvimento Humano (IDH-M): 0,770

  • IDH-M Renda: 0,708
  • IDH-M Longevidade: 0,734
  • IDH-M Educação: 0,868

(Fonte: IPEADATA)

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

  • Represa de Pirapora, Rio Tiête, Ribeirão do Colégio, Córrego dos Macacos, Ribeirão Icavetá

Rodovias[editar | editar código-fonte]

  • Presidente Castello Branco- SP-280
  • Rodovia Gregório Spina
  • Rodovia Lívio Tagliashaki (Araçariguama-São roque)
  • Estrada Itapevi-Araçariguama
  • Estrada de Acesso a São Roque (54km)

Administração atual[editar | editar código-fonte]

Ex-prefeitos[editar | editar código-fonte]

  1. - Severino Alves Filho (1992-1996)-Emancipador
  2. - Moisés de Andrade (1996-2000)-Emancipador
  3. - Carlos Aymar Bechara (2000-2004)
  4. - Carlos Aymar Bechara (2006-2008)

Referências

  1. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas IBGE_DTB_2008
  2. Distâncias entre a cidade de São Paulo e todas as cidades do interior paulista. Página visitada em 24 de janeiro de 2011.
  3. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  4. Censo Populacional 2010 Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  5. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  6. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.
  7. NAVARRO, E. A. Dicionário de tupi antigo: a língua indígena clássica do Brasil. São Paulo. Global. 2013. p. 543.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]