Eurofighter Typhoon

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção necessita de referências de fontes secundárias fiáveis publicadas por terceiros (desde junho de 2013).
Por favor, melhore-o, incluindo referências mais apropriadas vindas de fontes fiáveis e independentes.
Fontes primárias, ou que possuem conflito de interesse geralmente não são suficientes para se escrever um artigo em uma enciclopédia.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Considere utilizar {{revisão-sobre}} para associar este artigo com um WikiProjeto e colocar uma explicação mais detalhada na discussão.
Eurofighter Typhoon
Eurofighter EF-2000 Typhoon F2 (ZJ910) da Força Aérea Real
Descrição
Fabricante Airbus Defence and Space
Entrada em serviço 4 de agosto de 2003
Missão Múltiplas funções
Tripulação 1 (piloto)
Dimensões
Comprimento 15,96 m
Envergadura 10,95 m
Altura 5,28 m
Peso
Tara 11.000 kg
Propulsão
Motores 2 motores EJ-200
Força (por motor) 90 kN
Performance
Velocidade máxima 2.510 km/h
(Mach
2.0
Alcance 2780 km
Teto máximo 19.812 m
Relação de subida 15.240 m/min
Armamento
Metralhadoras Um canhão Mauser MK 27 de 27 mm
Mísseis/Bombas mísseis AIM120 Amraam, Meteor, Sidewinder, Asraam, IRIS-, Sidewinder, Asraam, IRIS-T / mísseis Storm Shadow, Taurus MAW, Brimstone ( Hell Fire) Bombas Guiadas a laser
Alcance do radar: 175km; Razão de rolamento: 240°/s; Taxa de giro: 31°/s; Fator de carga: 9Gs

O Eurofighter Typhoon é um avião de caça e caça-bombardeiro europeu, desenvolvido por um programa conjunto envolvendo as empresas Alenia Aeronautica, BAE Systems e EADS e os governos do Reino Unido, Alemanha, Itália e Espanha. [1] [2] [3]

Em janeiro de 2014 a EADS foi extinta pela Airbus, que criou uma nova divisão aeroespacial, a Airbus Defence and Space. A ADS passou a ser a responsável pela fabricação do caça, em sua unidade de aviões militares.[4]

Especificações[editar | editar código-fonte]

Cockpit da aeronave.

Sua tecnologia inova vários apetrechos que um caça a jato não tem como a sua capacidade de obter uma velocidade supersônica por longos períodos e chegar a esta velocidade sem um pós combustor, ou seja, é capaz de fazer supercruise. Os caças normalmente ficam nesta velocidade por pouco tempo por causa da imensa quantidade de combustível consumida. Junto com esta tecnologia pode decolar em poucos metros além do que é necessário a um consecutivo avião de guerra, mas não chegando a habilidade do F-35B Jont Strike Fighter. Foi concorrente no Projeto FX-2 da FAB

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. "20th Eurofighter Typhoon Squadron established at Trapani Air Force Base." eurofighter.com, 15 November 2012. Retrieved: 17 November 2012.
  2. "Benefits to Industry." eurofighter.com. Retrieved: 31 January 2012.
  3. "Overview." eurofighter.com. Retrieved: 31 January 2012.
  4. What goes where (em inglês). Airbus Defence and Space. Página visitada em 11 de fevereiro de 2014.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui multimídias sobre Eurofighter Typhoon
Ícone de esboço Este artigo sobre aviação, integrado ao Projeto Aviação, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.