Eurofighter Typhoon

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção necessita de referências de fontes secundárias fiáveis publicadas por terceiros (desde junho de 2013).
Por favor, melhore-o, incluindo referências mais apropriadas vindas de fontes fiáveis e independentes.
Fontes primárias, ou que possuem conflito de interesse geralmente não são suficientes para se escrever um artigo em uma enciclopédia.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Considere utilizar {{revisão-sobre}} para associar este artigo com um WikiProjeto e colocar uma explicação mais detalhada na discussão.
Eurofighter Typhoon
Eurofighter EF-2000 Typhoon F2 (ZJ910) da Força Aérea Real
Descrição
Fabricante Airbus Defence and Space
Custo
unitário
€90 milhões
Entrada em serviço 4 de agosto de 2003
Missão Múltiplas funções
Tripulação 1 (piloto)
Dimensões
Comprimento 15,96 m
Envergadura 10,95 m
Altura 5,28 m
Peso
Tara 11.000 kg
Propulsão
Motores 2 motores EJ-200
Força (por motor) 90 kN
Performance
Velocidade máxima 2.510 km/h (Mach 2.0)
Alcance 2780 km
Teto máximo 19.812 m
Relação de subida 15.240 m/s
Armamento
Metralhadoras Um canhão Mauser MK 27 de 27 mm
Mísseis/Bombas mísseis AIM120 Amraam, Meteor, Sidewinder, Asraam, IRIS-, Sidewinder, Asraam, IRIS-T / mísseis Storm Shadow, Taurus MAW, Brimstone ( Hell Fire) Bombas Guiadas a laser
Notas
Alcance do radar: 175km; Razão de rolamento: 240°/s; Taxa de giro: 31°/s; Fator de carga: 9Gs

O Eurofighter Typhoon é um avião de caça e caça-bombardeiro europeu, desenvolvido por um programa conjunto envolvendo as empresas Alenia Aeronautica, BAE Systems e pela ADS (Airbus Defence and Space), ex-EADS e os governos do Reino Unido, Alemanha, Itália e Espanha. [1] [2] [3]

Em janeiro de 2014 a EADS foi extinta pela Airbus, que criou uma nova divisão aeroespacial, a Airbus Defence and Space. A ADS passou a ser a responsável pela fabricação do caça, em sua unidade de aviões militares.[4]

Especificações[editar | editar código-fonte]

Cockpit da aeronave.

Sua tecnologia inova vários apetrechos que um caça a jato não tem como a sua capacidade de obter uma velocidade supersônica por longos períodos e chegar a esta velocidade sem um pós combustor, ou seja, é capaz de fazer supercruise. Os caças normalmente ficam nesta velocidade por pouco tempo por causa da maior quantidade de combustível consumida.[carece de fontes?] Junto com esta tecnologia pode decolar em poucos metros além do que é necessário a um consecutivo avião de guerra.[necessário esclarecer] Foi concorrente no Projeto FX-2 da FAB

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. "20th Eurofighter Typhoon Squadron established at Trapani Air Force Base." eurofighter.com, 15 November 2012. Retrieved: 17 November 2012.
  2. "Benefits to Industry." eurofighter.com. Retrieved: 31 January 2012.
  3. "Overview." eurofighter.com. Retrieved: 31 January 2012.
  4. What goes where (em inglês) Airbus Defence and Space. Visitado em 11 de fevereiro de 2014.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Eurofighter Typhoon
Ícone de esboço Este artigo sobre aviação, integrado ao Projeto Aviação, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.