Fernando II, Duque de Bragança

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Fernando II, Duque de Bragança
Governo
Consorte Leonor de Meneses
Isabel de Viseu
Vida
Nascimento 1430
Morte 20 de junho de 1483 (53 anos)
Évora
Pai Fernando I, Duque de Bragança
Mãe Joana de Castro

D. Fernando II (1430Évora, 20 de junho de 1483) foi o 3º Duque de Bragança, filho mais velho de D. Fernando I, Duque de Bragança e sua esposa D. Joana de Castro. Foi executado em Évora, em 1483, por ordem do Rei D. João II. Teve excelentes relações com D. Afonso V, foi feito fronteiro das províncias de Entre-Douro-e-Minho e de Trás-os-Montes. Recebeu o título de Conde de Guimarães que em breve se elevou a ducado. Acompanhou o rei em várias campanhas em África.

Quando em 1478 sucedeu a seu pai no Ducado de Bragança, tornou-se titular do maior domínio senhorial, não só de Portugal, como de Castela, Navarra e Aragão. Com a subida ao trono de D. João II em 1481, que com os seus desejos de fortalecer o poder real e as providências que tomava contra as excessivas regalias das classes privilegiadas, levaram o Duque de Bragança, alcaide de numerosas fortalezas, a protestar, declarando-a lesiva da sua dignidade e excessivamente rigorosa, sendo, nesta atitude, acompanhado dos irmãos e do Duque de Viseu.

Entre as escrituras existentes de doações e privilégios dados ao Ducado de Bragança e guardados num certo cofre em Vila Viçosa, o vedor da fazenda diz ter encontrado cartas onde o Duque de Bragança receoso da inimizade do novo Rei, tentava ganhar aliados em Castela. A partir das cópias mandadas executar por D. João II dessas mesmas cartas, o Duque de Bragança foi julgado em Évora, condenado à morte e executado em 20 de Junho de 1483. D. Manuel I viria a anular este processo mais tarde, em 1500, e a devolver as terras e os títulos ao seu filho, D. Jaime.

Não se pode precisar se D. João II tinha razão ou se tudo não passou de pura suspeita, que aproveitou para se desfazer do duque e da Casa de Bragança, pois na sentença confiscou-lhe todos os bens que passaram para a coroa. Realmente, D. João II parece ter-se excedido nos cenários do julgamento, mandando até decorar a sala onde se procedeu ao julgamente no paço, onde o Rei se instalara, com panos onde figuravam cenas da história de Trajano, com exemplos de "severidade e justiça" desse imperador de Roma.

O duque casara duas vezes; a primeira em 1447, tendo apenas 17 anos de idade, com D. Leonor de Meneses filha de D. Pedro de Meneses; a segunda (1472) com D. Isabel de Viseu, filha do infante D. Fernando.

Descendência[editar | editar código-fonte]

Do primeiro matrimónio, com Leonor de Meneses, não houve filhos;

Do segundo, com Isabel de Viseu, os seguintes;

Fonte[editar | editar código-fonte]


Precedido por
D. Fernando I
Armas duques bragança.png
Duque de Bragança

1478 — 1483
Sucedido por
D. Jaime I
Ícone de esboço Este artigo sobre História de Portugal é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.