José, Príncipe do Brasil

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Dom José
Príncipe do Brasil
Duque de Bragança
Príncipe da Beira
Período 21 de agosto de 1761 - 24 de fevereiro de 1777
Predecessor D. Maria Francisca
Sucessor D. Maria Teresa
Príncipe do Brasil
Período 24 de fevereiro de 1777 - 11 de setembro de 1788
Predecessor D. Maria Francisca
Sucessor D. João
Duque de Bragança
Período 20 de agosto de 1761 - 11 de setembro de 1788
Predecessor D. Maria Francisca
Sucessor D. João
Cônjuge D. Maria Francisca
Nome completo
José Francisco Xavier de Paula Domingos António Agostinho Anastácio de Bragança
Casa Bragança
Pai D. Pedro III de Portugal
Mãe D. Maria I de Portugal
Nascimento 20 de agosto de 1761
Lisboa, Portugal
Morte 11 de setembro de 1788 (27 anos)
Lisboa, Portugal
Enterro Panteão dos Braganças, Portugal

Dom José Francisco Xavier de Paula Domingos António Agostinho Anastácio de Bragança (Lisboa, 21 de agosto de 1761Lisboa, 11 de setembro de 1788) foi o filho primogénito da Rainha D. Maria I e de seu consorte, D. Pedro III.

Vida[editar | editar código-fonte]

Nascido no Palácio da Ajuda, em Lisboa, D. José foi titulado Príncipe da Beira por seu avô materno ao nascer, tornando-se o primeiro homem a receber tal título. Ele era o herdeiro aparente de sua mãe, então titulada Princesa do Brasil e proclamada herdeira da coroa portuguesa.

Teve os títulos de 8.º Príncipe do Brasil, 2.º Príncipe da Beira, 14.º Duque de Bragança, 8.º Duque de Barcelos, 13.º Marquês de Vila Viçosa, 21.º Conde de Barcelos, 18.º Conde de Ourém, 15.º Conde de Arraiolos e 15.º Conde de Neiva.

Foi educado por tutores. Tendo sido indicados pelo seu avô rei, D. José I, em 7 de Dezembro de 1768, como seu confessor Frei Manuel do Cenáculo e para instrutor de ler, e escrever António Domingues do Passo[1] .

No dia 21 de Fevereiro de 1777, em Lisboa, D. José desposou sua tia materna, a Infanta Maria Francisca Benedita (1746-1829). Na época, ele tinha quinze anos de idade e sua noiva, trinta. Eles não tiveram filhos.

Três dias depois do casamento, o Rei D. José I, seu avô e pai de sua esposa, faleceu, e sua mãe ascendeu ao trono. D. José, como novo príncipe herdeiro da coroa, tornou-se Príncipe do Brasil e o 14.° Duque de Bragança.

Era membro da Maçonaria.[2]

O Príncipe D. José faleceu prematuramente de varíola em Lisboa, aos vinte e sete anos. Seu corpo está sepultado no Panteão dos Braganças, em São Vicente de Fora, tendo a sua morte contribuído para a suposta "loucura" da sua mãe, a Rainha.

O seu irmão menor D. João tornou-se o herdeiro da coroa e, mais tarde, rei de Portugal, com o nome de João VI de Portugal.

Referências

Precedido por
D. Maria Francisca
Príncipe do Brasil
Sucedido por
D. João
Precedido por
D. Maria Francisca
Príncipe da Beira
Sucedido por
D. Maria Teresa
Precedido por
D. Maria I de Bragança
Armas novas duques bragança.png
Duque de Bragança

Sucedido por
D. João VI de Bragança
Realeza Portuguesa
Casa de Bragança
Descendência
Duchy of Braganza (1640-1910).png