Frances Allen

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou secção está a ser traduzido de de:Frances E. Allen. Ajude e colabore com a tradução.
Frances Elizabeth "Fran" Allen
Ciência da computação
Frances Allen, em 2008
Nacionalidade Estados Unidos Estadunidense
Nascimento 4 de agosto de 1932 (81 anos)
Local Peru, Nova Iorque
Atividade
Campo(s) Ciência da computação
Prêmio(s) Prêmio Turing (2006)

Frances Elizabeth "Fran" Allen (Peru, Nova Iorque, 4 de agosto de 1932) é uma informática estadunidense e pioneira no campo de otimização de compiladores. Suas realizações incluem trabalho influente em compiladores, otimização de códigos e computação paralela. Ela também teve um trabalho de inteligência em linguagens de progamação e códigos de segurança para a National Security Agency.[1] [2]

Allen foi a primeira IBM Fellow e em 2006 tornou-se a primeira mulher a ganhar o Prêmio Turing.[3]

Carreira

Allen cresceu numa fazenda em Peru, Nova Iorque e graduou-se na The New York State College for Teachers (agora State University of New York at Albany) como Bacharel em Ciências Matemáticas em 1954.[4] Ela recebeu seu mestrado em matemática na University of Michigan em 1957 and começou a escola de magistério em Peru, Nova Iorque[5] . Afundada em dívidas, ela começou a trabalhar na IBM em 15 de julho de 1957 e planejava ficar até seus empréstimos estudantis serem pagos, mas terminou trabalhando lá por todos os 45 anos de sua carreira.

"O trabalho de Fran Allen teve um impacto enorme na pesquisa compiladores. Tanto sozinha como em trabalho conjunto com John Cocke, ela introduziu muitas das abstrações, algorítimos e implementações que criaram a base para a tecnologia de optimização de programas automáticos. O trabalho de 1966 de Allen, "Program Optimization" (Otimização de Programas), foi a base conceitual para a análise sistemática e transformação dos programas de computador. Esse trabalho introduziu o uso de estruturas grafo-teoréticas para codificar o conteúdo de programas para derivar e identificar oportunidades de otimização de forma automática e eficiente. Seus trabalhos de 1970, "Control Flow Analysis" e "A Basis for Program Optimization", estabeleceram "intervalos" como o contexto para análise e otimização eficiente e efetiva do fluxo de dados. Seu trabalho de 1971 com Cocke, "A Catalog of Optimizing Transformations", forneceu a primeira descrição e sistematização de transformações em optimização. Seus trabalhos de 1973 e 1974 sobre análise de fluxo de dados interprocedural estendeu a análise para programas inteiros. Seu trabalho de 1976 com Cocke descreve uma das duas principais estratégias de análise usadas em otimização de compiladores hoje em dia. Allen desenvolveu e implementou seus métodos como parte de compiladores para a IBM STRETCH-HARVEST e o experimental Advanced Computing System. Esse trabalho estabeleceu a viabilidade e estrutura das máquinas modernas - e otimizadores de código independente. Ela começou a estabelecer e liderar o Projeto PTRAN sobre execução paralela automatizada de programas FORTRAN. Seu time de PTRAN desenvolveu novos esquemas de detecção de paralelismo e criou o conceito de gráfico de dependência de programas, um método de de estruturação primária usado pela maioria dos compiladores de paralelização.
-—Association For Computing Machinery (ACM), Citação para o Prêmio Turing 2006[6]

Allen tornou-se a primeira mulher IBM Fellow em 1989. Em 2007, o Prêmio IBM Ph.D. Fellowship foi criado em sua homenagem.

Prêmios e Homenagens[editar | editar código-fonte]

Allen é membro do IEEE (Institute of Electrical and Electronics Engineers) e da Association for Computing Machinery (ACM). Em 2000, ela foi escolhida membro do Computer History Museum "pela sua contribuíção para a otimização e compilação de programas e computação paralela."[7] Ela é parte atualmente do Computer Science and Telecommunications Board, do Computer Research Associates (CRA) board e National Science Foundation's CISE Advisory Board. Ela é membro da National Academy of Engineering e da American Philosophical Society. Ela foi eleita como membro da American Academy of Arts and Sciences em 1994.[8]

Em 1997, Allen foi indicada ao WITI Hall of Fame[9] . Ela se aposentou da IBM em 2002 e ganhou o Augusta Ada Lovelace Award naquele ano da Associação pelas Mulheres na Computação.

Em 2007, Allen foi reconhecida pelo seu trabalho de alta performance em computação quando ela recebeu o Prêmio Turing em 2006.[10] Ela tornou-se a primeira mulher a receber em 40 anos de história do prêmio que é considerado o equivalente ao Prêmio Nobel para computação e é oferecido pela Association for Computing Machinery. Ela foi reconhecida como doutora honorária em ciências na formatura de inverno da SUNY University em Albany.[11] [12] [13] [14] [15] Em entrevistas depois do prêmio, ela disse que espera que isso dê mais "oportunidades para mulheres em ciências, computação e engenharia".[16] Em 2009, ela foi reconhecida como doutora honorária em ciências pela Universidade McGill pelas suas "contribuições pioneiras para a teoria e prática de técnicas de otimização de compiladores que foram a fundação para os otimizações de compiladores modernos e execução paralela automatizada".

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. IBM Corporation, "IBM Fellow becomes first woman to receive A. M. Turing Award"
  2. Crump, Micheal, "Frances Allen's Computer Tipping"UAB Kaleidoscope magazine, University of Alabama em Birmingham, 21 de Setembro de 2009.
  3. Jr, S.; Guy, L. (2011). "An interview with Frances E. Allen".Communications of the ACM 54: 39.doi:10.1145/1866739.1866752
  4. Lohr, Steve (August 6, 2002). Scientist at Work: Frances Allen; Would-Be Math Teacher Ended Up Educating a Computer Revolution. New York Times
  5. Lasewicz, Paul (April 5, 2003). transcrição de entrevista com Frances Allen.
  6. http://awards.acm.org/citation.cfm?id=1012327&srt=year&year=2006&aw=140&ao=AMTURING
  7. "Frances Allen". Computer History Museum.
  8. "Book of Members, 1780-2010: Chapter A". American Academy of Arts and Sciences.
  9. WITI Hall of Fame
  10. "Turing Award Citation"Association for Computing Machinery.
  11. Perelman, Deborah (February 27, 2007). "Turing Award Anoints First Female Recipient"eWEEK (Ziff Davis Enterprise).
  12. Associated Press (February 21, 2007). First Woman Honored With Turing Award.
  13. "First Woman to Receive ACM Turing Award" (Press release). The Association for Computing Machinery. 21 de fevereiro de 2007
  14. Lombardi, Candace (February 26, 2007). "Newsmaker: From math teacher to Turing winner". Retrieved 2007-11-05.
  15. Marianne Kolbasuk McGee (26 de fevereiro de 2007, online em 24 de fevereiro de 2007). "There's Still A Shortage Of Women In Tech, First Female Turing Award Winner Warns"InformationWeek(CMP Media).
  16. Thomas, Jeffrey (16 March 2007). "Turing Award Winner Sees New Day for Women Scientists, Engineers". Bureau of International Information Programs, U.S. Department of State. Retrieved 2007-11-05


Precedido por
Peter Naur
Prêmio Turing
2006
Sucedido por
Edmund Clarke, Ernest Allen Emerson e Joseph Sifakis