Gabriel Paulista

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Gabriel Paulista
Informações pessoais
Nome completo Gabriel Armando de Abreu
Data de nasc. 26 de novembro de 1990 (23 anos)
Local de nasc. São Paulo,  Brasil
Altura 1,87 m[1] [2]
Informações profissionais
Clube atual Espanha Villarreal
Número 20
Posição Zagueiro
Clubes de juventude
00002009 Brasil Vitória
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos (golos/gols)
20102013
2013
Brasil Vitória
Espanha Villarreal
00141 0000(7)
00021 0000(0)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 21 de janeiro de 2014.

Gabriel Armando de Abreu,[1] [2] mais conhecido como Gabriel Paulista (São Paulo, 26 de novembro de 1990), é um futebolista brasileiro que atua como zagueiro. Atualmente, defende o Villarreal.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Gabriel foi promovido aos profissionais do Vitória em 2010, fazendo sua estreia no estadual daquele ano, em vitória por 3 a 1 sobre o Camaçari.[3] Integrou, mas como reserva, o grupo que conquistou aquela edição do Campeonato Baiano e, meses depois, foi também finalista da Copa do Brasil, quando acabou derrotado pelo Santos que, na época protagonizado por Neymar e Paulo Henrique Ganso, vivia uma de suas melhores fases recentes. Apesar de então não ser titular do time, Gabriel disputou os dois jogos da final, o segundo deles improvisado como lateral, devido à lesão do seu companheiro de equipe.[4] No segundo semestre, já durante a disputa do Brasileirão, foi titular apenas nas últimas partidas do campeonato, amargando o rebaixamento à Série B por apenas um ponto. Ainda neste mesmo ano, no mês de dezembro, foi campeão do Campeonato do Nordeste.

Já no início do ano seguinte, participou de alguns encontros no estadual, onde o "Leão da Barra" acabou sendo surpreendido na final pelo modesto Bahia de Feira, que conquistou seu primeiro título estadual em pleno Barradão. No segundo semestre, mais uma vez, foi banco durante a maior parte do Campeonato Brasileiro, e virou titular na reta final do torneio. O Vitória terminou na 5ª colocação, a um ponto do acesso, e enfrentou mais uma frustração naquela temporada.

Ao longo destes dois anos, o zagueiro conquistou títulos, enfrentou frustrações e até um rebaixamento, e consequentemente adquiriu experiência, fato que o firmou como titular a partir da temporada 2012, com a chegada do técnico Toninho Cerezo. Após apenas dois anos de carreira profissional, Gabriel tornou-se titular, e também neste ano marcou seu primeiro gol no time principal, numa derrota por 3 a 2 para a Juazeirense.[5] Deixou sua marca também nas vitórias por 5 a 0 sobre o Atlético de Alagoinhas[6] e sobre o Bahia por 3 a 2.[7] O principal objetivo do Vitória no ano acabou sendo conquistado no segundo semestre: após o fracasso no ano anterior por apenas um ponto, o acesso finalmente veio no Brasileirão Série B de 2012. Após uma boa sequência de vitórias, feito que o manteve na liderarança do campeonato durante 11 rodadas, o "Leão" acabou tendo uma queda de desempenho após a saída do treinador Paulo César Carpegiani, em outubro, mas conquistou a promoção à Série A do ano seguinte após empate em 1 a 1 com o Ceará na última rodada, em jogo realizado num Barradão lotado.

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Atualizado até 14 de agosto de 2013.
Clube Ano Campeonato
estadual
Copa
nacional
Campeonato
nacional
Competições
Sul-Americanas1
Outras
competições2
Total
Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols
Brasil Vitória
2010 1 0 2 0 11 0 0 0 8 0 22 0
2011 10 0 0 0 17 0 0 0 0 0 27 0
2012 17 4 5 0 35 0 0 0 0 0 57 4
2013 10 1 3 0 14 1 0 0 8 1 35 3
Total 38 5 10 0 77 1 0 0 16 1 141 7
Total na carreira 38 5 10 0 77 1 0 0 16 1 141 7

1 Incluindo a Copa Sul-Americana.
2 Incluindo a Copa do Nordeste.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Vitória

Prêmios Individuais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Perfil. ecvitoria.com.br. Página visitada em 7 de junho de 2013.
  2. a b Gabriel Paulista. ogol.com.br. Página visitada em 7 de junho de 2013.
  3. Vitória mostra postura defensiva, mas bate o Camaçari. atarde.com.br (7 de março de 2010). Página visitada em 5 de março de 2012.
  4. VITÓRIA 2 X 1 SANTOS. ANÁLISE TÁTICA. FINAL DA COPA DO BRASIL. esquemastaticos.com.br (5 de agosto de 2010). Página visitada em 5 de março de 2012.
  5. Vitória é surpreendido pelo Juazeirense e fica longe do líder. esportes.terra.com.br (9 de fevereiro de 2010). Página visitada em 5 de março de 2012.
  6. Ficha do Jogo: Vitória 5 x 0 Atlético-BA - 04/03/12 - 13ª rodada do Campeonato Baiano 2012. ecvitorianoticias.com (5 de março de 2010). Página visitada em 5 de março de 2012.
  7. Em clássico emocionante, Vitória leva a melhor e derrota o Bahia: 3 a 2. globoesporte.globo.com (18 de março de 2012). Página visitada em 19 de março de 2012.
  8. FBF e Rede Bahia premiaram os melhores do Baianão 2012. fbfweb.org (15 de maio de 2012). Página visitada em 15 de maio de 2012.
  9. Seleção Rubro-Negra: Vitória domina lista dos melhores do Baianão 2013. globoesporte.globo.com (21 de maio de 2013). Página visitada em 21 de maio de 2013.