Campeonato Brasileiro de Futebol de 2012 - Série B

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Campeonato Brasileiro de 2012 - Série B
Brasileirão 2012 - Série B
Brasil.
Dados
Participantes 20
Organização CBF
Período 18 de maio24 de novembro
Gol(o)s 1051
Jogos 380
Média 2,77 gol(o)s por partida
Campeão Goiás
Vice-campeão Criciúma
Promovido(s) Goiás
Criciúma
Atlético Paranaense
Vitória
Rebaixado(s) CRB
Guarani
Ipatinga
Grêmio Barueri
Melhor marcador Zé Carlos (Criciúma) – 27 gols
Melhor ataque (fase inicial) Criciúma – 78 gols
Melhor defesa (fase inicial) 37 gols:
Maiores goleadas
(diferença)
Joinville 6–0 Ipatinga
Arena JoinvilleJoinville
17 de julho, 11ª rodada
 
Ipatinga 0–6 Goiás
Estádio IpatingãoIpatinga
3 de agosto, 15ª rodada
 
Grêmio Barueri 0–6 Atlético Paranaense
Arena BarueriBarueri
7 de setembro, 23ª rodada
Público 1 767 183
Média 4 675,1 pessoas por partida
◄◄ Brasil Série B 2011 Soccerball.svg Série B 2013 Brasil ►►

A Série B do Campeonato Brasileiro de Futebol de 2012 foi uma competição de futebol realizada no Brasil, equivalente à segunda divisão. Foi disputada por 20 clubes, entre 18 de maio e 24 de novembro.[1] Os quatro primeiros colocados ascenderam à Série A de 2013 e os quatro últimos foram rebaixados à Série C de 2013.

O Goiás, rebaixado em 2010, foi o primeiro clube a ser promovido para a primeira divisão de 2013 após derrotar o Grêmio Barueri por 3–0 no Estádio Serra Dourada, na 36ª rodada.[2] Na última rodada a equipe assegurou o título após vencer o Joinville no Serra Dourada, de virada, por 2–1 e atingindo 78 pontos. Foi a segunda vez que o Goiás conquistou a Série B após o primeiro título em 1999.[3]

Além do Goiás, a definição do acesso para a Série A começou a definir-se na 36ª rodada, quando o Criciúma também se garantiu ao empatar sem gols em casa contra o Atlético Paranaense, encerrando oito anos de ausência da elite do futebol brasileiro.[4] Atlético Paranaense e Vitória completaram o grupo dos promovidos após os empates contra Paraná e Ceará por 1–1, respectivamente, na 38ª rodada.[5] [6]

Entre as equipes rebaixadas para a Série C, o Grêmio Barueri foi o primeiro a perder a categoria mesmo sem entrar em campo, após a vitória do Bragantino sobre o Joinville na 36ª rodada, em Bragança Paulista.[7] Na mesma rodada, o Ipatinga também confirmou a queda ao ser derrotado pelo Paraná por 2–0, fora de casa.[8] Os dois últimos rebaixados foram definidos apenas na última rodada: o Guarani, após perder para o São Caetano, em Campinas, por 2–1, e o CRB, mesmo vencendo o ASA por 4–2, em Arapiraca.[9] [10]

Regulamento[editar | editar código-fonte]

Pelo sétimo ano consecutivo, a Série B foi disputada por 20 clubes no sistema de ida e volta por pontos corridos. Em cada turno, os times jogaram entre si uma única vez. Os jogos do primeiro turno foram realizados na mesma ordem no segundo turno, apenas com o mando de campo invertido. Não há campeões por turnos, sendo declarado campeão o time que obtiver o maior número de pontos após as 38 rodadas. Ao final, os quatro primeiros times ascenderam para a Série A de 2013, da mesma forma que os quatro últimos caíram para a Série C do ano seguinte.[11]

Critérios de desempate[editar | editar código-fonte]

Em caso de empate por pontos entre dois clubes, os critérios de desempate foram aplicados na seguinte ordem:[11]

  1. Número de vitórias
  2. Saldo de gols
  3. Gols marcados
  4. Confronto direto
  5. Número de cartões vermelhos
  6. Número de cartões amarelos
  7. Sorteio

Participantes[editar | editar código-fonte]

Campeonato Brasileiro de Futebol de 2012 - Série B (Brasil)
Red pog.svg
Red pog.svg
Red pog.svg
Localização dos times.
Equipe Cidade Estado Em 2011 Estádio Capacidade[12] Títulos
ABC Natal Rio Grande do Norte RN 10º Frasqueirão 15 082 0 (não possui)
América de Natal Natal Rio Grande do Norte RN 4º (Série C) Nazarenão[a] 4 000 0 (não possui)
América Mineiro Belo Horizonte Minas Gerais MG 19º (Série A) Independência 23 000 1 (1997)
ASA Arapiraca Alagoas AL 16º Coaracy Fonseca 12 500 0 (não possui)
Atlético Paranaense Curitiba Paraná PR 17º (Série A) Gigante do Itiberê[b]
Eco-Estádio[b]
9 070
10 000
1 (1995)
Avaí Florianópolis Santa Catarina SC 20º (Série A) Ressacada 17 537 0 (não possui)
Boa Esporte Varginha Minas Gerais MG Melão 15 471 0 (não possui)
Bragantino Bragança Paulista São Paulo SP Nabi Abi Chedid 17 022 1 (1989)
Ceará Fortaleza Ceará CE 18º (Série A) Presidente Vargas[c] 20 268 0 (não possui)
CRB Maceió Alagoas AL 2º (Série C) Rei Pelé 18 801 0 (não possui)
Criciúma Criciúma Santa Catarina SC 14º Heriberto Hülse 19 900 1 (2002)
Goiás Goiânia Goiás GO 11º Serra Dourada 41 574 1 (1999)
Grêmio Barueri Barueri São Paulo SP Arena Barueri 31 452 0 (não possui)
Guarani Campinas São Paulo SP 12º Brinco de Ouro 29 130 1 (1981)
Guaratinguetá[d] Guaratinguetá São Paulo SP Dario Rodrigues Leite 16 095 0 (não possui)
Ipatinga Ipatinga Minas Gerais MG 3º (Série C) Ipatingão 16 000 0 (não possui)
Joinville Joinville Santa Catarina SC 1º (Série C) Arena Joinville 22 400 0 (não possui)
Paraná Curitiba Paraná PR 13º Vila Capanema 16 720 2 (1992, 2000)
São Caetano São Caetano do Sul São Paulo SP 15º Anacleto Campanella 16 744 0 (não possui)
Vitória Salvador Bahia BA Barradão 35 000 0 (não possui)

Classificação[editar | editar código-fonte]

Pos Times Pts J V E D GP GC SG % M Classificação ou rebaixamento
1 Goiás Goiás 78 38 23 9 6 75 37 +38 68 Estável Promovidos à Série A de 2013
2 Santa Catarina Criciúma 73 38 22 7 9 78 57 +21 64 Estável
3 Paraná Atlético Paranaense 71 38 21 8 9 65 37 +28 62 Estável
4 Bahia Vitória 71 38 21 8 9 59 43 +16 62 Estável
5 São Paulo São Caetano 71 38 20 11 7 58 38 +20 62 Estável
6 Santa Catarina Joinville 60 38 17 9 12 58 40 +18 52 Estável
7 Santa Catarina Avaí 59 38 18 5 15 44 42 +2 52 Estável
8 Minas Gerais América Mineiro 55 38 16 7 15 63 58 +5 48 Aumento1
9 Rio Grande do Norte América de Natal 54 38 14 12 12 60 61 –1 47 Baixa1
10 Paraná Paraná 52 38 14 10 14 50 47 +3 45 Estável
11 Ceará Ceará 47 38 12 11 15 51 52 –1 41 Estável
12 Rio Grande do Norte ABC 45 38 11 12 15 50 52 –2 39 Aumento1
13 Alagoas ASA 44 38 13 5 20 48 56 –8 38 Baixa1
14 São Paulo Bragantino 44 38 12 8 18 45 53 –8 38 Aumento1
15 Minas Gerais Boa Esporte 44 38 11 11 16 51 63 –12 38 Baixa1
16 São Paulo Guaratinguetá 43 38 13 4 21 41 63 –22 38 Aumento1
17 Alagoas CRB 42 38 12 6 20 47 67 –20 37 Aumento1 Rebaixados à Série C de 2013
18 São Paulo Guarani 41 38 10 11 17 36 47 –11 36 Baixa2
19 Minas Gerais Ipatinga 31 38 8 7 23 38 73 –35 27 Estável
20 São Paulo Grêmio Barueri 30 38 7 9 22 38 69 –31 26 Estável

Confrontos[editar | editar código-fonte]

  ABC AMM AMN ASA ATP AVA BOA BRG CEA CRB CRI GOI GBR GUA GTA IPA JOI PAR SCA VIT
ABC 0–2 2–2 1–1 0–1 1–2 1–2 1–0 0–1 4–2 2–2 3–2 2–1 3–1 3–0 2–2 0–0 2–0 0–1 0–1
América-MG 3–3 1–1 0–1 3–2 1–0 3–2 3–2 1–3 4–0 3–0 1–2 1–2 1–1 2–1 3–1 0–2 0–0 2–5 1–2
América-RN 1–0 1–1 2–0 0–2 1–0 4–4 2–1 1–1 3–3 1–4 5–2 2–1 1–0 4–1 2–1 3–1 2–1 0–2 2–2
ASA 3–1 3–2 0–2 2–3 1–0 3–2 1–1 3–0 2–4 1–2 0–1 1–1 1–0 3–1 3–0 1–0 1–1 4–1 2–3
Atlético-PR 2–1 5–4 1–1 1–0 3–1 2–1 0–0 2–1 4–1 1–0 0–0 3–0 1–1 3–0 1–0 1–1 1–1 0–1 0–1
Avaí 3–1 2–0 2–2 2–0 1–2 2–1 1–0 2–1 1–0 1–1 1–4 2–1 1–0 2–0 2–1 1–2 3–1 1–0 2–0
Boa Esporte 0–0 2–1 1–1 3–2 2–1 2–2 3–0 1–0 0–0 0–4 2–2 4–1 1–2 0–1 2–1 0–0 2–1 1–3 1–2
Bragantino 1–2 2–0 1–0 2–2 2–1 1–0 3–0 1–3 0–2 3–4 3–3 2–2 0–0 1–0 0–2 1–0 3–3 2–3 3–0
Ceará 4–2 1–2 4–0 3–2 1–0 0–1 1–1 1–2 1–2 2–2 2–2 2–0 1–0 1–1 1–1 4–3 0–1 2–2 1–3
CRB 3–3 0–1 4–2 0–1 2–0 2–0 0–0 0–2 0–2 0–2 0–2 2–1 2–1 3–1 2–0 4–3 0–2 2–2 0–1
Criciúma 2–0 0–4 4–3 2–1 0–0 2–0 4–3 3–2 2–1 2–0 3–0 3–4 2–1 4–1 3–2 2–3 2–1 0–2 2–1
Goiás 1–1 2–0 1–0 4–0 3–2 2–0 2–0 1–0 0–0 1–0 1–0 3–0 5–0 1–1 4–0 2–1 2–0 0–0 4–3
Grêmio Barueri 0–3 0–1 2–3 1–0 0–6 2–0 1–2 0–0 0–0 0–0 1–4 2–0 2–2 2–3 2–0 1–1 1–2 2–2 0–1
Guarani 1–1 0–3 0–0 2–1 2–1 0–2 0–0 1–2 4–1 4–0 1–2 1–2 1–0 2–1 1–0 2–1 0–0 1–2 0–0
Guaratinguetá 2–1 1–2 0–2 2–1 0–1 1–1 0–0 2–0 2–1 1–2 2–1 0–3 2–1 2–1 3–1 0–3 2–0 0–1 1–0
Ipatinga 1–1 1–0 4–0 1–0 1–1 1–2 1–2 2–1 1–2 3–2 2–3 0–6 0–3 0–0 2–3 1–0 2–0 1–2 1–1
Joinville 0–0 2–2 1–0 1–0 1–4 1–0 3–0 1–0 1–1 3–1 3–1 1–0 4–0 2–0 2–1 6–0 3–1 0–0 1–1
Paraná 1–2 0–1 1–0 2–0 1–2 1–1 2–0 2–0 1–0 4–0 1–1 1–3 1–1 1–1 3–2 2–0 2–0 2–1 3–1
São Caetano 0–1 1–1 3–2 0–1 1–3 1–0 4–2 2–0 2–0 3–2 1–1 1–1 3–0 1–2 1–0 1–1 1–0 1–1 0–0
Vitória 1–0 5–3 2–2 2–0 0–2 2–0 3–2 0–1 1–1 1–0 2–2 3–1 1–0 1–0 2–0 4–0 2–1 4–3 0–1

Desempenho por rodada[editar | editar código-fonte]

Clubes que lideraram o campeonato ao final de cada rodada:

Rodadas
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38
AMN AMM CRI AMM CRI VIT CRI GOI CRI GOI

Clubes que ficaram na última posição do campeonato ao final de cada rodada:

Rodadas
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38
JOI CRB GBR IPA GBR GTA GBR IPA GBR IPA GBR

Artilharia[editar | editar código-fonte]

Gols[18] Jogador Time
27 Brasil Zé Carlos Criciúma
20 Brasil Isac América de Natal
17 Brasil Lima Joinville
16 Brasil Lúcio Maranhão ASA
Brasil Marcelo Atlético Paranaense
Brasil Walter Goiás
14 Brasil Alemão Guaratinguetá
Brasil Fábio Júnior América Mineiro
13 Brasil Mota Ceará

Maiores públicos[editar | editar código-fonte]

Esses são os dez maiores públicos do Campeonato:[19]

Público[i] Mandante Placar Visitante Estádio Data Rodada
1 38.000 Goiás Goiás 2–1 Santa Catarina Joinville Serra Dourada 24 de novembro 38ª
38.000 Goiás Goiás 3–0 São Paulo Grêmio Barueri Serra Dourada 10 de novembro 36ª
3 35.000 Bahia Vitória 1–1 Ceará Ceará Barradão 24 de novembro 38ª
4 33.861 Bahia Vitória 3–1 Goiás Goiás Barradão 22 de setembro 26ª
5 32.255 Bahia Vitória 1–0 Alagoas CRB Barradão 28 de julho 13ª
6 31.894 Bahia Vitória 2–2 Santa Catarina Criciúma Barradão 4 de setembro 22ª
7 28.361 Bahia Vitória 0–2 Paraná Atlético Paranaense Barradão 20 de outubro 31ª
8 21.062 Goiás Goiás 4–0 Alagoas ASA Serra Dourada 23 de setembro 32ª
9 20.515 Bahia Vitória 1–0 Rio Grande do Norte ABC Barradão 6 de outubro 28ª
10 18.179 Goiás Goiás 3–2 Paraná Atlético Paranaense Serra Dourada 15 de setembro 25ª
  • i. ^ Considera-se apenas o público pagante

Menores públicos[editar | editar código-fonte]

Esses são os dez menores públicos do Campeonato:[20]

Público[i] Mandante Placar Visitante Estádio Data Rodada
1 37 Minas Gerais Ipatinga 1–0 Santa Catarina Joinville Ipatingão 16 de outubro 30ª
2 101 Minas Gerais Ipatinga 2–3 São Paulo Guaratinguetá Ipatingão 17 de novembro 37ª
3 142 Minas Gerais Ipatinga 1–1 Rio Grande do Norte ABC Ipatingão 18 de maio
4 162 São Paulo Guaratinguetá 2–0 Paraná Paraná Martins Pereira 11 de setembro 24ª
5 175 Minas Gerais Ipatinga 0–0 São Paulo Guarani Ipatingão 5 de outubro 28ª
6 181 Minas Gerais Ipatinga 1–2 São Paulo São Caetano Ipatingão 28 de julho 13ª
7 196 Minas Gerais Ipatinga 2–0 Paraná Paraná Ipatingão 14 de agosto 17ª
8 208 São Paulo Guaratinguetá 2–0 São Paulo Bragantino Martins Pereira 14 de setembro 25ª
9 210 São Paulo Guaratinguetá 1–2 Alagoas CRB Martins Pereira 4 de setembro 22ª
10 214 São Paulo São Caetano 1–1 Minas Gerais América Mineiro Anacleto Campanella 5 de junho
São Paulo Guaratinguetá 2–1 Santa Catarina Criciúma Martins Pereira 28 de agosto 20ª
  • i. ^ Considera-se apenas o público pagante

Médias de público[editar | editar código-fonte]

Atualizado até a 38ª rodada.

Essas são as médias de público dos clubes no Campeonato. Considera-se apenas os jogos da equipe como mandante e o público pagante:

  1. Bahia Vitória – 16.192
  2. Goiás Goiás – 14.185
  3. Santa Catarina Criciúma – 10.290
  4. Santa Catarina Joinville – 9.397
  5. Ceará Ceará – 8.853
  6. Alagoas CRB – 4.485
  7. Rio Grande do Norte ABC – 4.225
  8. Santa Catarina Avaí – 3.964
  9. Paraná Atlético Paranaense – 3.323
  10. Paraná Paraná – 3.296
  1. Alagoas ASA – 2.874
  2. São Paulo Guarani – 2.379
  3. Minas Gerais América Mineiro – 1.855
  4. Minas Gerais Boa Esporte – 1.687
  5. Rio Grande do Norte América de Natal – 1.584
  6. São Paulo Bragantino – 1.266
  7. São Paulo São Caetano – 1.037*
  8. São Paulo Guaratinguetá – 952
  9. São Paulo Grêmio Barueri – 915
  10. Minas Gerais Ipatinga – 330

*Não atualizado.

Mudança de técnicos[editar | editar código-fonte]

Clube Antecessor Motivo Data Última partida Rod Pos Sucessor Ref.
São Paulo São Caetano Brasil Márcio Araújo Demitido 25 de maio Avaí 1–0 São Caetano 19° Brasil Sérgio Guedes [21] [22]
São Paulo Grêmio Barueri Brasil Vinícius Eutrópio Demitido 4 de junho Atlético Paranaense 3–0 Grêmio Barueri 20° Brasil Mauro Fernandes [23]
Minas Gerais Ipatinga Brasil Ney da Matta Demitido 4 de junho Vitória 4–0 Ipatinga 15° Brasil Mazola Júnior [24]
São Paulo Guaratinguetá Brasil Carlos Octávio Licenciado 6 de junho Guaratinguetá 0–1 América de Natal 17° Brasil Paulo Campos [25]
Paraná Atlético Paranaense Uruguai Juan Ramón Carrasco Demitido 12 de junho CRB 2–0 Atlético Paranaense 10° Brasil Ricardo Drubscky [26] [27]
São Paulo Grêmio Barueri Brasil Mauro Fernandes Demitido 13 de junho Grêmio Barueri 1–2 Paraná 20° Brasil Estevam Soares [28] [29]
São Paulo Guaratinguetá Brasil Paulo Campos Resignado 18 de junho Bragantino 1–0 Guaratinguetá 19° Brasil Pintado [30]
Paraná Atlético Paranaense Brasil Ricardo Drubscky Substituído 27 de junho Ceará 1–0 Atlético Paranaense 13° Brasil Jorginho [31]
Rio Grande do Norte ABC Brasil Márcio Goiano Demitido 4 de julho ASA 3–2 ABC 13° Brasil Ademir Fonseca [32]
Minas Gerais Ipatinga Brasil Mazola Júnior Resignado 14 de julho Ipatinga 0–3 Grêmio Barueri 10ª 20° Brasil Flávio Lopes [33] [34]
Alagoas ASA Brasil Heriberto da Cunha Demitido 26 de julho ASA 0–1 Goiás 13ª 17° Brasil Nedo Xavier [35]
Paraná Atlético Paranaense Brasil Jorginho Demitido 4 de agosto Atlético Paranaense 0–1 São Caetano 15ª 11° Brasil Ricardo Drubscky [36]
Minas Gerais Ipatinga Brasil Flávio Lopes Resignado 4 de agosto Ipatinga 0–6 Goiás 15ª 20° Brasil Eugênio Souza [37] [38]
Minas Gerais América Mineiro Brasil Givanildo de Oliveira Demitido 5 de agosto ASA 3–2 América Mineiro 15ª Brasil Milagres [39] [40]
São Paulo Bragantino Brasil Marcelo Veiga Resignado 9 de agosto Bragantino 0–2 Ipatinga 16ª 16° Brasil Roberto Cavalo [41]
São Paulo Guaratinguetá Brasil Pintado Demitido 15 de agosto Vitória 2–0 Guaratinguetá 17ª 20° Brasil Carlos Octávio [42]
Alagoas CRB Brasil Roberto Fonseca Resignado 18 de agosto Guarani 4–0 CRB 18ª 12° Brasil Pintado [43] [44]
São Paulo Grêmio Barueri Brasil Estevam Soares Demitido 22 de agosto Grêmio Barueri 2–3 Guaratinguetá 19ª 20° Brasil Evandro Guimarães (interino) [45]
São Paulo Bragantino Brasil Roberto Cavalo Resignado 28 de agosto Bragantino 0–2 CRB 20ª 18° Brasil Vágner Benazzi [46] [47]
São Paulo São Caetano Brasil Sérgio Guedes Demitido 28 de agosto ASA 4–1 São Caetano 20ª Brasil Emerson Leão [48] [49]
Minas Gerais América Mineiro Brasil Milagres Substituído 29 de agosto América Mineiro 1–3 Ceará 20ª Brasil Mauro Fernandes [50] [51]
São Paulo Grêmio Barueri Brasil Evandro Guimarães (interino) Substituído 12 de setembro Guarani 1–0 Grêmio Barueri 24ª 20° Brasil Roberto Cavalo [52]
Paraná Paraná Brasil Ricardinho Resignado 15 de setembro Paraná 1–1 Grêmio Barueri 25ª 12° Brasil Toninho Cecílio [53] [54]
Santa Catarina Avaí Brasil Hemerson Maria Demitido 18 de setembro América Mineiro 1–0 Avaí 25ª Brasil Argel Fucks [55] [56]
Alagoas CRB Brasil Pintado Resignado 30 de setembro CRB 0–2 Criciúma 27ª 16° Brasil Roberval Davino [57]
Santa Catarina Joinville Brasil Leandro Campos Demitido 17 de outubro Ipatinga 1–0 Joinville 30ª Brasil Marcelo Serrano (interino) [58]
Rio Grande do Norte ABC Brasil Ademir Fonseca Demitido 17 de outubro Criciúma 2–0 ABC 30ª 15° Brasil Givanildo Oliveira [59] [60]
São Paulo Guarani Brasil Vadão Demitido 20 de outubro Guarani 0–3 América Mineiro 31ª 14° Brasil Vílson Taddei [61]
Bahia Vitória Brasil Paulo César Carpegiani Resignado 21 de outubro Vitória 0–2 Atlético Paranaense 31ª Brasil Ricardo Silva [62] [63]
São Paulo São Caetano Brasil Emerson Leão Demitido 25 de outubro São Caetano 1–1 Ipatinga 32ª Brasil Aílton Silva (interino) [64]
Ceará Ceará Brasil Paulo César Gusmão Demitido 29 de outubro Boa Esporte 1–0 Ceará 33ª 10° Brasil Anderson Silva (interino) [65] [66]
Minas Gerais América Mineiro Brasil Mauro Fernandes Demitido 30 de outubro América Mineiro 0–1 ASA 34ª Brasil Cláudio Prates (interino) [67] [68]
Bahia Vitória Brasil Ricardo Silva Substituído 4 de novembro Bragantino 3–0 Vitória 34ª Brasil Paulo César Gusmão [69]
Santa Catarina Joinville Brasil Marcelo Serrano Substituído 9 de novembro Bragantino 1–0 Joinville 36ª Brasil Arthur Neto [70]

Premiação[editar | editar código-fonte]

Campeonato Brasileiro 2012
Série B
Goiás
Goiás Esporte Clube
Campeão
(2º título)

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. CBF divulga calendário do futebol brasileiro em 2012 (HTML) (em português) Lancenet (7 de outubro de 2011). Visitado em 25 de novembro de 2011.
  2. Recorde e acesso: Diante de 39 mil, Goiás bate Barueri e volta à Série A GloboEsporte.com (10 de novembro de 2012). Visitado em 10 de novembro de 2012.
  3. É campeão! Goiás vence Joinville por 2 a 1 e conquista título da Série B GloboEsporte.com (24 de novembro de 2012). Visitado em 24 de novembro de 2012.
  4. Criciúma chega à Série A com ajuda do Goiás e Atlético-PR adia acesso GloboEsporte.com (17 de novembro de 2012). Visitado em 17 de novembro de 2012.
  5. Fim do martírio: Atlético-PR empata com o Paraná e volta para a Série A GloboEsporte.com (24 de novembro de 2012). Visitado em 24 de novembro de 2012.
  6. Leão de elite: Vitória empata com o Ceará e conquista vaga na Série A GloboEsporte.com (24 de novembro de 2012). Visitado em 24 de novembro de 2012.
  7. Bragantino vence, rebaixa Barueri e deixa Joinville sem chances de conseguir acesso UOL Esporte (9 de novembro de 2012). Visitado em 10 de novembro de 2012.
  8. Paraná Clube vence por 2 a 0 e rebaixa Ipatinga para a Série C GloboEsporte.com (10 de novembro de 2012). Visitado em 10 de novembro de 2012.
  9. São Caetano vence, mas não leva o acesso e rebaixa Guarani à Série C GloboEsporte.com (24 de novembro de 2012). Visitado em 24 de novembro de 2012.
  10. CRB vence de virada o ASA, mas não escapa da queda para a Série C GloboEsporte.com (24 de novembro de 2012). Visitado em 24 de novembro de 2012.
  11. a b Campeonato Brasileiro da Série B/2011 – Regulamento específico da competição CBF. Visitado em 23 de maio de 2011.
  12. CNEF Cadastro Nacional de Estádios de Futebol (PDF) (em português) Confederação Brasileira de Futebol (CBF) (13 de janeiro de 2012). Visitado em 21 de maio de 2012.
  13. Ministério dos Esportes libera recursos para estádio Nazarenão Tribuna do Norte (18 de maio de 2011). Visitado em 18 de maio de 2011.
  14. CBF marca mais seis jogos do Furacão na Série B para Paranaguá (11 de junho de 2012). Visitado em 12 de junho de 2012.
  15. Ecoestádio é liberado pela CBF e vira nova 'casa' do Atlético-PR na Série B (11 de junho de 2012). Visitado em 27 de agosto de 2012.
  16. Na despedida do Castelão, Ceará faz gol no fim e avança na Copa do Brasil GloboEsporte.com (30 de março de 2011). Visitado em 18 de maio de 2011.
  17. É oficial! Americana anuncia seu retorno para Guaratinguetá (em português) Futebol Interior (28 de novembro de 2011). Visitado em 2 de dezembro de 2011.
  18. Artilheiros do Campeonato Brasileiro 2012 – Série B UOL Esporte. Visitado em 26 de agosto de 2012.
  19. Campeonato Brasileiro Série B CBF.
  20. Campeonato Brasileiro Série B - 2012 CBF.
  21. Após duas derrotas, São Caetano demite Márcio Araújo esporte.terra.com.br (25 de maio de 2012). Visitado em 7 de agosto de 2012.
  22. São Caetano apresenta técnico Sérgio Guedes esporte.terra.com.br (26 de maio de 2012). Visitado em 7 de agosto de 2012.
  23. Lanterna da Série B, G. Barueri demite Vinícius Eutrópio e acerta com Mauro Fernandes esporte.uol.com.br (4 de junho de 2012). Visitado em 7 de agosto de 2012.
  24. Ney da Matta é demitido do Ipatinga; Mazola Júnior o substitui GazetaEsportiva.net (4 de junho de 2012). Visitado em 7 de agosto de 2012.
  25. Carlos Octávio se licencia e Guaratingueta anuncia Paulo Campos como técnico Espn.Estadao.com.br (6 de junho de 2012). Visitado em 7 de agosto de 2012.
  26. Atlético-PR demite Juan Carrasco e procura novo técnico para a Série B GloboEsporte.com (12 de junho de 2012). Visitado em 7 de agosto de 2012.
  27. Drubscky substitui Carrasco no comando do Atlético-PR Estadao.com.br (12 de junho de 2012). Visitado em 7 de agosto de 2012.
  28. Mauro Fernandes é demitido do Grêmio Barueri após uma semana de trabalho esporte.uol.com.br (13 de junho de 2012). Visitado em 7 de agosto de 2012.
  29. Barueri anuncia contratação do técnico Estevam Soares Estadao.com.br (13 de junho de 2012). Visitado em 7 de agosto de 2012.
  30. Pintado é o novo treinador do Guaratinguetá Estadao.com.br (18 de junho de 2012). Visitado em 7 de agosto de 2012.
  31. Atlético-PR confirma saída de Drubscky, e Jorginho, ex-Lusa, é o novo técnico esporte.uol.com.br (27 de junho de 2012). Visitado em 7 de agosto de 2012.
  32. Ademir Fonseca substitui Márcio Goiano no ABC Estadao.com.br (5 de julho de 2012). Visitado em 7 de agosto de 2012.
  33. Mazola Júnior não é mais o técnico do Ipatinga, lanterna da Série B GloboEsporte.com (14 de julho de 2012). Visitado em 7 de agosto de 2012.
  34. Novo treinador do Ipatinga, Flávio Lopes já comanda coletivo GloboEsporte.com (16 de julho de 2012). Visitado em 7 de agosto de 2012.
  35. Diretoria do ASA demite Heriberto da Cunha e anuncia Nedo Xavier como treinador esporte.uol.com.br (26 de julho de 2012). Visitado em 7 de agosto de 2012.
  36. Após derrota, Atlético-PR demite o técnico Jorginho esporte.ig.com.br (4 de agosto de 2012). Visitado em 7 de agosto de 2012.
  37. Após sofrer goleada em casa, Flávio Lopes deixa comando do Ipatinga GloboEsporte.com (4 de agosto de 2012). Visitado em 7 de agosto de 2012.
  38. Lanterna Ipatinga tem novo técnico GloboEsporte.com (5 de agosto de 2012). Visitado em 7 de agosto de 2012.
  39. Givanildo Oliveira não resiste a mais uma derrota e é demitido do Coelho GloboEsporte.com (5 de agosto de 2012). Visitado em 7 de agosto de 2012.
  40. Ex-goleiro Milagres é escolhido como novo técnico do América-MG GloboEsporte.com (6 de agosto de 2012). Visitado em 7 de agosto de 2012.
  41. Marcelo Veiga pede demissão do Braga e Roberto Cavalo assume GloboEsporte.com (9 de agosto de 2012). Visitado em 10 de agosto de 2012.
  42. Após cinco derrotas seguidas, Guaratinguetá demite Pintado Esportes.terra.com.br (15 de agosto de 2012). Visitado em 26 de agosto de 2012.
  43. Roberto Fonseca não suporta má fase e pede demissão do CRB Esportes.terra.com.br (18 de agosto de 2012). Visitado em 26 de agosto de 2012.
  44. Pintado é o novo técnico do CRB GloboEsporte.com (20 de agosto de 2012). Visitado em 26 de agosto de 2012.
  45. Barueri demite Estevam Soares e anuncia técnico Evandro Guimarães GloboEsporte.com (22 de agosto de 2012). Visitado em 26 de agosto de 2012.
  46. Sem somar sequer um ponto, Cavalo pede demissão do Bragantino GloboEsporte.com (28 de agosto de 2012). Visitado em 29 de agosto de 2012.
  47. Vagner Benazzi é o novo técnico do Bragantino GloboEsporte.com (29 de agosto de 2012). Visitado em 30 de agosto de 2012.
  48. Após sofrer goleada, São Caetano demite Sérgio Guedes GloboEsporte.com (29 de agosto de 2012). Visitado em 30 de agosto de 2012.
  49. Leão acerta com o São Caetano GloboEsporte.com (30 de agosto de 2012). Visitado em 30 de agosto de 2012.
  50. Milagres volta para a base e Mauro Fernandes reassume o América-MG GloboEsporte.com (29 de agosto de 2012). Visitado em 31 de agosto de 2012.
  51. Mauro Fernandes reassume o comando técnico do América-MG GloboEsporte.com (30 de agosto de 2012). Visitado em 31 de agosto de 2012.
  52. Experiente contra rebaixamento, Roberto Cavalo assume o Barueri GloboEsporte.com (12 de setembro de 2012). Visitado em 12 de setembro de 2012.
  53. Ricardinho deixa o Paraná com 57% de aproveitamento, mas longe do G-4 GloboEsporte.com (15 de setembro de 2012). Visitado em 15 de setembro de 2012.
  54. Dois dias após saída de Ricardinho, Paraná anuncia Toninho Cecílio GloboEsporte.com (16 de setembro de 2012). Visitado em 17 de setembro de 2012.
  55. Diante de maus resultados, Avaí demite o técnico Hemerson Maria GloboEsporte.com (18 de setembro de 2012). Visitado em 19 de setembro de 2012.
  56. Avaí apresenta Argel Fucks como substituto de Hemerson Maria GloboEsporte.com (19 de setembro de 2012). Visitado em 19 de setembro de 2012.
  57. Pintado deixa o CRB, e Roberval Davino é o novo técnico GloboEsporte.com (30 de setembro de 2012). Visitado em 13 de outubro de 2012.
  58. Leandro Campos é demitido e não comanda mais o Joinville GloboEsporte.com (17 de outubro de 2012). Visitado em 17 de outubro de 2012.
  59. Após três meses no cargo, Ademir Fonseca não é mais técnico do ABC GloboEsporte.com (17 de outubro de 2012). Visitado em 29 de outubro de 2012.
  60. Givanildo Oliveira confirma acerto com o ABC até o fim da Série B GloboEsporte.com (17 de outubro de 2012). Visitado em 29 de outubro de 2012.
  61. Terra (21/10/2012). Após saída de Vadão, Guarani anuncia Vilson Tadei como técnico. Visitado em 22/10/2012.
  62. Mudança de comando ECVitoria.com.br (21 de outubro de 2012). Visitado em 21 de outubro de 2012.
  63. Dalmo Carrera (21 de outubro de 2012). Carpegiani deixa o E.C Vitória FutebolBahiano.com. Visitado em 21 de outubro de 2012.
  64. São Caetano demite Emerson Leão GloboEsporte.com. Visitado em 25 de outubro de 2012.
  65. 'Nunca pode dizer nunca', diz PC Gusmão, sobre treinar o Fortaleza GloboEsporte.com (29 de outubro de 2012). Visitado em 30 de outubro de 2012.
  66. Anderson Silva assume comando do Ceará após saída de PC Gusmão GloboEsporte.com (30 de outubro de 2012). Visitado em 31 de outubro de 2012.
  67. Após derrota, América-MG demite Mauro Fernandes e já planeja 2013 GloboEsporte.com (30 de outubro de 2012). Visitado em 31 de outubro de 2012.
  68. Apesar da derrota, Cláudio Prates elogia atuação do América-MG GloboEsporte.com (7 de novembro de 2012). Visitado em 9 de novembro de 2012.
  69. Vitória contrata o técnico PC Gusmão para a reta final da Série B GloboEsporte.com (4 de novembro de 2012). Visitado em 7 de novembro de 2012.
  70. Com desejo de títulos, técnico Artur Neto é apresentado no Joinville GloboEsporte.com (9 de novembro de 2012). Visitado em 10 de novembro de 2012.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Série B 2011
20 de maio26 de novembro
Série B 2012
19 de maio24 de novembro
Sucedido por
Série B 2013
24 de maio30 de novembro