Marcelo Veiga

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Marcelo Veiga
Informações pessoais
Nome completo Marcelo Castelo Veiga
Data de nasc. 7 de outubro de 1964 (49 anos)
Local de nasc. São Paulo (SP), Brasil
Nacionalidade  Brasileiro
Canhoto
Apelido Ferguson do Interior
Informações profissionais
Clube atual Brasil Guarani
Posição Treinador
(ex-Lateral-esquerdo)
Clubes de juventude
Brasil Santo André
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1982
1988–1989
1989–1991
1992
1993–1994
1995
1996
1997
1997
1998
1999
1999
Brasil Santo André
Brasil Ferroviário
Brasil Santos
Brasil Internacional
Brasil Goiás
Brasil Bahia
Brasil Portuguesa
Brasil Fortaleza
Brasil Joinville
Brasil Atlético Goianiense
Brasil Matonense
Brasil Itumbiara
Times que treinou
1999
1999–2000
2000
2001
2002–2003
2003
2004
2004–2005
2005
2006
2006–2007
2007
2007
2007–2012
2012
2012–2013
2013
2013–2014
2014
2014
Brasil Matonense
Brasil Lemense
Brasil Guaçuano
Brasil Itumbiara
Brasil Matonense
Brasil Taquaritinga
Brasil Ferroviário
Brasil Bragantino
Brasil Portuguesa (cat. base)
Brasil Francana
Brasil Bragantino
Brasil Paulista
Brasil América de Natal
Brasil Bragantino
Brasil Remo
Brasil Botafogo-SP
Brasil São Caetano
Brasil Bragantino
Brasil Portuguesa
Brasil Guarani













0000390

Marcelo Castelo Veiga,[1] [2] [3] mais conhecido apenas como Marcelo Veiga (São Paulo, 7 de outubro de 1964)[4] é um treinador e ex-futebolista brasileiro, que atuava como lateral-esquerdo. Atualmente está no Guarani.[5]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Como jogador[editar | editar código-fonte]

Como jogador, passou por diversos clubes do país, como Santo André, Santos, Portuguesa, Matonense, Internacional, Goiás, Atlético Goianiense, Itumbiara, Ferroviário, Fortaleza, Bahia e Joinville.

Como treinador[editar | editar código-fonte]

Iniciou a carreira de treinador em 1999, no Lemense, da cidade paulista de Leme. Passou ainda por Guaçuano, Itumbiara, Matonense, Taquaritinga e Ferroviário-CE, antes de chegar ao Bragantino, clube com o qual se identifica bastante, pois chegou às semifinais da Série A2 do Paulistão de 2005, conseguindo o acesso para a Série A1 do ano seguinte, foi vice-campeão da Copa FPF de 2006, e conquistou a Série C do Campeonato Brasileiro de 2007.

Depois, o treinador dirigiu Portuguesa e Francana. No seu retorno ao Bragantino, surpreendeu ao levar o clube às semifinais do Paulistão de 2007, sendo eliminado pelo Santos por dois empates em 0 a 0, que depois viria a ser o campeão da competição. No mesmo ano, Marcelo Veiga teve rápidas passagens por Paulista e América de Natal, voltando ao Bragantino, onde esteve no comando de 2007 a 2012. Veiga comandou o Bragantino por 390 partidas. Em seguida dirigiu o Botafogo-SP e, durante o ano de 2013, o São Caetano[6] , de onde foi demitido devido aos péssimos resultados, ainda no mesmo ano. Retornou novamente ao Bragantino em maio de 2014.

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Atualizado dia 16 de agosto de 2013

Clube Jogos Vitórias Empates Derrotas
Bragantino 390 151 102 137
Botafogo-SP 20 9 4 7
São Caetano 15 4 4 7

Títulos[editar | editar código-fonte]

Como jogador[editar | editar código-fonte]

Ferroviário-CE
Internacional

Como treinador[editar | editar código-fonte]

Bragantino

Campanhas de destaque[editar | editar código-fonte]

Como treinador[editar | editar código-fonte]

Bragantino

Referências

  1. Marcelo Veiga (em português) GrandeÁrea.com. Página visitada em 5 de janeiro de 2014.
  2. MICHELETTI, Rogério. Que Fim Levou? Marcelo Veiga (em português) TerceiroTempo.com. Página visitada em 5 de janeiro de 2014.
  3. Marcelo Veiga (em português) oGol.com. Página visitada em 5 de janeiro de 2014.
  4. Marcelo Veiga (em português) Sambafoot.com.
  5. Marcelo Veiga é o novo técnico da Portuguesa Sítio oficial da Portuguesa.
  6. Agência Futebol Interior (15 de abril de 2013). São Caetano com Marcelo Veiga para dar volta na Série B (em português) FutebolInterior.com. Página visitada em 5 de janeiro de 2014.