História do Gana

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mapa de 1896

A história do Gana anteriormente à chegada dos europeus deriva essencialmente da tradição oral, que refere as migrações dos antigos reinos do Sahel, hoje regiões da Mauritânia e do Mali.

As mais antigas notícias escritas referentes às culturas ao sul do deserto do Sahara provém de fontes islâmicas, de autores quase todos radicados na península Ibérica, cujos textos circularam pela Europa ainda na Idade Média. Entre eles destaca-se Abu Ubayd al-Bakri, filólogo, poeta, geógrafo, historiador e erudito religioso, que viveu em Córdoba, Almeria e Sevilha, onde veio a falecer em 1094. Embora nunca se tenha deslocado ao sul do Sahara, conversou com viajantes e comerciantes, consultou inúmeras obras de geógrafos muçulmanos elaborando a obra "Descrição da África" (1087), principal fonte para a história da região até ao último quartel do século XV.

Sobre Gana[editar | editar código-fonte]

Albert Adu Boahen, nos mostra de uma maneira objetiva a história de Gana. Começa por explicar o surgimento de Gana, que antes de sua independência chamava-se Costa do Ouro. Narra o surgimento político de Gana e também o cultural que segundo ele é negligenciado pelos historiadores. Faz uma explanação sobre os impérios que deu origem a Gana. Fala da influência árabe no cinturão da savana. Eles registraram a multiplicação dos povos neste local e a formação dos reinos sudânicos. Ele faz um apanhado dos reinos que compuseram o Gana antigo e seu apogeu com o comércio de ouro e sal. Descreve a queda o império de Gana e diz que um dos motivos desta queda foi a organização do reino. Não havia unidade política, cultural e étnica. Era constituído por muitos povos e seus reis fracassaram na tentativa de juntá-los em um só formando uma verdadeira Nação Estado. Sendo assim, diferentes povos como os soninke, susu, serer, berberes e tuculor, com suas culturas, seus idiomas ficaram sob o domínio ganês e os estados conquistados de Tekrur, Silla, Diara e Kaniaga ficaram entregues aos seus próprios governos esperando do governo central apenas o pagamento de tributos. Fala da introdução do islamismo ao norte da África pelos árabes e as consequências deste ato para os povos da região. O autor também nos fala da ascensão do reino Mali, que venceu primeiro o reino Susu e depois o reino de Gana. Por fim, nos explica as implicações da colonização européia no Gana e sua impressão sobre este evento.

Após a chegada dos Europeus[editar | editar código-fonte]

O primeiro contacto de Gana com os europeus datam do ano de 1470, quando um grupo de portugueses desembarcaram e começaram a negociar com o Rei de "Elmina". Em 1482, os portugueses construiram o Castelo de São Jorge da Mina e tornou-a uma importante feitoria permanente. Em 1557 a 1578, os portugueses dominaram até Acra. Durante os três séculos seguintes, os ingleses, portugueses, suecos, dinamarqueses, holandeses e alemães controlaram várias partes da costa de Gana, naquele tempo chamada de Costa do Ouro. Os portugueses perderam grande parte da sua área de controlo (incorporada na Costa do Ouro Portuguesa) em 1642 e foi cedida aos holandeses. No início do século XIX, os ingleses conseguiram dominar toda a Costa do Ouro, tornando-a numa colónia, afastando todos os concorrentes europeus e derrotando os reinos nativos (localizados no interior do país).

O país foi renomeado para Gana na sequência da sua independência em 1957 devido às indicações que os atuais habitantes descendam de emigrantes que se movimentaram para Sul do Império Gana. Uma das partes interessantes da história do Gana é o retorno de libertos afro-brasileiros, formando uma comunidade chamada Tabom, que inicialmente estabeleceu-se na capital Acra, no bairro de Jamestown.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Portal A Wikipédia possui o
Portal de Gana
  • BOXER, C. R.. O Império Marítimo Português, 1415-1925. Lisboa: Edições 70; CNCDP, 1992.
  • OLIVER, Roland; FAGE, J. D.. Breve História de África. Lisboa: Livraria Sá da Costa, 1980.
  • BOAHEN, Albert Adu. Pequena História De Onde Viemos. 1966.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre o Gana é um esboço relacionado ao Projeto África. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


Flag-map of Ghana.svg Gana
História • Política • Subdivisões • Geografia • Economia • Demografia • Cultura • Turismo • Portal • Imagens