Incidente de Fachoda

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ilustração da época que mostra o Major Marchand a liderar os seus homens em África.

Incidente de Fachoda ou Crise de Fachoda foi um episódio ocorrido entre 1898 e 1899, quando França e Reino Unido decidiram construir ferrovias para conectar suas colônias africanas.[1] O cenário do confronto foi a cidade de Fachoda, hoje no Sudão do Sul, cidade que é situada na interseção das linhas.[1]

Uma expedição militar francesa foi enviada a Fachoda antes que a força expedicionária britânica, originária do Egito, chegasse à cidade. Porém os franceses tiveram que se retirar da cidade por conta de sua inferioridade militar. Embora o exército francês continental fosse considerado maior e mais poderoso que o britânico, nada poderia fazer no contexto africano sem o devido apoio naval, sendo que a Grã-Bretanha possuía a mais poderosa marinha do planeta.

Alguns historiadores consideram que este incidente e o aumento da influência da Alemanha na região foram os precursores do acordo chamado Entente cordiale (1904), na qual a França reconhecia o domínio britânico no Egito e, em troca, recebia o domínio sobre o Marrocos e um condomínio anglo-egípcio no Sudão.

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre História ou um historiador é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.