Jacob do Bandolim

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes (desde junho de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Jacob do Bandolim
Informação geral
Nome completo Jacob Pick Bittencourt
Nascimento 14 de fevereiro de 1918
Origem Rio de Janeiro
País Brasil Brasil
Data de morte 13 de agosto de 1969 (51 anos)
Gênero(s) Choro
Samba-Canção
Instrumento(s) Bandolim
Período em atividade 1934-1969
Gravadora(s) Continental
RCA Victor
CBS
Afiliação(ões) Sérgio Bittencourt
Elizeth Cardoso
Época de Ouro
Regional do Canhoto

Jacob Pick Bittencourt, mais conhecido como Jacob do Bandolim (Rio de Janeiro, 14 de fevereiro de 1918 — Rio de Janeiro, 13 de agosto de 1969) foi um músico, compositor e bandolinista brasileiro de choro. Filho do capixaba Francisco Gomes Bittencourt e da polonesa Raquel Pick, morou durante a infância no bairro da Lapa, no Rio de Janeiro.

São de sua autoria clássicos do choro como Vibrações, Doce de Coco, Noites Cariocas, Assanhado e Receita de Samba. Alcançou popularidade ao montar o conjunto Época de Ouro no início da década de 60, que permanece em atividade até hoje.

Morava em uma casa avarandada com jardim em Jacarepaguá (Rio de Janeiro), rodeado pelas rodas de choro e de grandes amigos chorões. Apesar de não ser um entusiasta do carnaval, gostava do frevo. Estudou no Colégio Anglo-Americano e serviu no CPOR; trabalhou no arquivo do Ministério da Guerra, quando já tocava bandolim. Por fim, Jacob fez carreira como serventuário da justiça no Rio de janeiro, chegando a escrivão de uma das varas criminais da capital.

Entre seus ídolos estavam Almirante (compositor), Orestes Barbosa, Noel Rosa, Nonô (pianista, tio de Ciro Monteiro e parente do cantor Cauby Peixoto), Bonfiglio de Oliveira, Pixinguinha, Ernesto Nazareth, Sinhô, Paulo Tapajós, João Pernambuco, Capiba e Luiz Vieira.

Em 1968 foi realizado um espetáculo no Teatro João Caetano (Rio de Janeiro) em benefício do Museu da Imagem e do Som do Rio de Janeiro. Com Jacob do Bandolim, A divina Elizeth Cardoso, Zimbo Trio e o Época de Ouro. A apresentação de Jacob tocando a música Chega de Saudade (Tom Jobim/Vinicius de Moraes) foi antológica. Foi lançado álbum com dois longplays (LP) da gravação original do espetáculo, em edição limitada. Foi "guru"[carece de fontes?] de Sérgio Cabral (pai do governador do Estado do Rio de Janeiro,Sérgio Cabral Filho), Hermínio Bello de Carvalho, Ricardo Cravo Albin

Teve um casal de filhos, sendo que um deles, era o jornalista polêmico (O Globo, Última Hora) e compositor Sérgio Bittencourt, já falecido. A sua filha Elena Bittencourt preside o Instituto Jacob do Bandolim.

Passou sua última tarde, no bairro de Ramos, em visita a seu amigo compositor e maestro Pixinguinha. Ao chegar à varanda da sua casa cansado e esbaforido, caiu nos braços de sua esposa Adília, já sem vida.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Início da carreira[editar | editar código-fonte]

Quando criança, ainda no bairro da Lapa, Jacob ouvia um vizinho francês e cego tocar violino. Este acabou por ser, aos 12 anos de idade, seu primeiro instrumento. Por não se adaptar ao arco do violino, Jacob começou a tocá-lo usando grampos de cabelo. Pouco depois ele ganhou seu primeiro bandolim, um modelo de cuia, napolitano.

Jacob não teve professor, sempre foi autodidata. Treinava repetindo os trechos de músicas que ouvia em casa e na rua. Com 13 anos ouviu seu primeiro choro, tocado no prédio em frente a sua casa. A música era É do que há, composta por Luiz Americano.

Em 20 de dezembro de 1933, se apresentou pela primeira vez na Rádio Guanabara, ainda como amador, com o conjunto Sereno, formado por amigos. Tocaram o choro Aguenta Calunga, de autoria de Atilio Grany. Jacob, que nessa época ainda tocava de ouvido, não gostou de seu desempenho e decidiu praticar ainda mais.

Em 1934, Jacob se apresentou ao violão no Programa Horas Luzo-Brasileiras, na Rádio Educadora e no Clube Ginástico Português, acompanhando o violonista Antonio Rodrigues e os cantores de fado Ramiro D'Oliveira e Esmeralda Ferreira. A fase fadista não durou muito.

Ao se decidir pelo bandolim como instrumento Jacob iniciou sua carreira no rádio em 17 de maio de 1934, no Programa dos Novos, na Rádio Guanabara. O programa contava com um juri composto por, dentre outros, Orestes Barbosa, Francisco Alves e Benedito Lacerda. Jacob, que havia entrado no concurso sem pretensões profissionais, saiu vencedor, disputando com outros 28 concorrentes e recebendo nota máxima do juri.

Carreira radiofônica[editar | editar código-fonte]

Com a vitória no concurso da Rádio Guanabara, Jacob foi chamado para revezar, com o já consagrado conjunto de Benedito Lacerda, o Gente do Morro, no acompanhamento dos grandes artistas da época, entre eles, Noel Rosa, Augusto Calheiros, Ataulfo Alves, Carlos Galhardo e Lamartine Babo. Seu conjunto passou a se chamar então "Jacob e sua gente" e era formado por Osmar Menezes e Valério Farias "Roxinho" nos violões, Carlos Gil no cavaquinho, Manoel Gil no pandeiro e Natalino Gil no ritmo.

Com o sucesso na Rádio Guanabara Jacob passou a ser presença comum nos programas de rádio. Ganhava cache se apresentando em diversas rádios, como Rádio Cajuti, Rádio Fluminense, Rádio Transmissora (atual Rádio Globo, Rádio Mayrink Veiga, onde atuava no Programa do Casé, e na Rádio Ipanema, que virou Rádio Mauá e onde Jacob ganhou um programa só seu.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Em 78 RPM (10 pol)[editar | editar código-fonte]

Data Gravadora Faixa - Estilo (Compositor)
1947 Continental Treme-Treme - choro (Jacob) / Glória - valsa (Bonfiglio de Oliveira)
1948 Continental Salões Imperiais - valsa (Jacob) / Flamengo - choro (Bonfiglio de Oliveira)
1948 Continental Remelexo - choro (Jacob) / Feia - valsa (Jacob)
1949 RCA Victor Despertar da Montanha - tango (Eduardo Souto) / Língua de preto - choro (Honorino Lopes)
1949 Continental Cabuloso - choro (Jacob) / Flor amorosa - choro (Joaquim A. S. Callado)
1949 RCA Victor Flor do Abacate - choro (Álvaro Sandim) / Dolente - choro (Jacob)
1950 RCA Victor Choro de Varanda - choro (Jacob) / Teu beijo - choro (Mário Alves)
1950 RCA Victor Saudações - choro (Otávio Dias Moura) / Graúna - choro (João Pernambuco)
1950 RCA Victor Mexidinha - polca (Jacob) / Teu Aniversário - choro (Pixinguinha)
1950 RCA Victor Simplicidade - choro (Jacob) / Bonicrates de Muletas - choro (Biliano de Oliveira)
1950 RCA Victor Numa Seresta - choro (Luiz Americano) / Encantamento - valsa (Jacob)
1950 RCA Victor Pé de Moleque - choro (Jacob) / Sorrir Dormindo - valsa (Juca Kalut)
1951 RCA Victor Bole-Bole - samba (Jacob) / Nostalgia - choro (Jacob)
1951 RCA Victor Elza - valsa (A. F. Conceição - Xavier Pinheiro) / Vascaíno - choro (Jacob)
1951 RCA Victor Lamentos - choro (Pixinguinha) / Siri Tá no Pau - polca (Miguel A. Vasconcelos)
1951 RCA Victor Vale Tudo - partido alto (Jacob) / Cristal - choro (Jacob)
1951 RCA Victor Mar de Espanha - valsa (Bonfíglio de Oliveira - Rogério Guimarães) / Doce de Coco - choro (Jacob)
1952 RCA Victor Forró de Gala - coquinho (Jacob) / Biruta - partido alto (Jacob)
1952 RCA Victor Migalhas de Amor - choro (Jacob) / Gostosinho - choro (Jacob)
1952 RCA Victor Saxofone, porque Choras? - choro (Severino Rangel “Ratinho”) / Eu e Você - choro (Jacob)
1952 RCA Victor Nenê - tango (Ernesto Nazareth) / Confidências – valsa (Ernersto Nazareth)
1952 RCA Victor Tenebroso - tango (Ernersto Nazareth) / Faceira - valsa (Ernersto Nazareth)
1952 RCA Victor Turbilhão de Beijos - valsa (Ernersto Nazareth) / Atlântico - tango (Ernersto Nazareth)
1952 RCA Victor Odeon - tango (Ernersto Nazareth) / Saudade – valsa (Ernersto Nazareth)
1953 RCA Victor Sapeca - frevo (Jacob) / Sai do Caminho - frevo (Jacob)
1953 RCA Victor Brotinho - baião (Sergio Bittencourt) / Rapaziada do Brás - valsa (Alberto Marino)
1953 RCA Victor Entre mil, ...você ! - choro (Jacob) / Pardal embriagado - choro (Patrocínio Gomes)
1953 RCA Victor Tatibitate - choro (Jacob) / Por que Sonhar? - choro (Jacob)
1953 RCA Victor Nosso Romance - choro (Jacob) / Reminiscências - choro (Jacob)
1954 RCA Victor Feitiço - choro (Jacob) / Vidinha Boa - mazurca (Jacob)
1954 RCA Victor Santa Morena - valsa (Jacob) com orquestra / Saudade - samba canção (Jacob)
1954 RCA Victor Bola Preta - choro (Jacob) / Saliente - choro (Jacob)
1955 RCA Victor Nego Frajola - samba (Jacob) / Mimosa - polca (Jacob)
1955 RCA Victor Sempre Teu - choro (Jacob) / Um a Zero - choro (Pixinguinha - Benedito Lacerda)
1955 RCA Victor Benzinho - choro (Jacob) / Ciumento - choro (Jacob)
1955 RCA Victor Alvorada - choro (Jacob) / Meu Segredo - choro (Jacob)
1956 RCA Victor Buscapé - frevo (Jacob) / Pimenta no Salão - frevo (Jacob)
1956 RCA Victor André do Sapato Novo - choro (André Vítor Corrêa) / Carícia - choro (Jacob)
1956 RCA Victor Agüenta, seu Fulgêncio - choro (Lourenço Lamartine) / Serenata no Joá - choro (Radamés Gnattali)
1956 RCA Victor Só Tu Não Sentes - valsa (José Francisco Costa “Costinha”) / Flor do Mal - valsa (Santos Coelho)
1956 RCA Victor Revendo o Passado - valsa (Freire Junior) / Alma Brasileira - valsa (Fernando Magalhães)
1956 RCA Victor De Limoeiro à Mossoró - ponteado (Jacob) / Diabinho Maluco - choro (Jacob)
1956 RCA Victor Tira Poeira - choro (Sátiro Bilhar) / Amapá - (Juca Storoni)
1957 RCA Victor Isto é Nosso - choro (Jacob) / Noites Cariocas - choro (Jacob)
1957 RCA Victor Sofres Porque Queres - choro (Pixinguinha) / Cochichando - choro (Pixinguinha)
1958 RCA Victor Implicante - choro (Jacob) / Mágoas - choro (Jacob)
1959 RCA Victor Fubá - maxixe (Romeo Silva) / Velhos Tempos - choro (Jacob)
1960 RCA Victor Parati Dançante - choro (Eduardo Souto) / Chorando - choro (Ary Barroso)
1960 RCA Victor Gostosinho - choro (Jacob) / Simplicidade - choro (Jacob)
1961 RCA Victor Assanhado - samba (Jacob) / Não me Toques - choro (Zequinha de Abreu)
1962 RCA Victor Um Bandolim na Escola - samba (Jacob) / Falta-me Você - choro (Jacob)

Em 45 RPM (7 pol)[editar | editar código-fonte]

Compactos Simples (todos são reedições)

Data Gravadora Faixa - Estilo (Compositor)
1953 -- Vale tudo - partido alto (Jacob) / Doce de Coco - choro (Jacob)
1956 -- Revendo o Passado - valsa (Freire Junior) / Alma Brasileira - valsa (Fernando Magalhães)
1956 -- Agüenta, seu Fulgêncio - choro (Lourenço Lamartine) / Serenata no Joá - choro (Radamés Gnattali)
1957 -- Isto é Nosso - choro (Jacob) / Noites cariocas - choro (Jacob)
1958 -- Sofres Porque Queres - choro (Pixinguinha) / Cochichando - choro (Pixinguinha)

Em 33 RPM[editar | editar código-fonte]

Compacto Duplo (7 pol)

Data Gravadora Faixa - Estilo (Compositor)
1964 RCA Victor Assanhado - samba (Jacob) Obs.: reedição do 78 rpm nº 80.2339 / Não me Toques - choro (Zequinha de Abreu)

Long Play (10/12 pol)

Data Gravadora Album
1955 RCA Victor Jacob Revive Músicas de Ernesto Nazaré
1956 RCA Victor Valsas Evocativas
1956 RCA Victor Eles Tocam Assim
1957 RCA Victor Jubileu Herivelto Martins
1957 RCA Victor Vinte Anos da Nacional
1957 RCA Victor Frevos - Vol. 2
1957 RCA Victor Choros Evocativos
1959 RCA Victor Época de Ouro
1960 RCA Victor Na Roda de Choro
1960 RCA Victor Valsas Brasileiras de Antigamente
1961 RCA Victor Chorinhos e Chorões
1962 RCA Victor Primas e Bordões
1962 RCA Victor Valsas e Choros Evocativos
1963 RCA Victor Jacob Revive Sambas para Você Cantar
1964 CBS Retratos
1966 RCA Camden Assanhado
1967 RCA Camden Era de Ouro
1967 RCA Victor Vibrações
1968 Selo MIS Pixinguinha 70
1968 Selo MIS Elizeth Cardoso, Jacob do Bandolim, Zimbo Trio e Época de Ouro - Vol. II
1968 Selo MIS Elizeth Cardoso, Jacob do Bandolim, Zimbo Trio e Época de Ouro - Vol. I
1968 RCA Victor Isto é Nosso

Gravações lançadas após o falecimento de Jacob

Data Gravadora Album
1969 RCA Victor Avena de Castro Relembra Jacob Bittencourt
1971 RCA Camden Os Saraus de Jacob
1972 RCA Camden Alfredo da Rocha Vianna - Pixinguinha
1974 Continental Jacob do Bandolim e Waldir Azevedo - Série Ídolos da MPB
1975 RCA Camden Ao Mestre Jacob do Bandolim com Saudade- série Disco de Ouro
1976 Abril Cultural Pixinguinha – História da Musica Popular Brasileira
1976 -- Chorada, Chorões e Chorinhos
1977 Selo MIS Elizeth Cardoso, Jacob do Bandolim, Zimbo Trio e Época de Ouro - Vol. III
1978 RCA Do Arquivo do Jacob
1978 Abril Cultural Jacob do Bandolim e o Choro - Coleção Nova História da MPB
1978 Continental Os Grandes instrumentistas da MPB - Serie Destaque nº 9 (reedições)
1979 RCA 10 Anos de Saudades - Jacob do Bandolim - Série Documento
1981 RCA Camden Valsas Brasileiras
1986 RCA Viva Jacob
1989 Gravadora Revivendo Chorando
1989 RCA/BMG Elizeth Cardoso, Jacob do Bandolim, Zimbo Trio e Épóca de Ouro

Em CD[editar | editar código-fonte]

Data Gravadora Album
1989 RCA / BMG Ariola Elizeth Cardoso, Jacob do Bandolim, Zimbo Trio & Conjunto Época de Ouro
1991 Acoustic Disc Jacob do Bandolim - Mandolim Master of Brazil - VOL.I - EUA
1989 RCA / BMG Ariola Vibrações - Jacob e Seu Conjunto Época de Ouro
1990 Columbia / Sony Music 'Retratos' - Jacob e seu bandolim com Radames Gnatalli e orquestra
1993 BMG/RCA Jacob in Memorian
1993 RCA/BMG ARIOLA Jacob do Bandolim - Acervo Especial
1994 Tartaruga Co. LTD. J Elizeth Cardoso, Jacob do Bandolim, Zimbo Trio e Época de Ouro - Vol. I
1994 Tartaruga Co. LTD. J Elizeth Cardoso, Jacob do Bandolim, Zimbo Trio e Época de Ouro - Vol. II
1991 Acoustic Disc Jacob do Bandolim - Mandolim Master of Brazil - VOL.II - EUA
1994 Tartaruga Co. LTD. J Prólogo - Vivendo no Jacob
1995 Acoustic Disc 100% Handmade Music Volume 2 Diversos solistas
1997 Selo MEC Jacob - Choros, Valsas, Tangos e Polcas
1997 Gravadora ROB DIGITA PIXINGUINHA 70
2000 Som Livre AGO PIXINGUINHA!
2000 Warner Music Brasil JACOB DO BANDOLIM e ÉPOCA DE OURO - Coleção Enciclopédia Musical Brasileira
2000 Revivendo Vê se Gostas - Ademilde Fonseca/Jacob do Bandolim/Waldir Azevedo
2000 BMG Jacob do Bandolim - Gravações Originais - Vol. I
2000 BMG Jacob do Bandolim - Gravações Originais - Vol. II
2000 BMG Jacob do Bandolim - Gravações Originais - Vol. III
2001 Selo MIS Sem Jacob, Com Jacob
2001 Selo MIS 500 Anos de Música Popular Brasileira
2001 Universal Records Gontiti Recomends Choro
2002 Warner Clube dos Chorões - Diversos interpretes
2003 Grav. Fremeaux - Fra Choro Anthologie (1906-1947) (Antologia do Choro) - Livreto com 2 Cds - 23 fotos
2004 Biscoito Fino Faxineira das canções - Caixa com 04 cds com gravações de Elizeth Cardoso, produzida por Hermínio B. de Carvalho
2005 Paris Jazz Corner Productions Doce de Coco

Composições[editar | editar código-fonte]

Composição Editora
A ginga do Mané BMG /ADDAF
Agüenta Seu Fulgêncio BMG /ADDAF
Alvorada BMG /ADDAF
Ao Som dos Violões BMG /ADDAF
Assanhado BMG /ADDAF
Baboseira BMG /ADDAF
Benzinho BMG /ADDAF
Biruta FERMATA
Boas Vidas BMG /ADDAF
Bola preta BMG /ADDAF
Bole-bole FERMATA
Bonicrates de muleta ADDAF
Buscapé WARNER CHAPPELL
Cabuloso ADDAF
Carícia BMG /ADDAF
Chinelo velho BMG /ADDAF
Chorinho na Praia BMG /ADDAF
Choro de varanda ADDAF
Chuva BMG /ADDAF
Ciumento BMG /ADDAF
Cristal FERMATA
De coração a coração ADDAF
De Limoeiro à Mossoró BMG /ADDAF
Diabinho maluco BMG /ADDAF
Doce de coco FERMATA
Dolente WARNER CHAPPELL
Elena BMG /ADDAF
Encantamento WARNER CHAPPELL
Entre mil, ...você! BMG /ADDAF
Escravo BMG /ADDAF
Eu e você FERMATA
Falta-me você BMG /ADDAF
Feia ADDAF
Feitiço (choro) BMG /ADDAF
Feitiço (valsa) BMG /ADDAF
Foi numa festa BMG /ADDAF
Forró de gala FERMATA
Gostosinho FERMATA
Há nos olhos teus paisagem linda BMG /ADDAF
Heróica BMG /ADDAF
Horas vagas BMG /ADDAF
Implicante BMG /ADDAF
Inocência BMG /ADDAF
Isto é nosso BMG /ADDAF
Jamais ADDAF
Jeitoso BMG /ADDAF
La duchese BMG /ADDAF
Luar no Arpoador BMG /ADDAF
Mágoas BMG /ADDAF
Meu Lamento ADDAF
Meu segredo BMG /ADDAF
Meu viveiro BMG /ADDAF
Mexidinha WARNER CHAPPELL
Migalhas de amor FERMATA
Mimosa BMG /ADDAF
Nego frajola BMG /ADDAF
No jardim BMG /ADDAF
No Retiro do João BMG /ADDAF
No teatro d'alma BMG /ADDAF
Noite sem fim BMG /ADDAF
Noites Cariocas IRMÃOS VITALLE
Nosso romance WARNER CHAPPELL
Nostalgia FERMATA
Nostálgico BMG
O tombo do Patrocínio BMG /ADDAF
O vôo da mosca BMG /ADDAF
Orgulhoso BMG /ADDAF
Para encher tempo BMG /ADDAF
Para eu ser feliz ADDAF
Pateck Cebola BMG /ADDAF
Pé de moleque ADDAF
Pérolas BMG /ADDAF
Pimenta no salão BMG /ADDAF
Por que sonhar? WARNER CHAPPELL
Pra Você ADDAF
Primas e Bordões BMG/ADDAF
Primavera BMG /ADDAF
Quebrando o galho BMG /ADDAF
Receita de Samba BMG /ADDAF
Remeleixo ADDAF
Reminiscências WARNER CHAPPELL
Rua da Imperatriz BMG
Sai do caminho Fermata
Saliente BMG / ADDAF
Salões imperiais ADDAF
Samba não é segredo Direto
Santa Morena BMG /ADDAF
Sapeca FERMATA
Saracoteando BMG /ADDAF
Saudade BMG
Sempre teu BMG /ADDAF
Si alguém soffreu IRMÃOS VITALLE
Simplicidade WARNER CHAPPELL
Tatibitate WARNER CHAPPELL
Ternura ADDAF
Tira poeira BMG/ADDAF
Toca pro pau BMG
Treme - Treme ADDAF
Um bandolim na escola BMG /ADDAF
Vale tudo FERMATA
Vascaíno FERMATA
Velhos tempos BMG /ADDAF
Vibrações BMG /ADDAF
Vidinha boa BMG /ADDAF

Ligações externas[editar | editar código-fonte]