Lago de Itaipu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Lago de Itaipu
Por do sol visto das marinas de

Santa Helena, às margens do

lago de Itaipu

Localização
Localização Paraná,  Brasil
País  Brasil, Paraguai
Características
Tipo Lago artificial
Área * 1350 km²
Profundidade média 22 m
Profundidade máxima 170 m
Ilhas 66
* Os valores do perímetro, área e volume podem ser imprecisos devido às estimativas envolvidas, podendo não estar normalizadas.

O lago de Itaipu é um lago na fronteira Brasil-Paraguai formado artificialmente, em 1982, com o fechamento das comportas do canal de desvio de Usina Hidrelétrica de Itaipu. Compreende uma área de 1350 km², sendo 770 km2 no lado brasileiro e 580 km2 do lado paraguaio. Integra ainda 66 pequenas ilhas, das quais 44 estão no lado brasileiro e 22 na margem paraguaia.

Análises realizadas desde 1986 conseguiram definir a biodiversidade da região. De acordo com os estudos, na área que compreende a faixa de proteção do reservatório, reservas e refúgios localizados na margem brasileira do Lago de Itaipu existem 305 espécies de aves, 44 espécies de mamíferos e 37 de répteis. Na margem paraguaia, onde a mata nativa não foi tão impactada, já foram observadas 409 espécies de aves e 62 espécies de mamíferos.1

Municípios brasileiros às margens do lago de Itaipu[editar | editar código-fonte]

15 municípios pertencentes ao Estado do Paraná:

1 município pertencente ao Estado do Mato Grosso do Sul:

Para estimular o desenvolvimento do turismo sustentável, os dezesseis municípios banhados pelo Lago de Itaipu fundaram, em parceria com a Itaipu Binacional, o Conselho de Desenvolvimento dos Municípios Lindeiros ao Lago de Itaipu.

Com representantes das Prefeituras Municipais, Câmaras de Vereadores e Associações Comerciais dos municípios ribeirinhos, o Conselho promove o desenvolvimento sócio-econômico urbano e rural da região.

Entre as parcerias desenvolvidas está o programa "Caminhos do Turismo Integrado ao Lago de Itaipu".2 Resultado da união do Conselho de Desenvolvimento dos Municípios Lindeiros ao Lago de Itaipu e Sebrae/PR, o programa é gerido pelo Instituto de Turismo e Eventos Caminhos ao Lago de Itaipu. É dele a responsabilidade por comercializar e auxiliar o Conselho e o SEBRAE no fomento do Turismo regional.

Com o programa, os municípios possibilitam ao visitante de Foz do Iguaçu conhecer áreas naturais, espaços e manifestações culturais, além de opções de turismo rural, ecológico, gastronômico e religioso.

Os roteiros incluem pontos turísticos variados que colocam o turista em contato com as culturas italiana, germânica e indígena, com apresentações de canto, dança e fabricação de artesanatos, além de pratos a base de peixe como pintado na telha, cucas, bolachas e geleias artesanais. Quem visita Foz do Iguaçu também pode participar de atividades naturais, como caminhadas e observação de fauna e flora, além de atrativos relacionados à água, como passeios de barco e pesca esportiva ao longo do Lago de Itaipu.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]