Marcelinho Machado

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde fevereiro de 2010).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Marcelinho Machado
Informações pessoais
Nome completo Marcelo Magalhães Machado
Data de nasc. 12 de abril de 1975 (39 anos)
Local de nasc. Rio de Janeiro,  Rio de Janeiro,  Brasil
Altura 2,00 m
Peso 88 kg
Apelido Marcelinho / "Crazy Shooter"
Informações no clube
Clube atual Brasil Flamengo
Número 4
Posição Ala-armador
Clubes de juventude
Brasil Flamengo
Clubes profissionais
Ano Clubes Partidas (pontos)
00001996
1996–1997
1997–1998
1998–2001
2001–2002
2001–2002
2002–2003
2003–2004
2004–2005
2005
20062007
2007
Brasil Fluminense
Brasil Tijuca
Brasil Corinthians (RS)
Brasil Botafogo
Brasil EC Ginástico (MG)
Brasil Fluminense
Itália Rimini Crabs
Espanha Alerta Cantabria Lobos
Brasil Telemar (RJ)
Brasil Uberlândia
Lituânia Žalgiris Kaunas
Brasil Flamengo











216 (5630)
Seleção nacional
19982012 Brasil Brasil
Medalhas
Jogos Pan-Americanos
Ouro Winnipeg 1999 Equipe
Ouro Santo Domingo 2003 Equipe
Ouro Rio de Janeiro 2007 Equipe


* Partidas e pontos pelo clube professional
contam apenas jogos da liga e
e estão atualizados até 2 de Junho de 2010.

Marcelo Magalhães Machado, mais conhecido como Marcelinho, (Rio de Janeiro, 12 de abril de 1975) é um jogador de basquetebol brasileiro que atua como ala-armador. Atualmente, joga pelo Flamengo.

Em 2014, entrou para a história do basquetebol como o jogador que mais vezes participou de um Campeonato Mundial. Com 5 participações no torneio - 98/02/06/10/14 - ele se igualou ao portorriquenho Jerome Mincy (o recordista anterior), presente de 1986 a 2002.[1]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Marcelinho, que atua na posição de ala-armador, fez parte ativamente da Seleção Brasileira de Basquetebol após a era Oscar Schmidt. O jogador, que tem 2 metros de altura.

Tricampeão Pan-americano, MVP da Copa América de 2005 e capitão da Seleção Brasileira de Basquete, Marcelinho foi contratado pelo Flamengo aos 33 anos, como maior reforço da equipe rubro-negra para a temporada 2007/2008, com o intuito de ajudar o Clube a conquistar o inédito título Nacional na modalidade. Marcelinho atuará ao lado de seu irmão Duda, outro dos s da equipe rubro-negra, e que foi campeão nacional na temporada 2006/2007 pelo Universo/Brasília. O outro irmão de Marcelo, Ricardo, também estará com ele na Gávea. É o fisioterapeuta da equipe. Ou seja, o jogador estará em casa. Os tres irmãos são sobrinhos do ex-jogador de basquete Sérgio Toledo Machado, o "Macarrão".

Até porque o famoso camisa 4 começou sua carreira, ainda muito jovem, no próprio Flamengo. Depois, passou por clubes como Fluminense, Botafogo, Tijuca, Ginástico (MG), Corinthians (RS), Rimini Crabs (ITA), Alerta Lobos Cantabria (ESP), Telemar/Rio de Janeiro e Uberlândia. Na temporada de 2006, antes de vir para o Flamengo, estava no Žalgiris Kaunas, da Lituânia. Pela Seleção, já conquistou o tricampeonato Pan-americano e o bicampeonato sul-americano.

NBA e Europa[editar | editar código-fonte]

Em 2001 Marcelo ganhou chances de treinar no Vancouver Grizzlies e no Chicago Bulls, da NBA. O ala ainda jogava no Botafogo porém desistiu de fazer teste, disse que seu principal objetivo é se firmar na seleção brasileira. Por isso, havia pedido para seu agente, o espanhol Artur Ortega, que o período de testes nos EUA não excedesse uma semana. Cada equipe, no entanto, queria ter o jogador nos campos de treinamento por dez dias. Caso fosse aos EUA, o ala-armador estaria fora do Sul-Americano, foi disputado em Valdivia (Chile), de 20 a 29 de julho. Marcelinho adimitia contatos também com Los Angeles Lakers do seu idolo Magic Jhonson.

Após quase quatro anos na Europa, onde atuou em equipes da Itália e da Espanha, o jogador retornou ao Brasil em 2004 e foi o principal responsável pela conquista do título nacional pelo Telemar, do Rio de Janeiro.

Ja em 2005 foi eleito MVP da Copa América e o interessado Cleveland Cavaliers de Anderson Varejão e LeBron James o chamou para 4 dias de testes, ele tinha 30 anos teria recebido uma oferta de contrato por um ano, recebendo o piso salarial da NBA, que é de US$ 398.79 por temporada, sujeito a descontos e impostos. Mas, apesar de não revelar, Marcelinho contaria com outras propostas mais vantajosas financeiramente.

Telemar (2004 - 2005)[editar | editar código-fonte]

Em 2004 a Telemar fez um projeto ousado com o basquete nacional, contratou Oscar Schmidt para dirigente e ao lado de outros jogadores Machado foi contratado para ser a peça principal do time, o resultado veio no ano seguinte o time terminou a ttemporada regular com 30-5(vitorias-derrotas) e nos playoffs Marcelinho quase sempre nas vitorias brilhantes da Telemar beirou ou ultrapassou os 40 pontos. Na final foi desputada entre a Telemar e Uberlândia de Valtinho, Helinho e Rogério Klafke vice cesttinha da fase regular com 26.2 de avarage somente atras de Marcelinho com 27.1, a serie foi vencida por 3 a 1 pela Telemar.

Flamengo (2007 - Presente)[editar | editar código-fonte]

Marcelinho foi contratado pelo Flamengo aos 33 anos, como maior reforço da equipe rubro-negra para a temporada 2007-2008, com o intuito de ajudar o Clube a conquistar o inédito título Nacional na modalidade. Marcelinho atuará ao lado de seu irmão Duda, outro dos destaques da equipe rubro-negra, e que foi campeão nacional na temporada 2006-2007 pelo Brasília. O outro irmão de Marcelo, Ricardo, também estará com ele na Gávea. É o fisioterapeuta da equipe. Ou seja, o jogador estará em casa. Marcelinho assinou na época o contrato com a equipe da Gávea até 2009. Foi o principal personagem da conquista do tricampeonato estadual na modalidade.

No dia 8 de Abril em 2008, contra o Boca Juniors pelo segundo jogo das semifinais da Liga Sul-Americana, o jogador atingiu a marca de 1000 pontos com a camisa do Flamengo, tudo em menos de uma temporada.

2007-08[editar | editar código-fonte]

A chegada de Marcelinho para o Flamengo criou muita expectativa em torno da equipe, que nunca havia vencido o Campeonato Brasileiro de Basquete, nem mesmo no Oscar Schmidt Época. Juntamente com Marcelinho, chegou à equipe de seu irmão, o guarda Duda Machado, o guarda Hélio Lima e outros jogadores importantes.

Machado levar a equipe a uma campanha de um derrota na temporada regular. Além disso, ele marcou 46 pontos em um jogo, que o registro nessa temporada, e fez avarages de 24,4 pontos por jogo e 2,9 roubos de bola por jogo. Ao lado de Duda, Hélio, o centro Fernando Coloneze eo poder avançar Jefferson William, Marcelinho levar o Flamengo para a final, contra o campeão da temporada anterior, Brasília, que se tornaria o maior rival do Flamengo no cenário nacional.

Na série final, o Flamengo venceu por 3-0 e conquistou o seu primeiro título nacional.

2008-09[editar | editar código-fonte]

Em 28 de janeiro de 2009, ele foi o primeiro jogo da história disputada do NBB , entre Flamengo e Pinheiros. Marcelinho fez uma grande partida, com 36 pontos na vitória por 90-89, em particular, no duelo com o Pinheiros ' frente Marquinhos , seu companheiro de equipe na seleção do Brasil. Dois dias depois, Machado fez 31 pontos e 4 roubos de bola na vitória de 96-87 contra o Paulistano.

Mantendo a base da equipe campeã da temporada anterior, o Flamengo adquiriu o controle de uma teamate importante Marcelinho: o antigo centro NBA Rafael "Baby" Araújo.

No dia 1 º de março de Marcelinho fez 30 pontos e 5 assistências, e levou a equipe a uma vitória 103-97 sobre Bauru, com 36 pontos de eficiência . Em 22 de abril , Machado quase conseguiu um duplo-duplo, com 25 pontos e 7 assistências, levando o Flamengo ao grande diferença em pontos, com um 99-49 ein mais de Saldanha da Gama.

No midle da temporada, Marcelinho foi escolhido para o NBB All-Star Game como o jogador mais votado. Ele marcou 25 pontos, mas sua equipe não ganhar o jogo.

Marcelinho levou seu time a 27 vitórias seguidas, o maior da história do NBB, até a derrota no jogo NBB 2 das finais, contra o Brasília. No jogo 5, Baby entrou em uma briga com um dos jogadores de Brasília e foi excluído do jogo. Dessa forma, equipado Marcelo decide assumir a responsabilidade pelo Flamengo. Isso aconteceu , quando Marcelinho marcou 27 pontos e, ao lado de seus companheiros de equipe, ganhou o primeiro NBB na história, depois de 76-68 vitória.

No final da temporada, venceu o NBB Marcelinho Top Scoring Award, o prêmio de MVP NBB e foi escolhido para o NBB All- First Team.

2009-10[editar | editar código-fonte]

Logo no primeiro jogo da temporada 2009-10 NBB , Marcelo mostrou porque foi escolhido o MVP da temporada anterior. Ele marcou 39 pontos contra o Vila Velha Cetaf, na vitória por 99-70 , em 1 º de novembro de 2009. Flamengo tinha assinado o Pivô Guilherme Teichmann, do Limeira, para substituir Rafael Araújo, que tinha ido para Paulistano .

Em 22 de janeiro de 2010, Marcelinho marcou 28 pontos e 5 roubos de bola , com 33 de eficiência, contra Bauru e Flamengo por 107-90 . Dois dias depois, ele marcou 45 pontos, 3 assistências e cinco roubos de bola, fazendo incríveis 49 pontos de eficiência, contra Assis . Em 5 de fevereiro de 2010, no primeiro jogo do segundo turno, contra o Vila Velha Cetaf, o centro Manuil , do Vila Velha, deu uma cotovelada em Duda, que desmaiou na quadra. Foi o que aconteceu no início do 4 º trimestre, quando o Flamengo estava vencendo por 74-60. Manuil alegou que Duda atacou duas vezes antes , protegendo Marcelo.

Em 18 de Fevereiro de 2010, a LNB anunciou as equipes para o NBB All- Star Game , realizado em Uberlândia. Marcelinho foi escolhido como uma das entradas , como na temporada passada . Três dias depois , a equipe de Machado venceu o All-Star Game , com Marcelo marcando 38 pontos e sendo escolhido o All- Star Game MVP .

63 pontos em um jogo[editar | editar código-fonte]

No dia 7 de março de 2010, contra o São José na vitória por 101-89 pela quinta rodada do segundo turno do Novo Basquete Brasil de 2009-10, o ala alcançou a incrível marca de 63 pontos, quebrando o recorde de pontos em nacionais de basquete do país. O recorde anterior era a marca de 59 pontos e pertencia ao lendário Oscar Schmidt, obtido no dia 4 de abril de 1999 além de estabelecer ainda o recorde de cestas de três pontos numa só partida: 16 - contra as 14 de Oscar - em 21 tentativas. Na NBA, superaria a marca de 12 cestas, façanha dividida por Kobe Bryant e Donyell Marshall. Sobre o recorde disse: “Outro dia, estava assistindo a um jogo da NBA com a minha esposa e passou uma reportagem sobre os 81 pontos que o Kobe Bryant marcou uma vez. Apareciam os lances e ele comentava, aí eu falei brincando com ela que, num dia inspirado, de repente eu chegava aos 50 pontos. Hoje fui muito feliz, e esse recorde foi fruto do ótimo trabalho da nossa equipe.”

Na série semifinal dos playoffs , Marcelinho foi o responsável pela classificação do Flamengo para as finais , com uma cesta de trios faltando 5 segundos para o fim do jogo 4 . Na final, contra o Brasília mais uma vez , Marcelinho enviar um e seus companheiros de equipe não poderia evitar título de seus rivais , após uma série 3-2 para Brasília. Mas , apesar desta derrota Marcelo ganhou o NBB Top Scoring Award, o prêmio de MVP NBB e foi escolhido para o Seleção do NBB, pela segunda vez.

2010-11 A temporada de duplo-duplo[editar | editar código-fonte]

O NBB 2010-2011 temporada (NBB 3) começou da mesma forma: em 17 de novembro de 2010, Marcelo marcou 28 pontos, 5 assistências e 5 roubos de bola contra o Vila Velha , vencendo por 90-70. Quatro dias depois, o Flamengo obteve a maior diferença de pontos na história do NBB , na vitória por 112-58 contra CECRE / Vitória. Marcelinho fez um duplo-duplo, com 33 pontos e 10 assistências.

Em 3 de dezembro de 2010, e 25 de janeiro de 2011, ele quase fez outros dois duplos duplos nos 91-74 e 99-86 vitórias sobre Assis e Araraquara, quando marcou 39 pontos e 8 assistências e 43 pontos e 8 assistências, respectivamente.

Em 12 de dezembro de 2010, Marcelo fez outro - double double na derrota 90-88 contra Pinheiros, com 30 pontos e 10 rebotes. Em 7 de janeiro de 2011, outro - double double contra o Joinville, com 27 pontos e 11 rebotes, e uma vitória 85-78. E, finalmente, em 27 de março de 2011, o último duplo-duplo contra Brasília, com 27 pontos e 11 rebotes, na vitória por 93-80.

Nos playoffs, Marcelinho levou o Flamengo para as semifinais , depois de uma série 3-1 contra Bauru. Marcelinho teve um avarage de 24 pontos nessa série. Mas na série semifinal, o Flamengo foi eliminado por Franca, depois de 3 jogos. Marcelinho marcou 32 pontos no jogo 1, 40 pontos no jogo 2, e 27 pontos no jogo 3. Nesse jogo, ele se envolveu em uma confusão com o armador do Franca Fernando Penna . Tudo começou quando Penna passou a bola entre as pernas de David Teague a frente para escapar de sua marcação . Marcelinho não gostou e disse que Penna desrespeitado seu companheiro de equipe, mas, na verdade, Fernando usou um recurso para poder ultrapasar o seu adversário.

Ainda na mesma temporada, em 26 de janeiro de 2011, Machado foi novamente escolhida como partida do Jogo das Estrelas NBB, para defender NBB Brasil, a equipe formada por jogadores brasileiros. No final da temporada, Marcelinho voltou a vencer o NBB Prêmio Top de pontuação, mas ele não escolhido para o Seleção do NBB.

2011-12 A segunda queda nas semifinais[editar | editar código-fonte]

No 2011-2012 NBB temporada ( NBB 4), Machado só começou a jogar no terceiro jogo do Flamengo na temporada, devido a sua suspensão por causa da briga com Fernando Penna. Nesse jogo , realizado em 24 de novembro de 2011, contra o Minas, ele marcou 26 pontos e 5 assistências .

Dois dias depois, Marcelinho estava perto de marcar seu primeiro triple-double no NBB, contra o Brasília, com 25 pontos, 9 rebotes e 8 assistências , na vitória por 110-72. Em 10 de dezembro de 2011, outro duplo-duplo, com 23 pontos e 13 assistências na vitória por 101-98 sobre São José.

Em 3 de março de 2012, Machado marcou 34 pontos e 5 rebotes contra Vila Velha Cetaf, e Flamengo venceu por 72-60. Em 8 de março de 2012, Marcelinho substituído Marquinhos na equipe titular do NBB Brasil no Jogo das Estrelas NBB, devido a uma lesão sofrida pelo Pinheiros ' para a frente. Ele marcou 7 pontos em 17 minutos em seu quarto Jogo das Estrelas.

Nos playoffs , Machado, ao lado de seus companheiros de equipe Caio Torres, Federico Kammerichs e David Jackson eliminado Uberlândia após cinco jogos , alcançando as semifinais pela quarta vez. Mas, como a temporada anterior, o Flamengo caiu nas semifinais, desta vez contra o São José, por 3-2.

Marcelinho terminou a temporada com um avarage 20,6 pontos, seu menor avarage desde o início do NBB.

2012-13 Temporada lesionado, segundo NBB do Flamengo[editar | editar código-fonte]

Para a temporada 2012-2013 NBB (NBB 5), o Flamengo montou uma super-equipe, contratando jogadores como Marquinhos e Olivinha, do Pinheiros, Vítor Benite, do Limeira, Kojo Mensah e Shilton, de Joinville, e Gegê, do Tijuca, além de manter jogadores como Caio Torres e Duda Machado. O objetivo era ganhar NBB, título que estava longe de ser Gávea três temporadas.

Mas Logo na primeira partida do NBB, diante do Vila Velha Cetaf, Marcelinho rompeu o ACL, o que o manteve fora das quadras em todo o resto da temporada. Em janeiro de 2013, o Flamengo contratou o paraguaio de Bruno Zanotti para substituir Marcelinho, que viu a sua equipa vencer o NBB 2012-13 no final da temporada.

2013-14 O Retorno[editar | editar código-fonte]

Em 30 de novembro de 2013, Marcelinho voltou aos tribunais contra Paulistano. Ele jogou 21 minutos e marcou 19 pontos na vitória 80-58 . Ele também marcou 19 pontos contra o Espírito Santo Cetaf, ex- Vila Velha, a quem venceu por 77-60 Flamengo. Em 19 de dezembro de 2013, Marcelinho ajudou seus companheiros de equipe, com 16 pontos, liderados por um Olivinha inspirada, que marcou 18 pontos e 16 rebotes, para vencer o líder Limeira, em Limeira, por 88-67. Dois dias depois, ele marcou 21 pontos contra Bauru e Flamengo, novamente liderada por Olivinha , venceu por 96-94.

Em 07 de janeiro de 2014, o Flamengo jogou contra o Macaé Basquete no primeiro jogo na história do NBB entre as equipes de ambos. Foi também a primeira vez que Marcelinho Machado jogou contra seu irmão, Duda Machado, que havia assinado com a Macaé no início da temporada, ea primeira vez que Duda Machado jogou contra a equipe que ele defendeu por sete temporadas. Flamengo venceu por 79-69 e Marcelinho marcou 18 pontos e 4 rebotes, mas Duda teve a maior pontuação, com 29 pontos.


Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Denota temporadas em que equipe de Marcelo ganhou um campeonato da NBB
Líder da liga

Temporada regular da CBB[editar | editar código-fonte]

Ano Equipe PJ MPJ 2P 3P LL RT AS BR TO PPJ
2004-05 Telemar 30 33.4 .510 .376 .914 - 4.2 2.1 - 27.2
2007-08 Flamengo 19 34.5 .603 .388 .864 5.4 4.9 2.9 .1 24.4
Carreira 19 34.5 .603 .388 .864 5.4 4.9 2.9 .1 24.4

Playoffs da CBB[editar | editar código-fonte]

Ano Equipe PJ MPJ 2P 3P LL RT AS BR TO PPJ
2004-05 Telemar 10 37.0 .558 .404 .956 4.9 3.3 2.0 - 30.7
2007-08 Flamengo 9 36.4 .500 .460 .898 7.0 5.2 1.4 .1 29.9
Carreira 9 36.4 .500 .460 .898 7.0 5.2 1.4 .1 29.9

Temporada regular da NBB[editar | editar código-fonte]

Ano Equipe PJ MPJ 2P 3P LL RT AS BR TO PPJ
2008-09 Flamengo 28 36.9 .600 .449 .871 6.1 3.7 2.1 .2 26.3
2009-10 Flamengo 26 36.6 .568 .430 .813 6.3 2.5 2.4 .2 27.3
2010-11 Flamengo 28 32.5 .555 .397 .859 5.0 3.7 1.9 .1 25.8
2011-12 Flamengo 22 33.5 .510 .392 .855 4.1 3.8 1.3 .1 21.3
2012-13 Flamengo 1 12.0 1.000 .0 .0 2.0 2.0 1.0 .0 2.0
2013-14 Flamengo 27 30.8 .486 .395 .904 3.0 2.5 1.0 .0 19.0
Carreira 132 33.8 .548 .413 .858 4.4 3.0 1.6 .1 23.9
All-Star 5 - - - - - - - - 20.7

Playoffs da NBB[editar | editar código-fonte]

Ano Equipe PJ MPJ 2P 3P LL RT AS BR TO PPJ
2009 Flamengo 11 37.8 .520 .385 .857 6.5 2.5 1.7 .2 28.4
2010 Flamengo 12 36.8 .442 .405 .887 6.0 3.3 1.2 .2 23.0
2011 Flamengo 7 36.2 .591 .400 .846 4.7 2.1 1.0 .1 27.8
2012 Flamengo 10 35.4 .475 .284 .852 3.0 3.5 1.7 .1 19.1
2013 Flamengo - - - - - - - - - -
Carreira 40 36.6 .482 .368 .860 5.0 2.9 1.4 .1 24.6


Euroleague[editar | editar código-fonte]

Ano Equipe PJ PT MPJ 2P 3P LL RT AS BR TO PPJ
2006-2007 Žalgiris Kaunas 12 11 26.3 .395 .263 1.000 2.9 1.8 0.9 .2 7.7
Carreira 12 11 26.3 .395 .263 1.000 2.9 1.8 0.9 .2 7.7

Conquistas[editar | editar código-fonte]

Honrarias[editar | editar código-fonte]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Brasil Flamengo
Lituânia Žalgiris Kaunas
  • Campeonato Lituano: 2007
  • Copa da Lituânia: 2006
Brasil Telemar/Rio de Janeiro
Brasil Uberlândia
  • Campeonato Mineiro de Basquete: 2005
Brasil Seleção Brasileira

Referências

  1. a b globoesporte.globo.com/ Em seu quinto Mundial, Marcelinho iguala recorde de portorriquenho
Ícone de esboço Este artigo sobre basquetebol é um esboço relacionado ao Projeto Basquetebol. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.