Pelos púbicos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes fiáveis e independentes. (desde dezembro de 2009). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Os pelos púbicos, ou pelos pubianos, vulgarmente conhecidos também como pentelhos, entre outros nomes, são pelos grossos localizados na região frontal da pelve, acima e à volta dos órgãos sexuais masculino e feminino. No sexo feminino a região onde ocorre é denominada de monte de Vênus, monte por ser mais elevado devido ao osso púbico.

Eva de Heinrich Aldegrever, 1540. Um raro exemplo de pelo púbico na arte do norte europeu.

Sua função primordial na espécie humana pode ter sido a proteção dos órgãos sexuais contra o frio. Uma função secundária, observada em alguns estudos, é o estímulo pelo atrito durante o ato sexual. A espécie humana é dotada de uma capacidade raramente detectada em mamíferos de sentir prazer em relações sexuais, e atribui-se a isso o sucesso reprodutivo dos humanos sobre outras espécies do mesmo porte, e os pelos púbicos podem ter exercido influência positiva nesse aspecto.

Alguns grupos étnicos possuem por característica a ausência destes pelos na maioria dos indivíduos. Em certas culturas, os pelos são mal vistos, e têm seu crescimento controlado ou mesmo erradicado. É comum as mulheres depilarem a região com cera quente, com laser ou linha, ou rasparem com lâminas. Alguns homens também se utilizam dessas técnicas de retirar os pelos. Em algumas sociedades, os pelos são vistos como um potencial atrativo visual no ato sexual, e recebem tratamento estético especial, sendo penteados de formas e estilos extravagantes, ou mesmo tingidos com cores aberrantes.

Ver também[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Pelos púbicos