Pokémon: The First Movie

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pokémon: The First Movie
劇場版ポケットモンスター ミュウツーの逆襲
Pokémon, o Filme: Mewtwo Contra Mew (PT)
Pokémon, o Filme: Mewtwo Contra-Ataca (BR)
 Japão
1998 • 75 min 
Direção Kunihiko Yuyama
Produção Choji Yoshikawa
Tomoyuki Igarashi
Takemoto Mori
Roteiro Takeshi Shudō
Narração Unshō Ishizuka
Elenco Rica Matsumoto
Ikue Ōtani
Mayumi Iizuka
Yūji Ueda
Satomi Kōrogi
Megumi Hayashibara
Shin-ichiro Miki
Inuko Inuyama
Masachika Ichimura
Kōichi Yamadera
Idioma Japonês
Música Shinji Miyazaki
Cinematografia Hisao Shirai
Edição Toshio Henmi
Yutaka Itō
Estúdio OLM, Inc.
Distribuição Toho
Lançamento 18 de julho de 1998
Orçamento US$ 3 milhões
Receita US$ 163,644,662
Cronologia
Último
Último
Pokémon: The Movie 2000
Próximo
Próximo
Página no IMDb (em inglês)

Pokémon: The First Movie: Mewtwo Strikes Back, geralmente referido como Pokémon: The First Movie, originalmente lançado como Pocket Monsters the Movie: Mewtwo Strikes Back! (劇場版ポケットモンスター ミュウツーの逆襲, Gekijōban Poketto Monsutā: Myūtsū no Gyakushū?), é um filme de anime de 1998, dirigido por Kunihiko Yuyama, o diretor chefe da série de televisão Pokémon.[1] Foi o primeiro filme da franquia Pokémon.

História[editar | editar código-fonte]

As Férias de Pikachu[editar | editar código-fonte]

A marca Pokémon estava prestes a evoluir mais uma vez. Depois de sair dos jogos e passar para a tevê e mangá, se convertendo em diversos produtos diferentes, era a hora de Pikachu e seus amigos chegarem às telas grandes. Acontece que o primeiro filme dos monstros de bolso, Mewtwo Strikes Back, tinha um tom bem mais sombrio que a série animada e era necessário que houvesse alguma coisa para suavizar tudo isso e tornar o filme mais leve para o público-alvo infantil.[2] Foi então que os produtores do filme tiveram a ideia de fazer um curta-metragem de 21 minutos que seria exibido antes do longa-metragem para fazer a alegria das crianças e seus pais antes de pular para a história mais séria. Assim nasceu As férias de Pikachu (ピカチュウのなつやすみ, Pikachū no Natsuyasumi?, lit. "As Férias de Verão de Pikachū"), o primeiro curta-metragem cinematográfico de Pokémon, escrito por Takeshi Shudo e dirigido por Kunihiko Yuyama.

Como tinha um tom mais leve e alegre, o filme puxou mais para o lado da comédia, trazendo os Pokémon mais fofos do anime para uma aventura só deles – algo inédito na série até então. Em As Férias de Pikachu, Ash, Misty e Brock chegam a um local onde seus Pokémon podem brincar livremente enquanto tiram um dia de descanso de sua longa jornada. E como todos os Pokémon do trio principal vão felizes curtir esse dia de férias, Pikachu, Squirtle e Bulbasaur ficam responsáveis por cuidar do pequeno Togepi de Misty sozinhos. Entretanto, a situação fica tensa para Pikachu e cia., quando surge um grupo formado por quatro metidos Pokémon, Raichu, Snubbull, Cubone e Marill, que rivalizam imediatamente com o grupo de babás do Togepi.

Agora, ao mesmo tempo em que cuida de Togepi, o rato elétrico terá que lidar com a rivalidade de seus amigos e até dele próprio com o grupo de Raichu. O resultado disso tudo é uma enorme confusão que acaba causando a fúria do Meowth da Equipe Rocket e fazendo com que não só Charizard entre pelo cano, literalmente, mas também que os Pokémon aprendam que a melhor diversão não vem da rivalidade e sim da cooperação.

Quando o primeiro filme foi negociado pela 4Kids para o ocidente, o curta-metragem também estava no pacote e foi lançado nos cinemas pela Warner Bros antes do longa-metragem de Mewtwo, contendo várias adaptações feitas pela 4Kids com o intuito de torná-lo mais aceitável para o público ocidental. Este curta-metragem também marcou a primeira vez que um Pokémon de uma nova geração foi revelado nos cinemas, apresentando aos fãs os Pokémon Snubbull e Marill, desconhecidos dos jogadores e telespectadores do anime na época.

Mewtwo Strikes Back[editar | editar código-fonte]

Mewtwo Contra-Ataca conta a história de um Pokémon criado por humanos, Mewtwo, que foi clonado a partir de um fóssil do raro Mew. No prólogo, ao ver que foi criado artificialmente, e não naturalmente, Mewtwo revolta-se, explodindo todo o laboratório de pesquisas e matando todos os cientistas que ali estavam. Por helicóptero, um homem chega e convida Mewtwo a descobrir quais são seus verdadeiros poderes, sem revelar que foi ele quem mandou criar Mewtwo. Giovanni treina Mewtwo com um aparato tecnológico que supostamente aumenta seus poderes psíquicos. Descobrindo que a armadura inibe seus poderes, Mewtwo revolta-se novamente, acreditando que os humanos não podem ser de confiança. Fugindo do campo de treinamento, ele retorna a sua ilha e declara ali seu território, onde iniciará sua conquista do mundo.

Alguns meses após o prólogo, Ash Ketchum e seus companheiros estão aproveitando uma pequena folga de sua jornada. Perto do horário de almoço, Ash é desafiado por um treinador. Aceitando o convite, Ash sai vitorioso da batalha, sendo observado por Mewtwo através de uma câmera escondida. Este, envia um Dragonite até o local da batalha, convidando o treinador a participar de um campeonato, com a chance de enfrentar o Treinador Pokémon mais forte do mundo.

Prestes a embarcar para New Island, onde o duelo ocorrerá, uma tempestade se forma impedindo de os treinadores embarcarem, além de que o sumiço da Enfermeira Joy da cidade impede que, caso algum Pokémon se machuque, este possa ser recuperado no Centro Pokémon. Mas a tempestade não impede treinadores de se arriscarem por água ou ar. Ash e seus amigos também decidem atravessar o oceano, pegando carona em um barco com a Equipe Rocket, disfarçada de Vikings. Um tsunami acaba por virar o pequeno barco, jogando todos ao mar, forçando Ash e Misty liberarem seus Pokémon aquáticos para ajudar.

Ash, Brock e Misty chegam à ilha onde ocorrerá o campeonato e são recebidos pela serva do treinador. A Equipe Rocket não tem a mesma sorte. Sem Pokémon de água, eles usam seus Pokémon normais e quase se afogam, chegando com desespero à ilha e infiltrando-se nela. No saguão principal, Ash encontra outros treinadores que conseguiram chegar a New Island, enquanto aguarda a apresentação do anfitrião.

Quando este é apresentado, alguns treinadores ficam inconformados, ao verem que o treinador é também um Pokémon. Mesmo assim, Mewtwo convida os treinadores a enfrentá-lo em uma arena especial. Ao mesmo tempo, a Equipe Rocket explora o subsolo do castelo, encontrando um pequeno laboratório com Venusaur, Charizard e Blastoise em tubos. Jessie e James descobrem que estes são Pokémon clonados e também o último depoimento do criador de Mewtwo. Os clones saem do estado de hibernação, para se juntarem a Mewtwo na arena de batalha. Mew, o misterioso Pokémon que seguiu a Equipe Rocket até a ilha, vai atrás dos clones.

Na arena, Mewtwo usa cada um de seus clones com seus conterrâneos, vencendo as três lutas, livrando-se do uso de sua serva, a Enfermeira Joy, e demandando a entrega de todos os Pokémon dos treinadores, usando Pokébolas especiais. Ash tenta salvar seus Pokémons, em vão, além de impedir que Pikachu seja capturado. Após este ser aprisionado, Ash segue sua Pokébola, caindo em um buraco que leva ao laboratório. Lá, todas as Pokébolas são lidas, identificando o Pokémon capturado e criando um clone automático do mesmo. Ash tenta parar a máquina e destrói ela, mas não impedindo o liberamento de todos os clones.

Com clones de todos os Pokémons dos treinadores ali presentes, Mewtwo inicia seu plano para a destruição do mundo e de toda forma de vida, povoando um novo mundo com seus clones. Ash retorna à arena de batalha com os Pokémons originais, que iniciam uma batalha com os clones. Ash tenta um confronto direto com Mewtwo e é lançado para longe, sendo salvo por Mew. Seu clone, então, decide provar que é muito mais forte que o original, batalhando com ele.

Em uma lute sem sentido e com uma vitória parcial dos clones, Ash fica inconformado ao ver que todos os Pokémon estão lutando, menos seu Pikachu, que está sendo ferido por seu clone, sem contra-atacar. Triste e ao mesmo tempo com raiva, Ash tenta impedir a luta entre Mewtwo e Mew, lançando-se no raio da trajetória dos ataques dos dois Pokémon, que atingem o treinador e o transforma em pedra.

Com a luta interrompida, Pikachu tenta reanimar seu treinador, verificando que este está tecnicamente morto. Ao ver Pikachu inconsolado com a perda, todos os Pokémon, originais e clones, entristecem-se por perceberem o quanto estavam errados em lutar e a consequência dessa luta. As lágrimas de todos os Pokémon devolvem a vida a Ash, clareando a mente de Mewtwo de que nem todos os humanos são maléficos.

Com a consciência leve, Mewtwo e Mew usam seus poderes psíquicos para voarem junto com os clones para um lugar onde eles possam viver em paz. Com seus poderes, os dois também fazem com que os treinadores e seus Pokémon sejam teletransportados de volta ao ponto de embarque e esquecendo-se do ocorrido. Assim, Ash e seus amigos refletem sobre o que pode ter ocorrido, tendo a visão de Mew no horizonte.

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

Pokémon: The First Movie é a trilha sonora do primeiro filme de Pokémon lançada nos Estados Unidos em 10 de novembro de 1999. Mais tarde, foi lançado o álbum Pokémon: The First Movie Original Motion Picture Score.

Elenco de dublagem[editar | editar código-fonte]

Personagem Dublador original Dublador americano Dublador brasileiro
Satoshi Rica Matsumoto Veronica Taylor Fábio Lucindo
Pikachu Ikue Ōtani
Kasumi Mayumi Iizuka Rachael Lillis Márcia Regina
Takeshi Yūji Ueda Eric Stuart Alfredo Rollo
Mewtwo Masachika Ichimura Phillip Bartlett Guilherme Briggs
Mew Kōichi Yamadera
Musashi Megumi Hayashibara Rachael Lillis Isabel de Sá
Kojirō Shinichirō Miki Eric Stuart Márcio Araújo
Meowth Inuko Inuyama Maddie Blaustein Armando Tiraboschi
Sakaki Hirotaka Suzuoki Ted Lewis Luiz Feier Motta

Data de lançamento[editar | editar código-fonte]

País Data de lançamento
Japão 18 de julho de 1998
Estados Unidos 12 de novembro de 1999
Brasil 7 de janeiro de 2000

Referências

  1. McCarthy, Helen. 500 essential Anime Movies. [S.l.]: Collins Design, 2008. ISBN 978-0-06-147450-7.
  2. Pokémon, the First Movie review, acesso em 9 de Maio de 2008.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]