Pokémon: The First Movie

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pokémon, the First Movie: Mewtwo Strikes Back
劇場版ポケットモンスター ミュウツーの逆襲
Pokémon, O Filme: Mewtwo Contra Mew (PT)
Pokémon, O Filme: Mewtwo Contra-Ataca (BR)
 Japão
1998 (Japão) / 1999 (Estados Unidos) • 75 min 
Direção Kunihiko Yuyama
Produção Choji Yoshikawa
Tomoyuki Igarashi
Roteiro Takeshi Shudo
Elenco Rika Matsumoto
Mayumi Iizuka
Yūji Ueda
Ikue Otani
Masachika Ichimura
Kōichi Yamadera
Gênero ação/aventura
Idioma japonês
Distribuição Toho Corp., Inc.
Warner Bros.
Lançamento Japão18 de Julho de 1998
Estados Unidos12 de Novembro de 1999
Brasil7 de Janeiro de 2000
Cronologia
Último
Último
Pokémon, the Movie 2000: The Power of One
Próximo
Próximo
Página no IMDb (em inglês)

Pokémon, the First Movie: Mewtwo Strikes Back (劇場版ポケットモンスター ミュウツーの逆襲, Gekijōban Poketto Monsutā Myūtsū no Gyakushū?, lit., Lançamento Teatral Pocket Monsters o Contra-Ataque de Myūtsū), conhecido no Brasil como Pokémon, o Filme: Mewtwo Contra-Ataca e em Portugal como Pokémon, O Filme: Mewtwo Contra Mew é o primeiro filme da série Pokémon produzido, baseando-se no anime da série. Dirigido por Kunihiko Yuyama, foi lançado em 1998 no Japão e em 1999 nos Estados Unidos, no início da segunda temporada do desenho.

Acompanhando o sucesso do desenho na época, Mewtwo Strikes Back foi campeão de bilheterias em suas primeiras semanas1 2 . Além do filme principal, foram exibidos um curta-metragem, intitulado As Férias de Pikachu, e o especial A Origem de Mewtwo, contando como o Pokémon do filme fora criado. Esta última não foi lançado nos cinemas ocidentais e foi editado na primeira versão em DVD dos Estados Unidos.


Enredo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

As Férias de Pikachu[editar | editar código-fonte]

Pikachu's Vacation (ピカチュウのなつやすみ, Pikachū no Natsuyasumi?, lit., As Férias de Verão de Pikachū), conhecido no Brasil como As Férias de Pikachu, é uma curta-metragem da série Pokémon exibido antes do filme Mewtwo Strikes Back. Com 21 minutos de duração, foi o primeiro curta-metragem da série, o qual iniciou a tradição de apresentar um novo antes de cada um dos cinco filmes posteriores.

Assim como todos os outros curta-metragens de Pokémon, Pikachu's Vacation envolve um conflito protagonizado por Pikachu e seus amigos, sem a participação direta de nenhum dos humanos da série, os quais não têm seus rostos mostrados em nenhum curta-metragem.

Pikachu's Vacation é narrado por Dexter, a Pokédex de Ash Ketchum, em um conto envolvendo os Pokémon de Ash, Misty e Brock em um acampamento feito especialmente para Pokémon. Lá, problemas aparecem quando Togepi fica com fome. Bulbasaur consegue uma maçã para o pequeno Pokémon, que é comida por Psyduck. Aí aparece outro grupo, formado por Snubbull, Raichu, Marill e Cubone. Pikachu pede silêncio ao grupo pois Togepi está quase dormindo, e eles se estranham. Apesar do primeiro conflito, Pikachu e seus amigos Bulbasaur, Squirtle e Psyduck conseguem fazer com que Togepi adormeça.

Porém, o bebê é acorado. Três dos Pokémon protagonistas estão dispostos a batalharem pelo respeito a Togepi, enquanto Pikachu tenta convencê-los de que um bom exemplo ao bebê seria uma discussão civilizada, ao mesmo tempo que tem que salvar o Pokémon de cair na água e morrer afogado, fazendo Pikachu ter um trabalho difícil e sem resultado, pois ele acaba por cair na água, sendo que Togepi volta a terra firme sem problemas.

Sendo alvo de risos dos antagonistas, uma disputa de habilidades começa entres os Pokémon. Bulbasaur desafia Snubull a ver quem gira os olhos em um movimento circular por mais tempo sem ficar zonzo, o qual Bulbasaur ganha com facilidade. Na segunda prova, Squirtle desafia Marill a uma competição de nado em uma piscina cheia de Pokémon. Prestes a ganhar, Squirtle é atrapalhado por um Goldeen e perde.

Na decisão, Pikachu desafia sua evolução, Raichu, a uma corrida. Com o contato entre suas bochechas, uma grande eletricidade estática é gerada, movendo os dois Pokémon a alta velocidade. Na corrida, os dois acordam Charizard, que, com seu temperamento esquentado e pouca paciência, tenta atacar os dois Pokémon, acabando por ficar com a cabeça entalada em um cano.

Com todos os Pokémon de Ash, Misty e Brock ajudando no resgate, os antagonistas ficam apenas observando. Sem sucesso, Pikachu pede ajuda a Snubbull, Raichu e Marill, que concordam em ajudar, mas fracassam. Apenas com a ajuda de Cubone, Pikachu e seus amigos libertam Charizard, e todos se tornam amigos.

Ao final do dia, todos os Pokémon se unem no topo do morro do acampamento, acompanhando o pôr-do-sol. Os treinadores chamam seus Pokémon, que se despedem da gangue e retornam a seus donos.

Como todos os curta-metragens, Pikachu's Vacation tenta passar uma lição de moral: a que apenas a união traz a vitória.

Dados[editar | editar código-fonte]

Nome do Filme (JP): ピカチュウのなつやすみ

Nome do Filme (US): Pikachu’s Vacation

Nome do Filme (BR): As Férias de Pikachu

Sobre o Mini Filme[editar | editar código-fonte]

A marca Pokémon estava prestes a evoluir mais uma vez. Depois de sair dos jogos e passar para a tevê e mangá, se convertendo em diversos produtos diferentes, era a hora de Pikachu e seus amigos chegarem às telas grandes. Acontece que o primeiro filme dos monstros de bolso, Mewtwo Contra-Ataca, tinha um tom bem mais sombrio que a série animada e era necessário que houvesse alguma coisa para suavizar tudo isso e tornar o filme mais leve para o público-alvo infantil. Foi então que os produtores do filme tiveram a idéia de fazer um curta-metragem de 20 minutos que seria exibido antes do longa-metragem para fazer a alegria das crianças e seus pais antes de pular para a história mais séria. Assim nasceu As Férias de Pikachu, o primeiro curta-metragem cinematográfico de Pokémon, escrito por Takeshi Shudo e dirigido por Kunihiko Yuyama.

Como tinha um tom mais leve e alegre, o filme puxou mais para o lado da comédia, trazendo os Pokémon mais fofos do anime para uma aventura só deles – algo inédito na série até então! Em As Férias de Pikachu, Ash, Misty e Brock chegam a um local onde seus Pokémon podem brincar livremente enquanto tiram um dia de descanso de sua longa jornada. E como todos os Pokémon do trio principal vão felizes curtir esse dia de férias, Pikachu, Squirtle e Bulbasaur ficam responsáveis por cuidar do pequeno Togepi de Misty sozinhos. Entretanto, a situação fica tensa para Pikachu e cia., quando surge um grupo formado por quatro metidos Pokémon, Raichu, Snubbull, Cubone e Marill, que rivalizam imediatamente com o grupo de babás do Togepi.

Agora, ao mesmo tempo em que cuida de Togepi, o rato elétrico terá que lidar com a rivalidade de seus amigos e até dele próprio com o grupo de Raichu. O resultado disso tudo? Uma enorme confusão que acaba causando a fúria do Meowth da Equipe Rocket e fazendo com que não só Charizard entre pelo cano, literalmente, mas também que os Pokémon aprendam que a melhor diversão não vem da rivalidade e sim da cooperação.

Quando o primeiro filme foi negociado pela 4Kids para o ocidente, o curta-metragem também estava no pacote e foi lançado nos cinemas pela Warner Bros antes do longa-metragem de Mewtwo, contendo várias adaptações feitas pela 4Kids com o intuito de torná-lo mais aceitável para o público ocidental. Este curta-metragem também marcou a primeira vez que um Pokémon de uma nova geração foi revelado nos cinemas, apresentando aos fãs os Pokémon Snubbull e Marill, desconhecidos dos jogadores e telespectadores do anime na época.

Cronologia[editar | editar código-fonte]

As Férias de Pikachu estreou no Japão após a exibição nipônica na tevê de #056 - A Unidade Canina. Entretanto, o fato de o Horsea e o Starmie da Misty não aparecerem nele faz este curta-metragem se encaixar na cronologia da série após o episódio #063 - A Sereia Misty, mas levando em consideração os acontecimentos do episódio #065 - A Batalha da Insígnia(onde Gary enfrenta Giovanni, mas é derrotado pelo Mewtwo de armadura), do episódio seguinte #066 - A Hora de Mr. Mime(onde o Mewtwo de armadura faz uma breve aparição ao lado de Giovanni) e do episódio #069 - Batalha no Curral Pokémon(onde é possível ver Mewtwo escapando da base da Equipe Rocket), pode-se afirmar que os eventos do 1º filme situam-se entre os episódios #072 - O Pika-Huna e #073 - A Hora do Gloom, que ocorrem logo depois das breves aparições de Mewtwo no anime. No entanto, o 1º filme foi lançado no Japão entre a exibição dos episódios #056 - A Unidade Canina e #057 - Fotógrafo Pokémon, devido ao incidente do Porygon, que fez o anime parar de ser exibido durante 4 meses. Se o anime não tivesse ficado na geladeira durante esses 4 meses, o 1º filme seria lançado exatamente após a última aparição de Mewtwo no anime.(Esta numeração de episódios leva em conta a exibição em ordem cronológica da série, que coloca os episódios Feriados a La Jynx e Perdidos Na Neve em seus devidos lugares, que originalmente seriam os episódios de número 39 e 40 e foram exibidos como 65 e 66).

Resumo da historia de Pokémon: The First Movie[editar | editar código-fonte]

O antagonista do filme é Mewtwo que é criado em laboratório pelos cientistas como clone do Pokémon Mew, cujo qual foi encontrado um fóssil na Amazônia. Depois disso Mewtwo desperta e destrói o laboratório com os cientistas e quer derrotar Mew. Para isso ele faz dele uma ilha, a mesma onde ele foi criado, e assim convida os melhores treinadores do mundo para participar de um evento. Ash no começo do filme luta contra um pirata e ganha, e depois recebe o convite para participar do torneio Pokémon contra o melhor treinador do mundo. Porém começa a chover e a travessia para a Ilha não iria sair até a chuva parar. Isso, na verdade, era um desafio para selecionar os treinadores que iriam ao evento, e logo somente Ash e mais três treinadores chegam a Ilha de Mewtwo.

Chegando eles descobrem que Mewtwo é um Pokémon. Isso mesmo! Um pokémon é o melhor treinador do mundo, e ao mesmo tempo o mais forte Pokémon.

Mewtwo começa a fazer clone dos Pokémon de Ash, Misty, Brock e dos outros três treinadores, e então começa uma luta entre os Pokémon verdadeiros e os clones, porém os clones são mais fortes, e acabam ficando em vantagem. Nisso aparece Mew, e ele começa a lutar com Mewtwo de igual para igual com seus poderes. Ash quer que as lutas entre os Pokémon verdadeiros e os clones terminem, porém Mewtwo e Mew continuam lutando entre si e da luta acaba saindo uma grande explosão e Ash acaba entrando no meio e recebe o golpe. Assim ele é transformado em pedra.

Nisso todos os Pokémon começam a chorar e Mewtwo entende o verdadeiro significado dos humanos e como eles gostam de seus Pokémon, e quando todos Pokémon começam a chorar Ash volta ao normal e Mewtwo vai com todos os seus clones para um lugar melhor para eles viverem e faz Ash e os outros esquecerem o que tinham visto. Então eles são trazidos para um Centro Pokémon, e a chuva para.

Título do filme[editar | editar código-fonte]

■Japonês: ミュウツーの逆襲

■Chinês: 超夢夢反擊戰

■Inglês: Mewtwo Strikes Back

■Alemão: Pokémon - Der Film

■Espanhol: Mewtwo Contraataca

■Português (Europeu): Mewtwo Contra-Ataca

■Português (Brasileiro): Pokémon - O Filme

Informações[editar | editar código-fonte]

■Roteiro: Takeshi Shudo, Norman J. Grossfeld, Michael Haigney e John Touhey

■Estúdio: TV Tokyo

■Distribuição: Warner Bros.

■Produção: Tomoyuki Igarashi, Takemoto Mori e Choji Yoshikawa

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Cientistas trabalham para criar o mais forte e poderoso pokémon de todo o planeta. Seus esforços têm resultado quando Mewtwo, um pokémon de poderes psíquicos, ganha vida. Só que a criatura se rebela, destrói o laboratório em que foi criado e resolve por convocar uma batalha contra os maiores treinadores de pokémons para poder conquistar o planeta.

Mewtwo Contra-Ataca[editar | editar código-fonte]

Mewtwo Contra-Ataca é o primeiro longa-metragem da série Pokémon, exibido logo após o curta As Férias de Pikachu. Embora nunca tenha sido uma característica da série, Mewtwo Contra-Ataca é considerado sombrio e violento3 em comparação ao anime.

Mewtwo Contra-Ataca conta a história de um Pokémon criado por humanos, Mewtwo, que foi clonado a partir de um fóssil do raro Mew. No prólogo, ao ver que foi criado artificialmente, e não naturalmente, Mewtwo revolta-se, explodindo todo o laboratório de pesquisas e matando todos os cientistas que ali estavam. Por helicóptero, um homem chega e convida Mewtwo a descobrir quais são seus verdadeiros poderes, sem revelar que foi ele quem mandou criar Mewtwo. Giovanni treina Mewtwo com um aparato tecnológico que supostamente aumenta seus poderes psíquicos. Descobrindo que a armadura inibe seus poderes, Mewtwo revolta-se novamente, acreditando que os humanos não podem ser de confiança. Fugindo do campo de treinamento, ele retorna a sua ilha e declara ali seu território, onde iniciará sua conquista do mundo.

Alguns meses após o prólogo, Ash Ketchum e seus companheiros estão aproveitando uma pequena folga de sua jornada. Perto do horário de almoço, Ash é desafiado por um treinador. Aceitando o convite, Ash sai vitorioso da batalha, sendo observado por Mewtwo através de uma câmera escondida. Este, envia um Dragonite até o local da batalha, convidando o treinador a participar de um campeonato, com a chance de enfrentar o Treinador Pokémon mais forte do mundo.

Prestes a embarcar para New Island, onde o duelo ocorrerá, uma tempestade se forma impedindo de os treinadores embarcarem, além de que o sumiço da Enfermeira Joy da cidade impede que, caso algum Pokémon se machuque, este possa ser recuperado no Centro Pokémon. Mas a tempestade não impede treinadores de se arriscarem por água ou ar. Ash e seus amigos também decidem atravessar o oceano, pegando carona em um barco com a Equipe Rocket, disfarçada de Vikings. Um tsunami acaba por virar o pequeno barco, jogando todos ao mar, forçando Ash e Misty liberarem seus Pokémon aquáticos para ajudar.

Ash, Brock e Misty chegam à ilha onde ocorrerá o campeonato, e são recebidos pela serva do treinador. A Equipe Rocket não tem a mesma sorte. Sem Pokémon de água, eles usam seus Pokémon normais e quase se afogam, chegando com desespero à ilha e infiltrando-se nela. So saguão principal, Ash encontra outros treinadores que conseguiram chegar a New Island, enquanto aguarda a apresentação do anfitrião.

Quando este é apresentado, alguns treinadores ficam inconformados, ao verem que o treinador é também um Pokémon. Mesmo assim, Mewtwo convida os treinadores a enfrentá-lo em uma arena especial. Ao mesmo tempo, a Equipe Rocket explora o subsolo do castelo, encontrando um pequeno laboratório com Venusaur, Charizard e Blastoise em tubos. Jessie e James descobrem que estes são Pokémon clonados e também o último depoimento do criador de Mewtwo. Os clones saem do estado de hibernação, para se juntarem a Mewtwo na arena de batalha. Mew, o misterioso Pokémon que seguiu a Equipe Rocket até a ilha, vai atrás dos clones.

Na arena, Mewtwo usa cada um de seus clones com seus conterrâneos, vencendo as três lutas, livrando-se do uso de sua serva, a Enfermeira Joy, e demandando a entrega de todos os Pokémon dos treinadores, usando Pokébolas especiais. Ash tenta salvar seus Pokémons, em vão, além de impedir que Pikachu seja capturado. Após este ser aprisionado, Ash segue sua Pokébola, caindo em um buraco que leva ao laboratório. Lá, todas as Pokébolas são lidas, identificando o Pokémon capturado e criando um clone automático do mesmo. Ash tenta parar a máquina e destrói ela, mas não impedindo o liberamento de todos os clones.

Com clones de todos os Pokémons dos treinadores ali presentes, Mewtwo inicia seu plano para a destruição do mundo e de toda forma de vida, povoando um novo mundo com seus clones. Ash retorna à arena de batalha com os Pokémons originais, que iniciam uma batalha com os clones. Ash tenta um confronto direto com Mewtwo e é lançado para longe, sendo salvo por Mew. Seu clone, então, decide provar que é muito mais forte que o original, batalhando com ele.

Em uma lute sem sentido e com uma vitória parcial dos clones, Ash fica inconformado ao ver que todos os Pokémon estão lutando, menos seu Pikachu, que está sendo ferido por seu clone, sem contra-atacar. Triste e ao mesmo tempo com raiva, Ash tenta impedir a luta entre Mewtwo e Mew, lançando-se no raio da trajetória dos ataques dos dois Pokémon, que atingem o treinador e o transforma em pedra.

Com a luta interrompida, Pikachu tenta reanimar seu treinador, verificando que este está tecnicamente morto. Ao ver Pikachu inconsolado com a perda, todos os Pokémon, originais e clones, entristecem-se por perceberem o quanto estavam errados em lutar e a conseqüência dessa luta. As lágrimas de todos os Pokémon devolvem a vida a Ash, clareando a mente de Mewtwo de que nem todos os humanos são maléficos.

Com a consciência leve, Mewtwo e Mew usam seus poderes psíquicos para voarem junto com os clones para um lugar onde eles possam viver em paz. Com seus poderes, os dois também fazem com que os treinadores e seus Pokémon sejam teletransportados de volta ao ponto de embarque e esquecendo-se do ocorrido.

Ao final, Ash e seus amigos refletem sobre o que pode ter ocorrido, tendo a visão de Mew no horizonte. Mas esta não seria a última aparição de Mewtwo no anime, que retornaria junto com Mew e seus clones no OVA Mewtwo Returns.

O Retorno de Mewtwo[editar | editar código-fonte]

Pokémon: O Retorno de Mewtwo é uma sequência direta em vídeo do primeiro filme, podendo ser considerado um OVA da série. Foi lançado em 2001 no Japão e EUA. Em O Retorno de Mewtwo, Giovanni volta a perseguir Mewtwo, através de sua comparsa Domino. Mewtwo se instala com seus clones em uma montanha ao oeste de Johto.

Enquanto Giovanni prepara seu ataque, Ash Ketchum e seus amigos estão passando em uma área perto do esconderijo de Mewtwo quando conhecem Luna e Cullen, naturalistas da região. Após um incidente com a Equipe Rocket, Ash e os outros acabam passando pela área do esconderijo.

Domino e seus capangas conseguem capturar Mewtwo e seus clones, aprisionando-os junto com os humanos que ali passavam. Giovanni ordena a construção de uma nova base da Equipe Rocket na montanha. Porém, é atacado por uma infestação de Pokémon Insetos que vinham do alto da montanha. Enquanto Ash tenta salvar Mewtwo, acreditando ser a primeira vez que o encontra, Brock, Misty e os clones mantêm a Equipe Rocket ocupada.

Com Mewtwo libertado, ele usa seu poder para fazer Giovanni esquecer dele. Ash pede a Mewtwo que não apague suas memórias junto, jurando manter o segredo da montanha, indo embora e deixando Ash e seus amigos, juntamente com a Equipe Rocket em uma cidade.

Trilha Sonora[editar | editar código-fonte]

Pokémon: The First Movie
Trilha sonora de vários artistas
Lançamento 1999
Gravação 1999
Gênero(s) Pop Music
Duração 60'16
Idioma(s) Inglês
Formato(s) CD, Digital download
Gravadora(s) Atlantic Records
Produção Vários

Pokémon: The First Movie teve versões de trilha sonora em Japonês, Inglês e Português. Porém, em Japonês, o disco é um single com a abertura do anime da época e uma música exclusiva do filme. Em Inglês, um álbum foi lançado com a trilha sonora original do filme contendo 16 músicas de vários artistas. No Brasil, um álbum não foi lançado e a única diferença entre as versões americana e brasileira é o tema de abertura, interpretado por Billy Crawford en Inglês e por Mano Junior em Português. As 16 músicas são:

  1. Pokémon Theme, por Billy Crawford/Mano Junior
  2. Don't Say You Love Me, por M2M
  3. It Was You, por Ashley Ballard
  4. We're a Miracle, por Christina Aguilera
  5. Soda Pop, por Britney Spears
  6. Somewhere, Someday, por *NSYNC
  7. Get Happy, por B*Witched
  8. (Hey You) Free Up Your Mind, por Emma Bunton
  9. Fly With Me, por 98°
  10. Lullaby, por Mandah
  11. Vacation, por Vitamin C
  12. Makin' My Way (Any Way That I Can), por Billie
  13. Catch Me If You Can, por Angela Via
  14. (Have Some) Fun With The Funk, por Aaron Carter
  15. If Only Tears Could Bring You Back, por Midnight Sons
  16. Brother, My Brother, por Blessid Union of Souls
  17. Smoke Two Joints, por Sublime

Diferenças entre as versões[editar | editar código-fonte]

Há diferenças entre as versões japonesa e americana de Mewtwo Strikes Back, sendo as mais relevantes:

  • A inclusão de cenas em CGI na versão americana, tais como as nuvens do filme e o portão da ilha de Mewtwo;
  • Na versão ocidental do filme, Ash, enquanto viaja com a Equipe Rocket disfarçada de Vikings, faz uma referência de que estes moram em Minnesota, uma alusão ao time de futebol americano Minnesota Vikings;
  • Na versão original do filme, Mewtwo se rebela por ser criado por ciesntistas, e não por Deus, tentando batalhar contra o resto do mundo para provar que ele deve viver. Nas versões ocidentais, as referências a Deus foram removidas e Mewtwo decide dominar o mundo em benefício próprio.

Elenco de dublagem[editar | editar código-fonte]

Personagem Dublador original Dublador americano Dublador brasileiro
Satoshi/Ash Ketchum Rika Matsumoto Veronica Taylor Fábio Lucindo
Pikachu Ikue Ōtani Ikue Ōtani Ikue Ōtani
Kasumi/Misty Mayumi Iizuka Rachael Lillis Márcia Regina
Takeshi/Brock Yūji Ueda Eric Stuart Alfredo Rollo
Mewtwo Masachika Ichimura Phillip Bartlett Guilherme Briggs
Mew Kōichi Yamadera Kōichi Yamadera Kōichi Yamadera
Musashi/Jessie Megumi Hayashibara Rachael Lillis Isabel de Sá
Kojirō/James Shinichirō Miki Eric Stuart Márcio Araújo
Meowth Inuko Inuyama Maddie Blaustein Armando Tiraboschi
Sakaki/Giovanni Hirotaka Suzuoki Ted Lewis Luiz Feier Motta


Referências