Rato-marrom

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaRato-marrom
Rattus norvegicus 1.jpg

Estado de conservação
Status iucn3.1 LC pt.svg
Pouco preocupante (IUCN 3.1)
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Rodentia
Família: Muridae
Subfamília: Murinae
Género: Rattus
Espécie: R. norvegicus
Nome binomial
Rattus norvegicus
Berkenhout, 1769
Distribuição geográfica
Brown rat distribution.png

O rato-marrom, rato-castanho, ou ratazana (Rattus norvegicus) é uma espécie de roedor que surgiu no Sudeste da Ásia, mas, devido à acção do homem, acabou por se alastrar pelo mundo inteiro.Foi descrito na Europa no século XVIII, no entanto, se crê que chegou ao continente pouco antes da Peste negra. Chegou à América provavelmente entre os século XIX e século XVII. Este rato tem hábitos semi-aquáticos. Encontra-se em pequenos grupos compostos por um macho e várias fêmeas. Constrói os ninhos em corredores subterrâneos.

Tem um ciclo estral de cinco dias, com uma gestação de apenas vinte e quatro, da qual nascem geralmente oito crias. Ocorre, então, um novo estro dezoito horas depois do parto e outros filhotes nascem ao final do desmame da primeira ninhada, que se dá nos vinte e um dias. Os recém-nascidos abrem os olhos aos quinze ou dezesseis dias e sua maturidade sexual observa-se aos três meses de idade.

O rato-marrom tem cerca de 25 cm de comprimento, cauda mais curta ou igual ao corpo, orelhas pequenas, pele áspera e pés com membranas interdigitais.

A variedade Wistar deste rato, conhecido como rato-branco-de-laboratório, é muito usado em pesquisas. Foram-lhe selecionadas características recessivas, como o albinismo.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre sobre roedores, integrado ao WikiProjeto Mamíferos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.