Real Sociedad de Fútbol

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Real Sociedad
Real Sociedad de Futbol.png
Nome Real Sociedad de Fútbol (S.A.D.)
Alcunhas Los Txuri-urdin
La Real
Erreala
Fundação 07 de setembro de 1909 (105 anos)[1]
Estádio Anoeta
Capacidade 32.000
Localização San Sebastián, Espanha
Presidente Espanha Jokin Aperribay
Treinador Espanha Jagoba Arrasate
Material esportivo Alemanha Adidas
Competição Espanha La Liga
Espanha Copa do Rei
LL 2014–15
CR 2014-15
em disputa
a disputar
Website Site oficial
Kit left arm realsociedad1415h.png Kit body realsoc1415h.png Kit right arm realsociedad1415h.png
Kit shorts rsoc1415h.png
Kit socks rsoc1415h.png
Uniforme
titular
Kit left arm realsociedad1415a.png Kit body realsociedad1415a.png Kit right arm rsoc1415a.png
Kit shorts rsoc1415a.png
Kit socks rsoc1415a.png
Uniforme
alternativo
Temporada atual
editar

A Real Sociedad de Fútbol, é um clube de futebol localizado em San Sebastián, Guipúzcoa, (País Basco, Espanha). Com quase 30.000 sócios, atualmente joga na Primeira Divisão Espanhola.

História[editar | editar código-fonte]

Fundado em 1909, conquistou seu primeiro título logo em seu primeiro ano de existência, a Copa del Rey.

Durante seus primeiros anos existia uma grande rivalidade com o Athletic de Bilbao e o Real Unión de Irún, outras equipes bascas. Já em 1913 se inaugura o Estádio de Atocha.

No ano 1928 o clube participou junto com outros nove clubes da primeira edição do Campeonato de Liga da 1ª División Espanhola, ficando em 4ª lugar e tendo seu jogador Bienzobas como artilheiro do Campeonato.

A Real Sociedad detém o recorde de partidas invictas na Liga Espanhola com 38 partidas entre 29 de abril de 1979 e 4 de maio de 1980 .

Assim como o rival Athletic Bilbao, a Real Sociedad, por muito tempo, só admitia jogadores bascos ou estrangeiros de origens bascas. Em 1989 passou a admitir jogadores de outros países, mas, quanto aos espanhóis, ainda hoje também se limita àqueles de origens bascas.

Alguns brasileiros já defenderam o clube como Vicente Biurrun, que chegou anteriormente a Aldridge, mas é considerado como basco por suas origens; Luiz Alberto na temporada 2001-02 e posteriormente com Rossato em 2004-05 e outro capixaba Sávio, em 2008.

Uniforme[editar | editar código-fonte]

Uniforme titular: Desde sua fundação a Real Sociedad sempre se vestiu com o mesmo uniforme: camisa com linhas verticais azul e branca alternadamente e calção branco.

Estádio[editar | editar código-fonte]

O clube disputou a temporada 2013-14 a fase de grupos da Liga dos Campeões da UEFA de 2013–14.[2]

Elenco atual[editar | editar código-fonte]

  • Atualizado em 1 de setembro de 2014.[3]
Legenda
  • Capitão: Capitão
  • PenalizadoExpulso: Jogador suspenso
  • Lesionado: Jogador lesionado


Goleiros
Jogador
1 Argentina Gerónimo Rulli Lesionado
13 Espanha Zubikarai
Defensores
Jogador Pos.
3 Espanha Mikel González Z
6 Espanha Iñigo Martínez Z
15 Espanha Ion Ansotegui Z
20 Espanha Joseba Zaldúa Z
2 Espanha Carlos Martínez LD
22 Espanha Dani Estrada LD
19 Espanha Yuri LE
24 Espanha Alberto de la Bella LE
Meio-campistas
Jogador Pos.
4 Espanha Gorka Elustondo V
5 Espanha Markel Bergara V
8 Espanha Esteban Granero M
10 Espanha Xabi Prieto Capitão M
14 Espanha Rubén Pardo M
16 Espanha Sergio Canales M
17 França David Zurutuza M
Atacantes
Jogador
7 Islândia Alfreð Finnbogason
9 Espanha Imanol Agirretxe
11 México Carlos Vela
18 Uruguai Gonzalo Castro
Comissão técnica
Nome Pos.
Espanha Jagoba Arrasate T

Títulos[editar | editar código-fonte]

Liga.png Campeonato Espanhol : 2

(1980-81, 1981-82):

Liga.png Segunda División:

(2009-10):

RFEF - Copa del Rey.svg Copa da Espanha :

(1909, 1986-87):

RFEF - Supercopa de España.svg Supercopa da Espanha :

(1982-83):

Ídolos[editar | editar código-fonte]

Presidentes[editar | editar código-fonte]

  • 1909 - Adolfo Sáenz Alonso
  • 1912 - Enrique Pardiñas
  • 1915 - Antonio Vega de Seoane
  • 1917 - Javier Peña
  • 1918 - Mariano Lacort
  • 1919 - Camilo Rodríguez
  • 1921 - José Gaytan de Ayala
  • 1922 - Ramón Machimbarrena
  • 1924 - Antonio Vega de Seoane
  • 1927 - Luis Pradera
  • 1929 - Vicente Prado
  • 1930 - Florentino Azqueta
  • 1932 - Javier Peña
  • 1935 - José María Gaztaminza
  • 1937 - Francisco Molíns
  • 1942 - Pedro Chillida
  • 1945 - Felipe de Arteche
  • 1954 - José María Gaztaminza
  • 1956 - Emilio de Zulueta
  • 1960 - Agustín Ciriza
  • 1962 - Antonio Vega de Seoane y Barroso
  • 1967 - José Luis Orbegozo Balzola
  • 1983 - Iñaki Alkiza Laskibar
  • 1992 - Luis Uranga Otaegui
  • 2001 - José Luis Astiazarán Iriondo
  • 2005 - Miguel Fuentes Azpiroz
  • 2007 - María de la Peña Berraondo
  • 2007 - Juan Larzabal Castilla
  • 2008 - Iñaki Badiola
  • 2008 - Jokin Aperribay

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]