Schadenfreude

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O monge e o burro rebelde de Eduardo Zamacois y Zabala, 1868

Schadenfreude (AFI[/ˈʃɑː.dənˌfrɔɪ.də/]) é um empréstimo linguístico da língua alemã também usado em outras línguas do Ocidente para designar o sentimento de alegria ou satisfação perante o dano ou infortúnio de um terceiro.

A palavra deriva de "schaden" (dano, prejuízo) e "freude" (alegria, prazer).

Existe uma distinção entre Schadenfreude discreta, o sentimento íntimo pessoal e Schadenfreude pública, que se expressa abertamente mostrando escárnio, ironia ou sarcasmo perante a desventura sofrida por um terceiro.

Na língua portuguesa o sentimento de satisfação pelo infortúnio de outro expressa-se na exclamação "bem feito a ele ou ela" (Schadenfreude pública).

Cquote1.svg
"Que coisa mais medonha de se imaginar que uma língua possa possuir uma palavra que expresse o prazer que o homem sente para com calamidades alheias; a própria existência da palavra presta testemunho da existência da coisa. E mesmo assim em mais de um idioma tal palavra existe ...
No grego
epikhairekakia, no alemão Schadenfreude.1
Cquote2.svg

Exemplos de aplicação[editar | editar código-fonte]

  • "Schadenfreude ist die schönste Freude, denn sie kommt von Herzen." (ditado popular)
Schadenfreude é a alegria mais bela, já que vem de coração.
  • "Neid zu fühlen ist menschlich, Schadenfreude zu genießen teuflisch." (Arthur Schopenhauer)
É humano sentir inveja e diabólico deleitar-se com a Schadenfreude.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Trench, Richard C. On the Study of Words (1852)
Ícone de esboço Este artigo sobre psicologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.