Sint-Niklaas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Flag of Belgium (civil).svg  Sint-Niklaas
Sint-Niklaas - Grote Markt 2.jpg
Grote Markt - praça do mercado
Sint-Niklaas está localizado em: Bélgica
Sint-Niklaas
Localização de Sint-Niklaas em Bélgica
51° 9' N 4° 8' E
Sint-NiklaasLocatie.png
localização do município, no distrito e na província
Brasão Bandeira
Wapensint-niklaas.jpeg Flag of None.svg
Geografia
Região Flandres
Província Flandres Oriental
Distrito Sint-Niklaas
Área 83,80 km²
Demografia
População
– Homens
– Mulheres
Densidade
69.822 (01/07/2006)
48,76%
51,24%
833,20 hab./km2
Faixa Etária
0–19 anos
20–64 anos
65 anos ou mais
(01/01/2006)
22,15%
59,01%
18,84%
Estrangeiros 3,77% (01/07/2005)
Economia
Desemprego 9,09% (01/01/2006)
Renda per capita 13.702 euros/hab. (2004)
Política
Prefeito (burgomestre) Freddy Willockx (sp.a)
Coalizão/Partido Socialistische Partij Anders (sp.a)
-spirit-Groen!,
CD&V-Nieuw-Vlaamse_Alliantie (NVA)
Vereadores (escabinos) 39
Código Postal
Código Postal deelgemeenten/entités (submunicípios)
9100
9100
9111
9112
Sint-Niklaas
Nieuwkerken-Waas
Belsele
Sinaai
Outras informações
Código telefônico 03
Código NIS 46021
Website www.sint-niklaas.be

Sint-Niklaas (em francês: Saint-Nicolas) é uma cidade e um município da Bélgica localizado no distrito de Sint-Niklaas, província de Flandres Oriental, região da Flandres.[1]

O município de Sint-Niklaas é constituido pela cidade de Sint-Niklaas e pelas vilas de Belsele, Nieuwerken-Waas e Sinaai.[1]

Sint-Niklaas é a capital e a maior cidade da região de Waasland, situada ente as províncias de Flandres Oriental e de Antuérpia.[1] A cidade é conhecida por ter a maior praça de mercado na Bélgica.

História[editar | editar código-fonte]

Das origens ao século XIII[editar | editar código-fonte]

Se bem que tenham sido achados vestígios pré-romanos na área do a(c)tual território do município de Sint-Niklaas, o certo é que centro regional durante a época romana era a vizinha Waasmunster, localizada nas margens do rio Durme.[1] A vila de Belsele já vem mencionada num documento do século IX.[1] A história de Sint-Niklaas propriamente dita iniciou-se em 1217, quando o bispo de Tournai, seguindo o conselho do clero local fundou uma igreja a Saint Nicholas aqui. A nova paróquia esteve na dependência da diocese de Tournai até meados do século XVI.[1] Politicamente, todavia, era parte do condado da Flandres. O poder da Flandres naquela época favoreceu o desenvolvimento económico da cidade, que tornou-se o centro administrativo da região em 1241.[1] Um documento datado de 1248 indica-nos que Margarida II, condessa da Flandres, cedeu território adicional à paróquia de Sint-Niklaas, com a cláusula que deveria manter-se vazia, o que explica o pouco usual tamanho da praça central do mercado.

Do século XIV ao século XVII[editar | editar código-fonte]

A cidade nunca foi amuralhada, a que a tornou um alvo fácil para a conquista de potenciais inimigos. Em 1381, Sint-Niklaas foi engolida por um fogo e saqueada. Todavia, a central localização de Sint-Niklaas entre Ghent e Antuérpia, não muito longe do rio Escalda, favoreceu o seu desenvolvimento futuro. Em 1513, o imperador Maximiliano de Habsburgo deu à cidade o direito de realizar um mercado semanal. Por volta de 1580, a igreja de Saint Nicholas sofreu forte destruição por parte de nómadas iconoclastas.[1] O século XVII foi em geral um período de prosperidade que foi assinalado pelo crescimento económico, devido principalmente à indústria têxtil (linho e ). Esta também foi a época eem que Sint-Niklaas foi dotada de edifícios de comunidade religiosas que viviam em mosteiros (Oratorianos, Franciscanos, etc) que forneceram serviços educativos, religiosos e médicos à região. Em 25 de Maio de 1690, um outro incêndio destruiu a maior parte da cidade.

Do século XVIII até à actualidade[editar | editar código-fonte]

No século XVII, o regime austríaco foi favorável a Sint-Niklaas. A indústria têxtil adaptou-se bem à mecanização e surgiu a indústria algodoeira em 1764.[1] No final do século XVIII, a Revolução Francesa gerou um misto de intolerância religiosa e moderna administração à cidade. Napoleão visitou Sint-Niklaas em 1813 e oficialmente elevou-a à categoria de cidade. O século XIX, testemunhou um declínio geral da indústria têxtil. Várias construções foram erigidas, incluindo o edifício da a(c)tual câmara municipal/prefeitura e a Onze-Lieve-Vrouwekerk (Igreja de Nossa Senhora). Depois da Segunda Guerra Mundial, a indústria têxtil entrou numa crise aguda. Hoje, o centro histórico da cidade é principalmente uma zona de comércio e serviços.

Património arquite(c)tónico[editar | editar código-fonte]

Igreja da Nossa Senhora, em Sint-Niklaas.
Edifício da Câmara Municipal/Prefeitura de Sint Niklaas, datado do século XIX.[1]
  • A Igreja de Saint Nicholas foi fundada no século XIII e deu o nome à cidade. Depois de fortes destruições no século XVI, o interior foi reconstruído no estilo barroco.[1]
  • A Capela de São José foi construída no século XVII pelos Franciscanos.[1] Mais tarde foi integrada no seminário e a(c)tualmnte faz parte integrante da escola secundária.[1]
  • A Igreja de Nossa Senhora e a o edifício da Câmara Municipal/Prefeitura, localizada ma maior praça de mercado de toda a Bélgica datam do século XIX.[1]
  • O Museu Gerardus Mercator traça a história da cartografia até às suas origens. O museu também possui dois globos originais que pertenceram àquele cartógrafo.
  • Outras igreja (São José, Cristo o Rei) e museus (Salão de Belas Artes, Zwijgershoek) completam a visita ao património arquite(c)tónico da cidade.

Eventos[editar | editar código-fonte]

  • No primeiro fim-de-semana de Setembro, Sint Niklaas organiza um encontro internacional de balões (Vredesfeesten)
  • Na última semana de cada ano, Sint-Niklaas organiza o Flanders Volley Gala, um torneio internacional de voleibol.[1]
  • A cidade conserva sete gigantes: Jammeken, Mieke, Santa Claus e Zwarte Piet e três Magos: Gaspar, Melchior e Baltasar.[1]

Presidentes de Câmara/Prefeitos[editar | editar código-fonte]

Os presidentes da Câmara/prefeitos desde 1933 foram:

  • Henri Heyman (1933-1946);
  • Romain De Vidts (1947-1962);
  • Frantz Van Dorpe (1963-1976);
  • Paul De Vidts (1977-1988);
  • Lieven Lenaerts (1995-1996);
  • Jef Foubert (1997-2000);
  • Freddy Willockx (1989-1994 e 2001-).

Habitantes famosos[editar | editar código-fonte]

Geminações[editar | editar código-fonte]

As cidades-irmãs de Sint-Niklaas são:

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Sint-Niklaas


Referências