Sua Vida Me Pertence

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes fiáveis e independentes. (desde dezembro de 2009). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Sua Vida Me Pertence
Informação geral
Formato Telenovela
Gênero Drama
Criador(es) Wálter Forster
País de origem  Brasil
Idioma original (em português)
Produção
Diretor(es) Wálter Forster
Elenco Wálter Forster
Vida Alves
Lia de Aguiar
Exibição
Emissora de
televisão original
Brasil Rede Tupi
Transmissão original 21 de dezembro de 1951 - 2 de fevereiro de 1952
N.º de episódios 15

Sua Vida Me Pertence, famosa por ter sido a primeira telenovela brasileira que foi produzida e exibida pela extinta TV Tupi São Paulo, de 21 de dezembro de 1951 a 2 de fevereiro de 1952, às 20 horas e teve de 15 capítulos[1] . Foi escrita e dirigida por Wálter Forster, que também protagonizou a história, ao lado de Vida Alves e Lia de Aguiar, formando um triângulo amoroso.

Produção[editar | editar código-fonte]

O conceito partiu de uma sugestão do então diretor artístico da TV Tupi São Paulo, Cassiano Gabus Mendes, que sugeriu uma produção que assemelhava ao cinema, ou a dramaturgia. Wálter Forster foi o primeiro a falar em "telenovela", uma versão para televisão da radionovela, que já era sucesso. O produto começou acanhado, apresentado ainda ao vivo e, duas vezes por semana. A princípio uma produção menor, que foi crescendo com tempo e, se tornou o produto televisivo de maior importância no cenário nacional, atualmente.

Não era exibida diariamente, mas duas vezes por semana: terças-feiras e quintas-feiras. Cada capítulo tinha apenas 20 minutos e, eram apresentadas ao vivo. Contou com dois cenários: um reproduzindo um quarto e o outro, um jardim de uma praça. Nessa produção também ocorreu o primeiro beijo da televisão brasileira. Não era um beijo como estamos acostumados a ver: na verdade, não passava de um inocente "selinho" entre os protagonistas, interpretados por Wálter Forster e Vida Alves.

Enredo[editar | editar código-fonte]

A trama narra a história de uma violenta paixão de uma moça (Vida Alves) por um homem (Wálter Forster) que desdenha seu amor.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre telenovelas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.