Witold Pilecki

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Witold Pilecki

Witold Pilecki (Ołoniec, 13 de Maio de 1901Varsóvia, 25 de Maio de 1948) foi um soldado da Segunda República Polaca, fundador do movimento de resistência "Exército secreto polaco" (Tajna Armia Polska) e membro do exército (Armia Krajowa). Também era conhecido pelos nomes de código Roman Jezierski, Tomasz Serafiński, Druh, Witold.

Durante a Segunda Guerra Mundial ele foi a única pessoa a optar pela prisão no Campo de Concentração de Auschwitz-Birkenau. Ali chegado, ele organizou as tentativas de resistência interna e informou os aliados das atrocidades dos campos Nazis. Ele conseguiu evadir-se de Auschwitz em 1943 e tomou parte na Revolta de Varsóvia (Agosto-Outubro de 1944). Pilecki foi torturado e executado em 1948 pelas autoridades comunistas da Polónia, na sequência da sua acção pela recolha de testemunhas das atrocidades soviéticas e perseguição de militares polacos e suas execuções e internamentos nos gulags russos.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]