Álbuns número um no Reino Unido em 2019

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

A seguir se apresenta a lista dos álbuns número um no Reino Unido em 2019. A tabela musical de álbuns britânica é publicada semanalmente com base no desempenho comercial de álbuns no período de sexta à quinta-feira no país, incluindo tanto vendas físicas quanto digitais, bem como streaming em plataformas sociais como o Spotify e o YouTube.[1][2] Segundo a The Official Charts Company (OCC), responsável pela compilação da informação sobre vendas e publicação da tabela de álbuns a cada sexta-feira através do programa de rádio The Official Chart da estação BBC Radio 1,[3] um "álbum" é definido como um projecto que contenha mais de quatro faixas e dure mais que 25 minutos.[4][5] Em 2019, 31 álbuns alcançaram a liderança da tabela de álbuns pela primeira vez. Entretanto, embora tenha liderado por quatro semanas, elevando o seu total para 28 semanas (uma quantidade recorde para a década de 2010), um trigésimo segundo intitulado The Greatest Showman: Original Motion Picture Soundtrack iniciou a sua corrida no topo no ano anterior e foi, portanto, excluído. Não obstante, terminou 2019 como o terceiro álbum mais vendido, com 523 mil unidades comercializadas, e recebendo o certificado de disco de platina pela British Phonographic Industry (BPI) pela quinta vez.[6]

Divinely Uninspired to a Hellish Extent, primeiro número um de Lewis Capaldi, liderou a tabela pela maior quantidade de tempo e terminou o ano como o álbum mais comercializado.

Thank U, Next alcançou o primeiro posto da tabela 175 dias após Sweetener (2018), ambos álbuns de Ariana Grande, marcando a menor quantidade de tempo entre dois álbuns de estúdio número um por qualquer artista na história do Reino Unido.[7] Além disso, juntamente com Ed Sheeran, foram os únicos artistas a conseguir dominar ambas tabelas de álbuns e de singles em simultâneo.[8] Sheeran, por sua vez, foi o artista com a melhor semana de vendas, com cerca de 125 mil unidades vendidas de No.6 Collaborations Project ao longo da sua semana de estreia. O álbum viria a liderar a tabela por cinco semanas não-consecutivas, perdendo o título de maior tempo de liderança para Divinely Uninspired to a Hellish Extent, trabalho de estreia de Lewis Capaldi que liderou por sete semanas, incluindo uma em 2020. Divinely Uninspired to a Hellish Extent terminou 2019 como o trabalho mais comercializado, registando 641 mil unidades vendidas, superando as 568 mil de No.6 Collaborations Project.[6] Outros artistas que alcançaram o topo pela primeira vez foram Tom Walker, Dave, Billie Eilish, Sam Fender e Dermot Kennedy. Com os seus dezassete anos de idade, Eilish tornou-se na artista mais jovem de sempre a conseguir alcançar o primeiro posto da tabela de álbuns do RU. O seu álbum When We All Fall Asleep, Where Do We Go? foi também o primeiro lançamento de estreia por uma artista feminina desde I Dreamed a Dream (2009) de Susan Boyle a estrear na primeira posição e permanecer nele e o quarto projecto mais vendido do ano, com 370 mil cópias movidas.[6] Embora tenha liderado a tabela apenas por uma semana, What a Time to Be Alive rendeu a Walker o terceiro álbum de estreia mais vendido do ano, com 270 mil cópias.[9]

O projecto Map of the Soul: Persona fez do grupo BTS o primeiro artista de origem coreana a liderar a tabela de álbuns do Reino Unido. Western Stars rendeu ao músico norte-americano Bruce Springsteen o seu décimo primeiro número um, a quarta maior quantidade por qualquer artista na história da tabela, enquanto Robbie Williams conseguiu o décimo terceiro da sua carreira a solo, igualando com Elvis Presley como os artistas a solo com a maior quantidade de números uns na tabela de álbuns, perdendo apenas para The Beatles com quinze.[10] Os The Beatles, por sua vez, ganharam destaque em 2019 por conseguirem reposicionar o trabalho Abbey Road (1970) na liderança da tabela exactamente 49 anos e 252 dias após a sua primeira semana na liderança, quebrando o recorde de maior distância entre tempo de liderança pelo mesmo trabalho estabelecida por Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band (1970), trabalho também lançado pela banda. A cantora australiana Kylie Minogue conseguiu o seu sétimo número um, a segunda maior quantidade entre artistas femininas, perdendo apenas para Madonna com doze e igualando o recorde da norte-americana Barbra Streisand.[11] Lover rendeu a Taylor Swift o seu quarto número um consecutivo, fazendo dela a única artista a liderar a tabela por quatro vezes na década de 2010. Na semana seguinte, Lana Del Rey partilhou o feito com Swift após a estreia de Norman F**king Rockwell.

O grupo Stereophonics conseguiu o seu sétimo número um, fazendo do grupo o artista de origem galesa mais bem sucedido da história da tabela. Quando Westlife removeu The Script do topo na semana de 22 de Novembro, isto marcou a primeira vez que um artista irlandês removia outro do topo desde Março de 2009, quando Ronan Keating removeu U2. Everyday Life rendeu à banda inglesa Coldplay o seu oitavo número um consecutivo, a maior quantidade para álbuns de estúdio por qualquer grupo da história da tabela. Além disso, todos os seus trabalhos de estúdio conseguiram liderar a tabela, juntando eles à uma lista de apenas onze nomes. Rod Stewart tornou-se no artista masculino a solo mais velho a conseguir alcançar a liderança da tabela, com o trabalho You're in My Heart, o último número um da década de 2010.

Histórico[editar | editar código-fonte]

Billie Eilish tornou-se na artista mais jovem de sempre a alcançar o primeiro posto da tabela.
Robbie Williams conseguiu o décimo terceiro número um da sua carreira a solo, a maior quantidade entre artistas a solo.
Lover fez de Taylor Swift a primeira artista com quatro trabalhos na liderança da tabela na década de 2010.
O grupo BTS tornou-se no primeiro artista de origem coreana a alcançar o número um no Reino Unido.
No.6 Collaborations Project rendeu a Ed Sheeran a maior estreia do ano e liderou a tabela por cinco semanas.
Legenda
Denota o álbum com o melhor desempenho do ano.[6]
Denota o álbum número um no Natal.
Denota a maior quantidade de venda semanal do ano.
Data Álbum Artista(s) Vendas Ref.
4 de Janeiro The Greatest Showman Vários 40 901 [12]
11 de Janeiro 30 364 [13]
18 de Janeiro N/A [14]
25 de Janeiro N/A [15]
1 de Fevereiro Amo Bring Me the Horizon 26 934 [16]
8 de Fevereiro Encore The Specials 18 199 [17]
15 de Fevereiro Thank U, Next Ariana Grande 65 214 [18]
22 de Fevereiro 31 404 [19]
1 de Março N/A [20]
8 de Março What a Time to Be Alive Tom Walker 36 679 [21]
15 de Março Psychodrama Dave 26 390 [22]
22 de Março Singing to Strangers Jack Savoretti 32 264 [23]
29 de Março Coming Home to You Michael Ball 18 039 [24]
5 de Abril When We All Fall Asleep, Where Do We Go? Billie Eilish 48 410 [25]
12 de Abril 23 982 [26]
19 de Abril Map of the Soul: Persona BTS 26 498 [27]
26 de Abril When We All Fall Asleep, Where Do We Go? Billie Eilish 15 134 [28]
3 de Maio Hurts 2B Human Pink 48 861 [29]
10 de Maio 16 713 [30]
17 de Maio 11 582 [31]
24 de Maio Divinely Uninspired to a Hellish Extent Lewis Capaldi 89 506 [32]
31 de Maio 39 741 [33]
7 de Junho 29 429 [34]
14 de Junho 27 590 [35]
21 de Junho Western Stars Bruce Springsteen 52 290 [36]
28 de Junho Divinely Uninspired to a Hellish Extent Lewis Capaldi 19 003 [37]
5 de Julho Step Back in Time: The Definitive Collection Kylie Minogue 48 032 [38]
12 de Julho Divinely Uninspired to a Hellish Extent Lewis Capaldi 18 491 [39]
19 de Julho No.6 Collaborations Project Ed Sheeran 125 031 [40]
26 de Julho 60 902 [41]
2 de Agosto 41 372 [42]
9 de Agosto 32 114 [43]
16 de Agosto We Are Not Your Kind Slipknot 31 828 [44]
23 de Agosto No.6 Collaborations Project Ed Sheeran 23 611 [45]
30 de Agosto Lover Taylor Swift 40 033 [46]
6 de Setembro Norman F**king Rockwell Lana Del Rey 18 529 [47]
13 de Setembro Hollywood's Bleeding Post Malone 33 728 [48]
20 de Setembro Hypersonic Missiles Sam Fender 40 913 [49]
27 de Setembro Why Me? Why Not. Liam Gallagher 68 327 [50]
4 de Outubro Abbey Road The Beatles 34 680 [51]
11 de Outubro Without Fear Dermot Kennedy 20 061 [52]
18 de Outubro Giants of All Sizes Elbow 27 257 [53]
25 de Outubro Everything Not Saved Will Be Lost — Part 2 Foals 20 505 [54]
1 de Novembro Kind Stereophonics 29 844 [55]
8 de Novembro From Out of Nowhere Jeff Lynne's ELO[n 1] 21 062 [56]
15 de Novembro Sunsets & Full Moons The Script 31 946 [57]
22 de Novembro Spectrum Westlife 62 621 [58]
29 de Novembro Everyday Life Coldplay 80 974 [59]
6 de Dezembro The Christmas Present Robbie Williams 52 909 [60]
13 de Dezembro You're in My Heart Rod Stewart[n 2] 44 776 [61]
20 de Dezembro 71 330 [62]
27 de Dezembro 47 495 [63]
Títulos de álbuns e nomes de artistas dispostos conforme o publicado pela OCC.[64]
  1. Embora lançado como um álbum de The Electric Light Orchestra, a OCC creditou como um lançamento de Jeff Lynne's ELO.
  2. Embora lançado sob o título You're in My Heart: Rod Stewart with the Royal Philharmonic Orchestra como um álbum de Rod Stewart e a Orquestra Filarmónica Real, a OCC encurtou o título e apenas creditou o primeiro artista.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas de rodapé

  1. «About Us – B2B Services» (em inglês). Londres: The Official UK Charts Company. Consultado em 19 de Junho de 2011 
  2. «UK's Official Albums Chart to include streaming data for first time» (em inglês). The Official UK Charts Company. Consultado em 9 de Julho de 2015 
  3. «The Official Chart with Scott Mills» (em inglês). BBC Radio 1. Consultado em 10 de Janeiro de 2010 
  4. «Rules For Chart Eligibility – Albums» (PDF) (em inglês). Londres: The Official UK Charts Company. Janeiro de 2007. Consultado em 29 de Julho de 2011. Arquivado do original (PDF) em 27 de Junho de 2007 
  5. «The Charts We Compile» (em inglês). Londres: The Official UK Charts Company. 2010. Consultado em 28 de Junho de 2011 
  6. a b c d SMIRKE, Richard (2 de Janeiro de 2020). «UK Streaming Sales Cross £1B for First Time». Billboard (em inglês). Estados Unidos: Prometheus Global Media, LLC. Consultado em 2 de Janeiro de 2020 
  7. WHITE, Jack (27 de Dezembro de 2019). «50 incredible facts about the UK's 2019 Official Singles and Albums Charts» (em inglês). The Official UK Charts Company. Consultado em 27 de Dezembro de 2019 
  8. COPSEY, Rob (25 de Julho de 2019). «Every artist who has scored the Official UK Chart double» (em inglês). The Official UK Charts Company. Consultado em 9 de Agosto de 2019 
  9. COPSEY, Rob (7 de Janeiro de 2020). «The UK's Official Top 20 biggest debut albums of 2019» (em inglês). The Official UK Charts Company. Consultado em 8 de Janeiro de 2020 
  10. MYERS, Justin (20 de Dezembro de 2019). «Acts with the most Number 1 albums on the Official UK Chart» (em inglês). The Official UK Charts Company. Consultado em 27 de Dezembro de 2019 
  11. WHITE, Jack (6 de Setembro de 2019). «The female solo artists with the most Number 1 albums» (em inglês). The Official UK Charts Company. Consultado em 27 de Dezembro de 2019 
  12. JONES, Alan (4 de Janeiro de 2019). «Charts analysis: The Greatest Showman starts year strongly». Music Week (em inglês). (necessita subscrição). Future, plc. Consultado em 18 de Janeiro de 2019 
  13. JONES, Alan (11 de Janeiro de 2019). «Charts analysis: The Greatest Showman goes on and on». Music Week (em inglês). (necessita subscrição). Future, plc. Consultado em 11 de Janeiro de 2019 
  14. JONES, Alan (18 de Janeiro de 2019). «Charts analysis: The Greatest Showman strolls to summit in slow sales week». Music Week (em inglês). (necessita subscrição). Future, plc. Consultado em 18 de Janeiro de 2019 
  15. JONES, Alan (25 de Janeiro de 2019). «Charts analysis: Greatest Showman still on top but sales slowing». Music Week (em inglês). (necessita subscrição). Future, plc. Consultado em 25 de Janeiro de 2019 
  16. JONES, Alan (1 de Fevereiro de 2019). «Charts analysis: Bring Me The Horizon score first No.1 album». Music Week (em inglês). (necessita subscrição). Future, plc. Consultado em 1 de Fevereiro de 2019 
  17. JONES, Alan (8 de Fevereiro de 2019). «Charts analysis: No.1 encore for The Specials after four decades». Music Week (em inglês). (necessita subscrição). Future, plc. Consultado em 8 de Fevereiro de 2019 
  18. JONES, Alan (15 de Fevereiro de 2019). «Charts analysis: Huge streaming tally for Ariana Grande». Music Week (em inglês). (necessita subscrição). Future, plc. Consultado em 15 de Fevereiro de 2019 
  19. JONES, Alan (22 de Fevereiro de 2019). «Charts analysis: Ariana Grande secures second week at album summit». Music Week (em inglês). (necessita subscrição). Future, plc. Consultado em 22 de Fevereiro de 2019 
  20. JONES, Alan (1 de Março de 2019). «Charts analysis: Ariana Grande secures third week at No.1». Music Week (em inglês). (necessita subscrição). Future, plc. Consultado em 1 de Março de 2019 
  21. JONES, Alan (8 de Março de 2019). «Charts analysis: Tom Walker's debut makes strong start at summit». Music Week (em inglês). (necessita subscrição). Future, plc. Consultado em 8 de Março de 2019 
  22. PAINE, Andre (18 de Março de 2019). «'He's got an incredibly loyal fanbase': How Dave hit No.1 with debut album». Music Week (em inglês). (necessita subscrição). Future, plc. Consultado em 18 de Março de 2019 
  23. JONES, Alan (22 de Março de 2019). «Charts analysis: Jack Savoretti scores first No.1 album». Music Week (em inglês). (necessita subscrição). Future, plc. Consultado em 18 de Março de 2019 
  24. GARNER, George (29 de Março de 2019). «Charts analysis: Michael Ball scores first No.1 in 27 years». Music Week (em inglês). (necessita subscrição). Future, plc. Consultado em 29 de Março de 2019 
  25. JONES, Alan (5 de Abril de 2019). «Chart analysis: Billie Eilish becomes youngest female solo artist to make No.1». Music Week (em inglês). (necessita subscrição). Future, plc. Consultado em 5 de Abril de 2019 
  26. JONES, Alan (12 de Abril de 2019). «Charts analysis: Billie Eilish holds on at albums summit». Music Week (em inglês). (necessita subscrição). Future, plc. Consultado em 12 de Abril de 2019 
  27. JONES, Alan (19 de Abril de 2019). «Charts Analysis: BTS score first ever K-Pop No.1 album». Music Week (em inglês). (necessita subscrição). Future, plc. Consultado em 19 de Abril de 2019 
  28. JONES, Alan (26 de Abril de 2019). «Charts analysis: Bille Eilish rebounds to No.1». Music Week (em inglês). (necessita subscrição). Future, plc. Consultado em 26 de Abril de 2019 
  29. JONES, Alan (3 de Maio de 2019). «Charts analysis: Pink beats Bottlemen to No.1». Music Week (em inglês). (necessita subscrição). Future, plc. Consultado em 3 de Maio de 2019 
  30. JONES, Alan (10 de Maio de 2019). «Charts analysis: Pink hurts Vampire Weekend in battle for No.1». Music Week (em inglês). (necessita subscrição). Future, plc. Consultado em 10 de Maio de 2019 
  31. JONES, Alan (17 de Maio de 2019). «Charts analysis: Pink perches at No.1 in low sales week». Music Week (em inglês). (necessita subscrição). Future, plc. Consultado em 17 de Maio de 2019 
  32. JONES, Alan (24 de Maio de 2019). «Charts analysis: Lewis Capaldi makes No.1 debut with first album». Music Week (em inglês). (necessita subscrição). Future, plc. Consultado em 24 de Maio de 2019 
  33. JONES, Alan (31 de Maio de 2019). «Charts analysis: Lewis Capaldi scores gold album in second week at summit». Music Week (em inglês). (necessita subscrição). Future, plc. Consultado em 31 de Maio de 2019 
  34. JONES, Alan (7 de Junho de 2019). «Charts analysis: Lewis Capaldi extends run at summit». Music Week (em inglês). (necessita subscrição). Future, plc. Consultado em 7 de Junho de 2019 
  35. JONES, Alan (14 de Junho de 2019). «Charts analysis: Lewis Capaldi racks up a fourth week at the summit of the Albums Charts». Music Week (em inglês). (necessita subscrição). Future, plc. Consultado em 14 de Junho de 2019 
  36. JONES, Alan (21 de Junho de 2019). «Charts analysis: Springsteen triumphs in chart battle with Madonna». Music Week (em inglês). (necessita subscrição). Future, plc. Consultado em 21 de Junho de 2019 
  37. JONES, Alan (28 de Junho de 2019). «Charts analysis: Lewis Capaldi edges out Will Young at summit». Music Week (em inglês). (necessita subscrição). Future, plc. Consultado em 28 de Junho de 2019 
  38. JONES, Alan (5 de Julho de 2019). «Charts analysis: Kylie scores seventh No.1 album». Music Week (em inglês). (necessita subscrição). Future, plc. Consultado em 5 de Julho de 2019 
  39. JONES, Alan (12 de Julho de 2019). «Charts analysis: Lewis Capaldi returns to album summit». Music Week (em inglês). (necessita subscrição). Future, plc. Consultado em 12 de Julho de 2019 
  40. JONES, Alan (19 de Julho de 2019). «Charts analysis: Ed Sheeran scores fastest-selling album of 2019 so far». Music Week (em inglês). (necessita subscrição). Future, plc. Consultado em 19 de Julho de 2019 
  41. JONES, Alan (26 de Julho de 2019). «Charts analysis: Sheeran secures second week at summit». Music Week (em inglês). (necessita subscrição). Future, plc. Consultado em 26 de Julho de 2019 
  42. JONES, Alan (2 de Agosto de 2019). «Charts analysis: No.6 Collaborations Project spends third week at summit». Music Week (em inglês). (necessita subscrição). Future, plc. Consultado em 2 de Agosto de 2019 
  43. JONES, Alan (9 de Agosto de 2019). «Charts analysis: No.6 at No.1 again for Ed Sheeran». Music Week (em inglês). (necessita subscrição). Future, plc. Consultado em 9 de Agosto de 2019 
  44. JONES, Alan (16 de Agosto de 2019). «Charts analysis: Slipknot back at No.1 after 18 years». Music Week (em inglês). (necessita subscrição). Future, plc. Consultado em 9 de Agosto de 2019 
  45. JONES, Alan (23 de Agosto de 2019). «Charts analysis: Ed Sheeran returns to albums summit». Music Week (em inglês). (necessita subscrição). Future, plc. Consultado em 23 de Agosto de 2019 
  46. HOMEWOOD, Ben (28 de Agosto de 2019). «Taylor Swift passes 40,000 sales for Lover». Music Week (em inglês). (necessita subscrição). Future, plc. Consultado em 28 de Agosto de 2019 
  47. HANLEY, James (2 de Setembro de 2019). «Lana Del Rey powers to the albums peak». Music Week (em inglês). (necessita subscrição). Future, plc. Consultado em 2 de Setembro de 2019 
  48. JONES, Alan (13 de Setembro de 2019). «Charts analysis: Post Malone scores second No.1». Music Week (em inglês). (necessita subscrição). Future, plc. Consultado em 13 de Setembro de 2019 
  49. PAINE, Andre (23 de Setembro de 2019). «Sam Fender fires up charts as more UK debuts hit target». Music Week (em inglês). (necessita subscrição). Future, plc. Consultado em 23 de Setembro de 2019 
  50. JONES, Alan (27 de Setembro de 2019). «Charts analysis: Liam Gallagher scores second No.1 solo album». Music Week (em inglês). (necessita subscrição). Future, plc. Consultado em 27 de Setembro de 2019 
  51. PAINE, Andre (4 de Outubro de 2019). «The Beatles' Abbey Road breaks UK chart record». Music Week (em inglês). (necessita subscrição). Future, plc. Consultado em 4 de Outubro de 2019 
  52. JONES, Alan (11 de Outubro de 2019). «Charts analysis: Dermot Kennedy debuts at summit». Music Week (em inglês). (necessita subscrição). Future, plc. Consultado em 11 de Outubro de 2019 
  53. JONES, Alan (18 de Outubro de 2019). «Charts analysis: Elbow make it a hat-trick of No.1 albums». Music Week (em inglês). (necessita subscrição). Future, plc. Consultado em 18 de Outubro de 2019 
  54. JONES, Alan (25 de Outubro de 2019). «Charts analysis: Foals grab first UK Album No.1 with ...Part 2». Music Week (em inglês). (necessita subscrição). Future, plc. Consultado em 25 de Outubro de 2019 
  55. JONES, Alan (1 de Novembro de 2019). «Charts analysis: Stereophonics score seventh No.1 album». Music Week (em inglês). (necessita subscrição). Future, plc. Consultado em 1 de Novembro de 2019 
  56. JONES, Alan (8 de Novembro de 2019). «Charts analysis: Jeff Lynne's ELO takes No.1 as Children In Need LP is switched to compilations». Music Week (em inglês). (necessita subscrição). Future, plc. Consultado em 8 de Novembro de 2019 
  57. JONES, Alan (15 de Novembro de 2019). «Charts analysis: The Script score fifth No.1 album». Music Week (em inglês). (necessita subscrição). Future, plc. Consultado em 15 de Novembro de 2019 
  58. JONES, Alan (22 de Novembro de 2019). «Charts analysis: Westlife reach summit with first album in nine years». Music Week (em inglês). (necessita subscrição). Future, plc. Consultado em 22 de Novembro de 2019 
  59. JONES, Alan (29 de Novembro de 2019). «Charts analysis: Coldplay beat Robbie Williams to No.1». Music Week (em inglês). (necessita subscrição). Future, plc. Consultado em 29 de Novembro de 2019 
  60. JONES, Alan (6 de Dezembro de 2019). «Charts analysis: Robbie Williams' festive album climbs to summit». Music Week (em inglês). (necessita subscrição). Future, plc. Consultado em 6 de Dezembro de 2019 
  61. JONES, Alan (13 de Dezembro de 2019). «Charts analysis: Rod Stewart and RPO climb to summit». Music Week (em inglês). (necessita subscrição). Future, plc. Consultado em 13 de Dezembro de 2019 
  62. JONES, Alan (20 de Dezembro de 2019). «Charts analysis: Rod Stewart beats Stormzy and Harry Styles in race for Christmas No.1 album». Music Week (em inglês). (necessita subscrição). Future, plc. Consultado em 20 de Dezembro de 2019 
  63. JONES, Alan (30 de Dezembro de 2019). «Chart analysis: Rod Stewart hangs on to No.1 album». Music Week (em inglês). (necessita subscrição). Future, plc. Consultado em 30 de Dezembro de 2019 
  64. «All The Number 1 Albums» (em inglês). The Official UK Charts Company. Consultado em 29 de Dezembro de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Portal.svg A Wikipédia possui o
Portal Música