Parlamento da Islândia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Alþingi)
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2016). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Parlamento da Islândia
Alþingi Íslendinga
Tipo
Tipo Unicameral
Liderança
Presidente Einar Kristinn Guðfinnsson
Estrutura
Membros 63
Althing October 2016.svg
Grupos políticos:
Eleições
Última eleição: 29 de Outubro de 2016
Sede
Alþingi 2012-07.JPG
Alþingishúsið
Reykjavík, Islândia
Site
http://www.althingi.is/
Notas de rodapé
Política da Islândia

O Parlamento da Islândia (islandês: Alþingi Íslendinga; APORTUGUESADO Althingi ou Althing) é o parlamento nacional da Islândia. Fundado em 930, na região de Þingvellir, é o parlamento nacional mais antigo da história da humanidade.[1][2]

História[editar | editar código-fonte]

O Alþingi foi estabelecido no ano de 930 como uma assembleia ao ar livre, situada em Kvosin, na Praça Domkirkja. Com sua formação, foi estabelecido o Estado Livre Islandês. As reuniões aconteciam em torno do Lögberg (islandês: "rocha da lei"), onde se sentava o lögsögumaður ("relator da lei") para presidir a assembleia.

O Estado Livre existiu até 1262, quando a Islândia formou uma união com a Noruega. A organização do Alþingi mudou nesse período, mas continuou a acolher sessões até 1799, quando suas atividades foram suspensas por várias décadas. Voltou a ter sessões em 1844, quando foi mudado para a capital. O edifício que abriga atualmente a instituição é o mesmo desde 1881 e chama-se, Alþingihús (islandês: "casa do Alþingi").

Sistema eleitoral[editar | editar código-fonte]

A constituição islandesa estabelece seis círculos eleitorais, com a possibilidade de criar um sétimo. Cada uma destas divisões territoriais elege nove membros. Além destes 54 parlamentares, cada um dos grupos políticos recebe uma quantidade de lugares proporcional à percentagem obtida a nível nacional. Para poder recorrer a este círculo extra, o partido em causa deverá ter tido mais de 5% de todos os votos válidos no processo eleitoral.

Referências

  1. «History» (em inglês). Thingvellir National Park (Þjóðgarðurinn á Þingvöllum). Consultado em 19 de setembro de 2017 
  2. «Landnám» (em islandês). Þjóðgarðurinn á Þingvöllum (Thingvellir National Park). Consultado em 19 de setembro de 2017 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre a Islândia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.