Alessio Cerci

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Alessio Cerci
Alessio Cerci
Alessio Cerci em 2013
Informações pessoais
Nome completo Alessio Cerci
Data de nasc. 23 de julho de 1987 (34 anos)
Local de nasc. Velletri, Itália
Nacionalidade italiano
Altura 1,80 m
canhoto
Informações profissionais
Clube atual Salernitana
Número 7
Posição Ponta
Clubes de juventude
2002-2006 Roma
Clubes profissionais
Anos Clubes
2003–2010
2006–2007
2007–2008
2008–2009
2010–2012
2012–2014
2014–2017
2015–2016
2016
2017–2018
2018–2019
2019–
Roma
Brescia (emp.)
Pisa (emp.)
Atalanta (emp.)
Fiorentina
Torino
Atlético de Madrid
Milan (emp.)
Genoa (emp.)
Hellas Verona
Ankaragücü
Salernitana
Seleção nacional
2003
2003–2004
2004
2004–2006
2005–2006
2007–2009
2013–2014
Itália Sub-16
Itália Sub-17
Itália Sub-18
Itália Sub-19
Itália Sub-20
Itália Sub-21
Itália

Alessio Cerci (Velletri, 23 de julho de 1987) é um futebolista italiano que atua como ponta. Atualmente joga no Salernitana.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Atlético de Madrid[editar | editar código-fonte]

No dia 31 de agosto de 2014, acertou com o Atlético de Madrid por três temporadas.[1] Ficou na equipe espanhola por apenas seis meses, sendo envolvido numa transação com o Milan pelo atacante e ídolo dos colchoneros, Fernando Torres.

Milan[editar | editar código-fonte]

Acertou o empréstimo de um ano e meio com o Milan em troca de Fernando Torres, e recebeu a camisa de número 22 que pertenceu ao ídolo Kaká. Fez sua estreia pelo clube italiano no dia 6 de janeiro, numa partida válida pela Serie A do Campeonato Italiano, em que o Milan saiu derrotado por 2 a 1 pelo Sassuolo.

Seleção Nacional[editar | editar código-fonte]

Fez sua estreia na Seleção Italiana em 2013, tendo sido convocado para a Copa das Confederações de 2013 no Brasil. Sua Seleção terminou em terceiro lugar, tendo perdido para a Espanha na semifinal e ganhado do Uruguai na disputa pelo terceiro lugar. Participou da Copa do Mundo de 2014 no Brasil, em que sua Seleção foi eliminada ainda na primeira fase após perder para o mesmo Uruguai que tinham vencido na Copa das Confederações de 2013; esse jogo ficou marcado pela mordida de Luis Suárez em Chiellini.

Referências

  1. «No penúltimo dia de janela, Atlético de Madrid fecha com o italiano Cerci». GloboEsporte.com. 31 de agosto de 2014. Consultado em 21 de julho de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Alessio Cerci