Lorenzo Insigne

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Lorenzo Insigne
Lorenzo Insigne
Insigne em 2021
Informações pessoais
Nome completo Lorenzo Insigne
Data de nasc. 4 de junho de 1991 (31 anos)
Local de nasc. Frattamaggiore, Nápoles, Itália
Nacionalidade italiano
Altura 1,63 m
destro
Informações profissionais
Clube atual Toronto
Número
Posição ponta-esquerda
Clubes de juventude

2006–2010
Olimpia Sant'Arpino
Napoli
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2010–2022
2010
2010–2011
2011–2012
2022–
Napoli
Cavese (emp.)
Foggia (emp.)
Pescara (emp.)
Toronto
0434 00(122)
0010 0000(0)
0040 000(26)
0038 000(20)
0000 0000(0)
Seleção nacional3
2010–2011
2011–2013
2012–
Itália Sub-20
Itália Sub-21
Itália
0005 0000(1)
0015 0000(7)
0054 000(10)


2 Partidas e gols totais pelos
clubes, atualizadas até 22 de maio de 2022.
3 Partidas e gols pela seleção nacional estão atualizadas
até 24 de março de 2022.

Lorenzo Insigne (Frattamaggiore, 4 de junho de 1991) é um futebolista italiano que atua como ponta-esquerda. Atualmente joga pelo Toronto, do Canadá.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Napoli[editar | editar código-fonte]

Nascido na comuna italiana de Frattamaggiore, Insigne iniciou sua carreira nas categorias de base do clube que leva o nome da província, o Napoli.[1] Sua estreia na equipe principal do clube aconteceu quando tinha dezoito anos, no dia 24 de janeiro de 2010, na partida que terminou com vitória partenopei por 2 a 0.[2]

Cavese[editar | editar código-fonte]

Poucas semanas depois, no dia 11 de fevereiro, foi anunciado seu empréstimo ao inexpressivo Cavese, da terceira divisão italiana.[3] Sua estadia no clube durou até o término da temporada 2009–10, tendo disputado apenas dez partidas no período.[1]

Foggia[editar | editar código-fonte]

Para a temporada 2010–11, seguiu em empréstimo ao Foggia, que também disputava a terceira divisão italiana.[4] No clube, sob o comando de Zdeněk Zeman, que retornava ao clube que o tornou famoso anos antes, Insigne despontou profissionalmente nessa temporada, tendo marcado 19 gols em 33 partidas.[5]

Pescara[editar | editar código-fonte]

Chegou ao Pescara Calcio como um pedido de Zeman, que acabara de assumir o comando do clube.[6][7] E, assim como na temporada anterior sob o comando do treinador, Insigne continuou sendo um dos destaques da equipe, formando um dos melhores ataques do campeonato com Ciro Immobile e Marco Sansovini.[8][9] Sua equipe, como tradicionalmente são as equipes pelo treinador tcheco, apresentava um estilo de jogo ofensivo e bonito, dando maior visibilidade ao atacante.[10]

Retorno ao Napoli[editar | editar código-fonte]

No final da temporada, retornou para o Napoli. Em 16 de setembro de 2012, na vitória por 3 a 1 contra o Parma, Insigne marcou o seu primeiro gol pelo clube na Serie A. Quatro dias depois, ele estreou nas competições de clubes da UEFA, sendo titular na goleada por 4 a 0 contra o sueco AIK, em jogo válido pela Liga Europa.[11] O italiano fez uma boa temporada, e mesmo não conseguindo garantir seu lugar no time principal, devido à grande concorrência, conseguiu ser um dos destaques da equipe. Terminou a temporada 2012–13 tendo realizado 43 jogos, marcando cinco gols e distribuindo sete assistências.

Insigne atuando pelo Napoli em 2014

Na temporada 2013–14, Insigne fez sua estreia na Liga dos Campeões da UEFA em uma vitória por 2 a 1 sobre os finalistas da temporada anterior, Borussia Dortmund, no dia 18 de setembro de 2013. Insigne marcou sua estreia na competição com um gol.[12] Na final da Copa da Itália, em 3 de maio de 2014, Insigne marcou duas vezes no primeiro tempo, com o time vencendo por 3 a 1 contra a Fiorentina.[13]

Em 14 de outubro de 2017, Insigne marcou seu 100º gol na carreira em uma vitória fora de 1 a 0 sobre a Roma, pela Serie A.[14]

Após a saída do eslovaco Marek Hamšík, Insigne foi nomeado capitão do Napoli no dia 9 de fevereiro de 2019.[15]

Em 4 de março de 2021, após o empate em 3 a 3 com o Sassuolo, pela 25ª rodada da Serie A, Insigne foi flagrado pelas câmeras de transmissão ofendendo o próprio time, além de ter chutado uma garrafa d'água e uma placa de publicidade.[16]

Toronto[editar | editar código-fonte]

Foi anunciado pelo Toronto no dia 8 de janeiro de 2022. Ainda assim, o atacante ainda terminou a Serie A com os napolitanos e se mudou para o Canadá no meio do ano.[17]

Seleção Nacional[editar | editar código-fonte]

Após ter defendido a Itália Sub-20 e Sub-21, estreou pela Seleção Italiana principal no dia 11 de setembro de 2012, em partida contra a Seleção de Malta pelas eliminatórias da Copa do Mundo FIFA de 2014.[18]

No dia 1 de junho de 2014, foi convocado pelo treinador Cesare Prandelli para a Copa do Mundo FIFA realizada no Brasil.[19] Em 31 de maio de 2016, esteve na lista dos convocados de Antonio Conte para a Eurocopa.[20]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

É irmão de Roberto Insigne, atacante que atua no Benevento, e de Antonio Insigne, ex-futebolista.

Em 8 de dezembro de 2020, Insigne fez uma tatuagem em homenagem ao argentino Diego Maradona, considerado o maior ídolo da história do Napoli.[21]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Pescara
Napoli
Seleção Italiana

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «"Lorenzo Insigne"». Consultado em 29 de abril de 2012 
  2. «"Match details / line-up: AS Livorno - SSC Napoli (Serie A 2009/2010)"». Consultado em 29 de abril de 2012 
  3. ««Lorenzo Insigne è a Cava»». Consultado em 29 de abril de 2012 
  4. «Insigne in prestito al Foggia». Consultado em 29 de abril de 2012 
  5. «Foggia, Insigne: "Ora tornerò a Napoli"». Consultado em 29 de abril de 2012 
  6. «Calciomercato: Insigne al Pescara, in arrivo la firma». Consultado em 29 de abril de 2012 
  7. «"Ufficiale, colpi Pescara: presi Insigne e Romagnoli"». Consultado em 29 de abril de 2012. Arquivado do original em 14 de outubro de 2012 
  8. «"Serie B: Falta pouco ao Torino, mas equilíbrio impera"». Consultado em 29 de abril de 2012 
  9. Nelson Oliveira (29 de abril de 2012). «"Serie B: A fórmula é a juventude"». Calciopédia. Consultado em 3 de outubro de 2021 
  10. Fagner Morais (15 de agosto de 2012). «O futebol italiano nunca viu alguém como Zdenek Zeman». Calciopédia. Consultado em 3 de outubro de 2021 
  11. Felipe Lobo (20 de setembro de 2012). «Vargas marca três na vitória do Napoli contra AIK». Trivela. Consultado em 28 de junho de 2022 
  12. «Napoli-Borussia Dortmund 2-1. Gol di Higuain ed Insigne, è notte magica» (em italiano). Gazzetta dello Sport. 18 de setembro de 2013. Consultado em 3 de outubro de 2021 
  13. «Em clima tenso, Napoli bate Fiorentina e leva Copa da Itália». Terra. 3 de maio de 2014. Consultado em 28 de junho de 2022 
  14. «Insigne landmark maintains Napoli's flawless start» (em inglês). beIN SPORTS Australia. 14 de outubro de 2017. Consultado em 3 de outubro de 2021 
  15. «Insigne: 'Proud to be Napoli captain'» (em inglês). Football Italia. 9 de fevereiro de 2019. Consultado em 3 de outubro de 2021 
  16. «Insigne explode contra o próprio Napoli após empate: "Time de m..."». GloboEsporte.com. 4 de março de 2021. Consultado em 28 de junho de 2022 
  17. Leandro Stein (8 de janeiro de 2022). «O Toronto FC confirma a contratação de Insigne, que deixa a idolatria no Napoli por uma oferta astronômica da MLS». Trivela. Consultado em 28 de junho de 2022 
  18. «Insigne called up for game against Malta» (em inglês). Times of Malta. Consultado em 15 de junho de 2020 
  19. «Itália divulga numeração de convocados para a Copa do Mundo». ESPN Brasil. 2 de junho de 2014. Consultado em 3 de outubro de 2021 
  20. «Thiago Motta herda a "10" de Totti e Baggio na Itália para disputa da Euro». UOL. 31 de maio de 2016. Consultado em 3 de outubro de 2021 
  21. «Capitão do Napoli, Insigne homenageia Maradona com tatuagem na perna». UOL. 8 de dezembro de 2020. Consultado em 3 de outubro de 2021 
  22. «"Gran Galà del Calcio Aic 2012: i vincitori"». Consultado em 4 de fevereiro de 2013 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]