Lorenzo Insigne

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Lorenzo Insigne
Lorenzo Insigne
Insigne em 2021
Informações pessoais
Nome completo Lorenzo Insigne
Data de nasc. 4 de junho de 1991 (30 anos)
Local de nasc. Frattamaggiore, Nápoles, Itália
Nacionalidade italiano
Altura 1,63 m
destro
Informações profissionais
Clube atual Napoli
Número 24
Posição ponta-esquerda
Clubes de juventude
2006–2009 Napoli
Clubes profissionais
Anos Clubes
2009–
2010
2010–2011
2011–2012
Napoli
Cavese (emp.)
Foggia (emp.)
Pescara (emp.)
Seleção nacional
2010–2011
2011–2013
2012–
Itália Sub-20
Itália Sub-21
Itália

Lorenzo Insigne (Frattamaggiore, 4 de junho de 1991) é um futebolista italiano que atua como ponta-esquerda. Atualmente joga pelo Napoli.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Napoli[editar | editar código-fonte]

Nascido na comuna italiana de Frattamaggiore, Insigne iniciou sua carreira nas categorias de base do clube que leva o nome da província, o Napoli.[1] Sua estreia na equipe principal do clube aconteceu quando tinha dezoito anos, no dia 24 de janeiro de 2010, na partida que terminou com vitória partenopei por 2 a 0.[2]

Cavese[editar | editar código-fonte]

Poucas semanas depois, no dia 11 de fevereiro, foi anunciado seu empréstimo ao inexpressivo Cavese, da terceira divisão italiana.[3] Sua estadia no clube durou até o término da temporada 2009–10, tendo disputado apenas dez partidas no período.[1]

Foggia[editar | editar código-fonte]

Para a temporada 2010–11, seguiu em empréstimo ao Foggia, que também disputava a terceira divisão italiana.[4] No clube, sob o comando de Zdeněk Zeman, que retornava ao clube que o tornou famoso anos antes, Insigne despontou profissionalmente nessa temporada, tendo marcado 19 gols em 33 partidas.[5]

Pescara[editar | editar código-fonte]

Chegou ao Pescara Calcio como um pedido de Zeman, que acabara de assumir o comando do clube.[6][7] E, assim como na temporada anterior sob o comando do treinador, Insigne continuou sendo um dos destaques da equipe, formando um dos melhores ataques do campeonato com Ciro Immobile e Marco Sansovini.[8][9] Sua equipe, como tradicionalmente são as equipes pelo treinador tcheco, apresentava um estilo de jogo ofensivo e bonito, dando maior visibilidade ao atacante.[10]

Retorno ao Napoli[editar | editar código-fonte]

No final da temporada, retornou para o Napoli. Em 16 de setembro de 2012, na vitória por 3 a 1 contra o Parma, Insigne marcou o seu primeiro gol pelo clube na Serie A. Quatro dias depois, ele estreou nas competições de clubes da UEFA, começando com uma vitória por 4 a 0 contra o sueco AIK na Liga Europa. Fez uma temporada boa, e mesmo não conseguindo garantir seu lugar no time principal, devido à grande concorrência, conseguiu ser um dos destaques da equipe. Terminou a temporada 2012–13 tendo realizado 43 jogos, marcando cinco gols e distribuindo sete assistências.

Na temporada 2013–14, Insigne fez sua estreia na Liga dos Campeões da UEFA em uma vitória por 2 a 1 sobre os finalistas da temporada anterior, Borussia Dortmund, no dia 18 de setembro de 2013. Insigne marcou sua estreia na competição com um gol.[11] Na final da Copa da Itália, em 3 de maio de 2014, Insigne marcou duas vezes no primeiro tempo, com o time vencendo por 3 a 1 contra a Fiorentina.[12]

Em 14 de outubro de 2017, Insigne marcou seu 100º gol na carreira em uma vitória fora de 1 a 0 sobre a Roma, pela Serie A.[13]

Após a saída do sueco Marek Hamšík, Insigne foi nomeado capitão do Napoli no dia 9 de fevereiro de 2019.[14]

Em 4 de março de 2021, após o empate em 3 a 3 com o Sassuolo, pela 25ª rodada da Serie A, Insigne foi flagrado pelas câmeras de transmissão ofendendo o próprio time, além de ter chutado uma garrafa d'água e uma placa de publicidade.[15]

Seleção Nacional[editar | editar código-fonte]

Após ter defendido a Itália Sub-20 e Sub-21, estreou pela Seleção Italiana principal no dia 11 de setembro de 2012, em partida contra a Seleção de Malta pelas Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA de 2014.[16]

No dia 1 de junho de 2014, foi convocado pelo treinador Cesare Prandelli para a Copa do Mundo FIFA realizada no Brasil.[17] Em 31 de maio de 2016, esteve na lista dos convocados de Antonio Conte para a Eurocopa.[18]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

É irmão de Roberto Insigne, atacante que atua no Benevento, e de Antonio Insigne, ex-futebolista.

Em 8 de dezembro de 2020, Insigne fez uma tatuagem em homenagem ao argentino Diego Maradona, considerado o maior ídolo da história do Napoli.[19]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Pescara
Napoli
Seleção Italiana

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «"Lorenzo Insigne"». Consultado em 29 de abril de 2012 
  2. «"Match details / line-up: AS Livorno - SSC Napoli (Serie A 2009/2010)"». Consultado em 29 de abril de 2012 
  3. ««Lorenzo Insigne è a Cava»». Consultado em 29 de abril de 2012 
  4. «Insigne in prestito al Foggia». Consultado em 29 de abril de 2012 
  5. «Foggia, Insigne: "Ora tornerò a Napoli"». Consultado em 29 de abril de 2012 
  6. «Calciomercato: Insigne al Pescara, in arrivo la firma». Consultado em 29 de abril de 2012 
  7. «"Ufficiale, colpi Pescara: presi Insigne e Romagnoli"». Consultado em 29 de abril de 2012. Arquivado do original em 14 de outubro de 2012 
  8. «"Serie B: Falta pouco ao Torino, mas equilíbrio impera"». Consultado em 29 de abril de 2012 
  9. Nelson Oliveira (29 de abril de 2012). «"Serie B: A fórmula é a juventude"». Calciopédia. Consultado em 3 de outubro de 2021 
  10. Fagner Morais (15 de agosto de 2012). «O futebol italiano nunca viu alguém como Zdenek Zeman». Calciopédia. Consultado em 3 de outubro de 2021 
  11. «Napoli-Borussia Dortmund 2-1. Gol di Higuain ed Insigne, è notte magica» (em italiano). Gazzetta dello Sport. 18 de setembro de 2013. Consultado em 3 de outubro de 2021 
  12. «Em clima tenso, Napoli bate Fiorentina e leva Copa da Itália». Terra. 3 de maio de 2014. Consultado em 3 de outubro de 2021 
  13. «Insigne landmark maintains Napoli's flawless start» (em inglês). beIN SPORTS Australia. 14 de outubro de 2017. Consultado em 3 de outubro de 2021 
  14. «Insigne: 'Proud to be Napoli captain'» (em inglês). Football Italia. 9 de fevereiro de 2019. Consultado em 3 de outubro de 2021 
  15. «Insigne explode contra o próprio Napoli após empate: "Time de m..."». GloboEsporte.com. 4 de março de 2021. Consultado em 3 de outubro de 2021 
  16. «Insigne called up for game against Malta» (em inglês). Times of Malta. Consultado em 15 de junho de 2020 
  17. «Itália divulga numeração de convocados para a Copa do Mundo». ESPN.com.br. 2 de junho de 2014. Consultado em 3 de outubro de 2021 
  18. «Thiago Motta herda a "10" de Totti e Baggio na Itália para disputa da Euro». UOL. 31 de maio de 2016. Consultado em 3 de outubro de 2021 
  19. «Capitão do Napoli, Insigne homenageia Maradona com tatuagem na perna». UOL. 8 de dezembro de 2020. Consultado em 3 de outubro de 2021 
  20. «"Gran Galà del Calcio Aic 2012: i vincitori"». Consultado em 4 de fevereiro de 2013 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]