Antifibrinolítico

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Os antifibrinolíticos, fibrinolíticos ou antitrombolíticos são uma classe de fármacos utilizada para dissolver os trombos sanguíneos.[1]

Farmacologia[editar | editar código-fonte]

Os fibrinolíticos são fármacos que estimulam a conversão do plasminogénio inactivo presente no sangue, em plasmina activa. Esta é uma enzima que degrada a fibrina a proteína fibrilhar que forma o trombo.

Efeitos[editar | editar código-fonte]

Dissolve os trombos, dificulta a coagulação.

Efeitos adversos[editar | editar código-fonte]

  • Hemorragias
  • Novos AVCs hemorrágicos (raramente)
  • Hipotensão (as plasminas estimulam a formação de bradicinina).

Usos clínicos[editar | editar código-fonte]

Fármacos da classe[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Ozier Y, Bellamy L (2010). «Pharmacological agents: antifibrinolytics and desmopressin». Best Pract Res Clin Anaesthesiol. 24 (1). pp. 107–19 


Ícone de esboço Este artigo sobre fármacos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.