Antonomásia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Antonomásia é um tipo de metonímia em que há substituição do nome de um objeto, entidade, pessoa etc. por outro nome, que pode ser um nome comum (ou perífrase) um gentílico, um adjetivo etc., que seja alusivo a uma característica conhecida e capaz de identificar uma qualidade universal ou conhecida do objeto, entidade, pessoa etc. (ex: Aleijadinho por 'Antônio Francisco Lisboa'; o Salvador por 'Jesus Cristo'; o príncipe da romana eloquência, por 'Cícero'; o mantuano por 'Vergílio'; um borgonha, por 'um vinho da Borgonha' etc.)[1]. , ou vice-versa (um romeu por 'um homem apaixonado'; um tartufo por 'hipócrita' etc.)[2]


Exemplos consagrados

Referências

  1. Mendes de Almeida, Napoleão (1995). Gramática metódica da língua portuguesa. São Paulo: Saraiva.
  2. Dicionário Houaiss: antonomásia


Ícone de esboço Este artigo sobre literatura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.