Diogo Silva (futebolista)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Diogo Silva
Informações pessoais
Nome completo Diogo José Gonçalves da Silva
Data de nasc. 8 de julho de 1986 (32 anos)
Local de nasc. Cuiabá (MT), Brasil
Nacionalidade brasileira
Altura 1,92 m
Destro
Informações profissionais
Período em atividade 2004presente (12 anos)
Clube atual Brasil Ceará
Número 1
Posição Goleiro
Clubes de juventude

2005
Brasil Vitória
Brasil Nova Iguaçu
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2004–2005
2005–2011
2007
2008
2009–2010
2011
2012–2016
2015
2016–2018
2018–
Brasil Vitória
Brasil Nova Iguaçu
Brasil Americano (emp.)
Brasil Mesquita (emp.)
Brasil Bangu (emp.)
Brasil Vasco da Gama (emp.)
Brasil Vasco da Gama
Brasil XV de Piracicaba (emp.)
Brasil Luverdense
Brasil Ceará
0000 0000(0)
0097 0000(0)
0000 0000(0)
0000 0000(0)
0013 0000(0)
0000 0000(0)
0044 0000(0)
0006 0000(0)
0102 0000(0)
0000 0000(0)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 5 de agosto de 2018.

Diogo José Gonçalves da Silva, mais conhecido apenas como Diogo Silva (Cuiabá, 8 de julho de 1986), é um futebolista brasileiro que joga como goleiro. Atualmente defende o Ceará.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Iniciou sua carreira no Nova Iguaçu, em 2005.

Mesquita[editar | editar código-fonte]

Em 2008, Diogo Silva, que na época estava jogando pelo Mesquita, sofreu um gol de pênalti do goleiro Tiago, quando o Vasco da Gama venceu por 3x1 em São Januário, válido pelo Campeonato Carioca.

Vasco da Gama[editar | editar código-fonte]

Em 2011, após fazer um belo estadual com a camisa do Nova Iguaçu, clube no qual disputou 97 jogos, o Vasco acertou com empréstimo de um ano.[1] Conhecido pelos frangos, pode se resumir a passagem dele como sendo razoável, sendo ele um dos responsáveis do elenco, pelo rebaixamento para a série B no Brasileirão em 2013. Em abril de 2014, O Vasco será obrigado a pagar o que deve ao Nova Iguaçu na compra do goleiro. Sem receber nenhuma das dez parcelas de R$ 100 mil combinadas, a diretoria do time da Baixada Fluminense acionou a Justiça, que já notificou que o Cruz-Maltino terá que destinar 20% de toda a renda para quitar a dívida.[2]Após falhar no gol do Obina, contra o América Mineiro, no qual a sua equipe venceu por 3x2 em que ele substituiu o uruguaio Martín Silva, que foi convocado para a Seleção Uruguaia, a torcida cria um abaixo assinado pelo afastamento de Diogo Silva. Ele foi muito contestado desde o rebaixamento do clube para a Série B do Brasileiro de 2014, no ano passado.[3]

Em 14 de dezembro de 2015, Diogo Silva retorna ao Vasco da Gama após cumprir empréstimo com o clube de Piracicaba e tem contrato até final de 2016. Ele diz que o objetivo é ficar no elenco vascaíno em 2016 e fazer nova história. Ele diz que é torcedor vascaíno, afirma que time voltará mais forte e elogia diretoria.[4]

XV de Piracicaba[editar | editar código-fonte]

Após conseguir o acesso com a equipe cruzmaltina e após perder espaço com a promoção do Jordi, sendo a terceira opção como goleiro, Diogo Silva será emprestado ao XV de Piracicaba, para a disputa do Paulistão 2015, mesmo tendo contrato até maio de 2016.[5]

Luverdense[editar | editar código-fonte]

Com o fim de contrato com o clube cruzmaltino, em maio de 2016 acertou com o Luverdense, assinando contrato até maio de 2017.[6]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Nova Iguaçu[editar | editar código-fonte]

Vasco da Gama
Luverdense

Referências