Martín Silva

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Martín Silva
Martín Silva
Martín Silva em treino do Uruguai
Informações pessoais
Nome completo Martín Andrés Silva Leites
Data de nasc. 25 de março de 1983 (34 anos)
Local de nasc. Montevidéu, Uruguai
Nacionalidade uruguaio
Altura 1,87 m
Destro
Apelido Superman[1]
Informações profissionais
Clube atual Vasco da Gama
Número 1
Posição Goleiro
Clubes de juventude
1996–2002 Defensor Sporting
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2002–2011
2011–2013
2014–
Defensor Sporting
Olimpia
Vasco da Gama
0212 0000(0)
0096 0000(1)
0193 0000(0)
Seleção nacional3
1999
2001-2003
2009–
Uruguai Sub-17
Uruguai Sub-20
Uruguai
0004 0000(0)
0014 0000(0)
0010 0000(0)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 5 de novembro de 2017.
3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 10 de novembro de 2017.

Martín Andrés Silva Leites, mais conhecido apenas como Martín Silva (Montevidéu, 25 de março de 1983), é um futebolista uruguaio que atua como goleiro. Atualmente defende o Vasco da Gama.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Defensor Sporting[editar | editar código-fonte]

Martín Silva começou nas categorias de base do Defensor Sporting e se tornou profissional em 2002. Fez sua estreia na equipe principal com 19 anos, no dia 18 de agosto de 2002, em um triunfo por 1–0 sobre o Plaza Colonia no Estádio Luis Franzini, válido pelo Campeonato Uruguaio.

Foi goleiro reserva da equipe até 2006, quando se tornou titular com 22 anos, ganhando destaque disputando a Copa Libertadores da América nas temporadas de 2006 e 2007.

Em 2010, durante uma partida pela Copa Sul-Americana, contra o Independiente, na casa do adversário - o Estádio Libertadores da América - o goleiro foi agredido com uma pedra na cabeça, atirada por um torcedor. No entanto, o jogo continuou e o Defensor foi eliminado.[2]

Ao todo pelo time uruguaio, Silva disputou 212 partidas.

Olimpia[editar | editar código-fonte]

2011[editar | editar código-fonte]

Em julho de 2011, o arqueiro assinou um contrato de quatro anos com o Olimpia. Fez sua estreia na equipe paraguaia no dia 3 de agosto de 2011, na vitória por 2–0 sobre o The Strongest no Defensores del Chaco, válida pela Copa Sul-Americana.[3]

Foi campeão do Clausura de 2011, sendo um dos líderes da equipe em campo, e eleito o melhor goleiro da competição.[4]

2012[editar | editar código-fonte]

Em 2012, com grandes defesas em momentos decisivos, além da notada liderança, o goleiro definitivamente se tornou ídolo do clube, sendo chamado de Superman pela torcida.[5]

Na penúltima rodada do Clausura de 2012, contra o Sol de América, Martín marcou um gol em uma cobrança de pênalti, sendo esse o seu único gol em toda a sua carreira. O gol deu a vitória por 1–0 para a equipe do Olimpia, e classificou o time para a Copa Libertadores da América do ano seguinte.[6]

2013[editar | editar código-fonte]

Em 2013, foi vice-campeão da Copa Libertadores da América e eleito o melhor goleiro entre os quatro semifinalistas da competição,[7] sendo escolhido também o melhor goleiro da América pelo jornal El País.[8]

Ao final do ano, rescindiu o seu contrato com o clube por problemas de atraso de salário. Ao todo pelo time paraguaio, o goleiro atuou em 96 partidas.

Vasco da Gama[editar | editar código-fonte]

2014[editar | editar código-fonte]

Em dezembro de 2013, foi anunciado como reforço do Vasco da Gama.[9] Após problemas na sua regularização, estreou na 3ª rodada do Campeonato Carioca, quando o Vasco goleou o Friburguense por 6-0 em São Januário.[10] Foi o goleiro menos vazado do campeonato estadual, sendo eleito o melhor goleiro da competição, ajudando o Vasco a chegar ao vice-campeonato.[11]

Em março de 2014, o goleiro sofreu com problemas pessoais, pois sua filha Pilar nasceu prematura e com problemas respiratórios. Em razão disso, o goleiro foi liberado pelo clube para ir à Montevidéu acompanhar sua filha. Mesmo sem treinar, Martín Silva chegou ao Brasil e jogou contra o Fluminense, sendo escolhido o melhor em campo.[12] Após a grande atuação, o jogador saiu de campo emocionado e agradeceu aos torcedores que o apoiaram gritando o nome de sua filha Pilar:[13]

"A torcida cantou o nome da minha filha e foi muito emocionante. Tive até que respirar para me concentrar melhor na partida. Fiquei muito agradecido."

Em julho, o Vasco lançou uma camisa especial com as cores do Uruguai, homenageando o ídolo da torcida cruzmaltina que representou o clube quando disputou a Copa do Mundo de 2014, algo que não acontecia com o clube desde 1998, quando Carlos Germano disputou o Mundial na França.[14] Além disso foi o jogador escolhido para entrar em campo com a camisa 116, em homenagem ao aniversário do clube, comemorado em agosto.[15]

2015[editar | editar código-fonte]

Em 2015, foi campeão carioca, sendo esse o seu primeiro título pelo Vasco da Gama, além disso foi eleito novamente o melhor goleiro da competição.[16]

No Campeonato Brasileiro, o goleiro desfalcou a equipe por 17 jogos em razão da Copa América e de alguns amistosos pela Seleção Uruguaia. Ao final do ano, o Cruzmaltino foi novamente rebaixado para a Série-B, porém com Martín em campo, o aproveitamento da equipe foi de 42,8%, o suficiente para ficar na 13ª colocação e não ser rebaixada.

2016[editar | editar código-fonte]

Em 3 de março, prorrogou seu contrato com o clube até dezembro de 2019.[17] Dois dias depois, completou a marca de 100 jogos com a camisa cruzmaltina, na vitória por 3–1 sobre o Bonsucesso no Estádio de Los Larios, válida pelo Campeonato Carioca. Em maio, foi bi-campeão carioca, dessa vez invicto, e novamente foi eleito o melhor goleiro da competição.[18]

Apesar de receber sondagens para jogar a primeira divisão pelo São Paulo, Martín recusou, e disputou mais uma Série-B pelo Cruzmaltino, o que reforçou o seu status de ídolo do clube.[19]

2017[editar | editar código-fonte]

No início do ano, o goleiro novamente recebeu uma proposta, dessa vez para jogar pelo gigante argentino Boca Juniors. A proposta foi novamente recusada pelo ídolo cruzmaltino.[20] Pouco tempo depois, em entrevista, o goleiro falou sobre o assunto, e afirmou que não cogitou sair do clube em nenhum momento:[21]

"Na minha cabeça não passava sair do Vasco. Estou respeitando o contrato no clube, quero reforçar meu compromisso e estou tranquilo. Se estão me especulando fora do Vasco é porque estou fazendo o melhor possível, mas estou tranquilo. Agora não tem nenhuma proposta que possa me tirar do clube."

Mesmo não conseguindo o tri-campeonato, foi eleito pela quarta vez seguida o melhor goleiro do Campeonato Carioca.[22] Em 20 de setembro, prorrogou seu contrato com o clube até dezembro de 2020.[23]

Jogos pelo Vasco[editar | editar código-fonte]

Abaixo estão listados todos os jogos do futebolista pelo Vasco da Gama. Clique em expandir para ver a lista detalhada dos jogos.

Seleção Uruguaia[editar | editar código-fonte]

Silva integrou a Seleção do Uruguai desde as categorias de base. Foi o goleiro titular do Uruguai na Copa do Mundo Sub-17 em 1999, e participou também do Sul-Americano Sub-20 nas edições de 2001 e 2003.

Fez sua estreia pela equipe principal do Uruguai em um amistoso contra a Argélia em 12 de agosto de 2009, na cidade de Argel (capital da Argélia), onde a Celeste saiu derrotada por 1–0. Sempre como suplente do goleiro titular Fernando Muslera, integrou os elencos que disputaram a Copa do Mundo de 2010 e de 2014, a Copa América de 2011 - onde sagrou-se campeão - e de 2015, a Copa América Centenário de 2016, e a Copa das Confederações de 2013.

Jogos pela Seleção[editar | editar código-fonte]

Abaixo estão listados todos os jogos do futebolista pela Seleção principal do Uruguai. Clique em expandir para ver a lista detalhada dos jogos.[24]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Até 10 de novembro de 2017.

Clubes[editar | editar código-fonte]

Clube Temporada Campeonato
nacional
Copa
nacional[a]
Competições
internacionais[b]
Outros
torneios[c]
Total
Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols
Defensor Sporting Total 212 0
Olimpia 2011 6 0 6 0
2012 41 1 10 0 51 1
2013 23 0 16 0 39 0
Total 64 1 32 0 96 1
Vasco da Gama 2014 25 0 5 0 15 0 45 0
2015 21 0 7 0 19 0 47 0
2016 26 0 7 0 17 0 50 0
2017 32 0 4 0 15 0 51 0
Total 104 0 23 0 66 0 193 0
Total na carreira 168 1 23 0 32 0 66 0 501 1


Seleção[editar | editar código-fonte]

Ano
Jogos Gols
2009 1 0
2013 3 0
2014 2 0
2015 1 0
2016 1 0
2017 2 0
Total 10 0


Títulos[editar | editar código-fonte]

Clubes[editar | editar código-fonte]

Defensor Sporting
Olimpia
Vasco da Gama

Seleção[editar | editar código-fonte]

Cscr-featured.svg Invicto.

Campanhas em destaques[editar | editar código-fonte]

Prêmios Individuais[editar | editar código-fonte]

Ano Premiação Prêmio Time Resultado
2011 ParaguaiTorneo Clausura Melhor Goleiro Olimpia Venceu
2013 South America (orthographic projection).svg Melhores do Futebol (El País) Melhor Goleiro Olimpia Venceu
2014 BrasilRio de JaneiroSelecão do Campeonato Carioca Melhor Goleiro Vasco da Gama Venceu
2015 BrasilRio de JaneiroSelecão do Campeonato Carioca Melhor Goleiro Vasco da Gama Venceu
2016 BrasilRio de JaneiroSeleção do Campeonato Carioca Melhor Goleiro Vasco da Gama Venceu
2017 BrasilRio de JaneiroSeleção do Campeonato Carioca Melhor Goleiro Vasco da Gama Venceu

Honraria[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. [1]
  2. «Mais uma noite de vergonha e falta de respeito». Consultado em 19 de setembro de 2010 
  3. «Olimpia 2-0 The Strongest :: Copa Sul-Americana 2011 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 11 de novembro de 2017 
  4. «'Artilheiro' e pedra no caminho do Fla: Martín Silva, o super-herói vascaíno». globoesporte.com 
  5. «'Artilheiro' e pedra no caminho do Fla: Martín Silva, o super-herói vascaíno». globoesporte.com 
  6. «Olimpia 1-0 Sol de América :: Clausura 2012 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 11 de novembro de 2017 
  7. «Martín Silva es el mejor guardameta de la Copa». Deportes (em espanhol). HOY. 28 de junho de 2013. Consultado em 11 de julho de 2013 
  8. «Ronaldinho vence 'Rei da América' e faz história em eleição uruguaia». Globoesporte.com. 31 de dezembro de 2013. Consultado em 31 de dezembro de 2013 
  9. «Vasco acerta contratação de Martín Silva». Band.com. 24 de dezembro de 2013. Consultado em 25 de dezembro de 2013 
  10. «Montoya brilha na estreia de outros gringos, e Vasco faz seis no Frizão». Globoesporte.com. 27 de janeiro de 2014. Consultado em 27 de janeiro de 2014 
  11. «Atuações: seleção carioca tem zaga vascaína e dupla Walter e Alecsandro». Globoesporte.com. 23 de abril de 2014. Consultado em 3 de julho de 2014 
  12. «Atuações: Martín Silva leva a maior nota; Everton Costa também vai bem». Globoesporte.com. 16 de março de 2014. Consultado em 3 de julho de 2014 
  13. «Convocado para sua 2ª Copa, uruguaio Martín Silva agradece apoio dos vascaínos». Espn.uol.com.br. 13 de maio de 2014. Consultado em 3 de julho de 2014 
  14. «Celeste cruz-maltina: Vasco cria nova camisa em homenagem a Martín Silva». Globoesporte.com. 3 de julho de 2014. Consultado em 3 de julho de 2014 
  15. «Martín Silva usará camisa de número 116». Supervasco.com. 22 de agosto de 2014. Consultado em 23 de agosto de 2014 
  16. Vavel (4 de maio de 2015). «Seleção VAVEL do Campeonato Carioca 2015». VAVEL.com 
  17. «Martín Silva renova com o Vasco e ficará em São Januário até 2019». ESPN. 3 de março de 2016 
  18. «Vasco lidera seleção do Carioca, que ainda traz Ribamar e Willian Arão». globoesporte.com 
  19. «Time grande de São Paulo quer contratar Martin Silva – Vasco em Foco». vascoemfoco.com.br. Consultado em 11 de novembro de 2017 
  20. «Boca Juniors oferece R$ 4,7 milhões por Martín Silva, mas Vasco rejeita». globoesporte.com 
  21. «Martín Silva revela que recusou proposta e quer renovação com o Vasco - Futebol - UOL Esporte». UOL Esporte 
  22. «Com nove jogadores de Fla e Flu, Ferj divulga seleção do Campeonato Carioca». Globoesporte 
  23. «Vasco acerta renovação de contrato de Martín Silva até 2020». Globoesporte 
  24. «Player - Martín Silva» (em inglês). National Football Teams. Consultado em 25 de dezembro de 2013 
  25. «Vasco é campeão da Taça Rio e provoca Botafogo: "Três títulos em cima do rival valem música?"». FoxSports. 16 de abril de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]