Abel Hernández

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Abel Hernández
Abel Hernández
Abel Hernández em 2018
Informações pessoais
Nome completo Abel Mathías Hernández Platero
Data de nasc. 8 de agosto de 1990 (30 anos)
Local de nasc. Pando, Uruguai
Nacionalidade uruguaio
Altura 1,85 m
Canhoto
Informações profissionais
Clube atual Fluminense
Número 32
Posição Atacante
Clubes de juventude
2000–2001
2001–2006
Peñarol
Central Español
Clubes profissionais
Anos Clubes
2006–2008
2008–2009
2009–2014
2014–2018
2018–2019
2019–2020
2020–2021
2021–
Central Español
Peñarol
Palermo
Hull City
CSKA Moscou
Al-Ahli
Internacional
Fluminense
Seleção nacional
2008–2010
2012
2010–
Uruguai Sub-20
Uruguai Olímpico
Uruguai

Abel Mathías Hernández Platero (Pando, 8 de agosto de 1990) é um futebolista uruguaio que atua como atacante. Atualmente, joga pelo Fluminense.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Início[editar | editar código-fonte]

Foi revelado no Central Español, do Uruguai. Após uma temporada de destaque no Peñarol, em fevereiro de 2009 ele fechou com o Palermo, da Itália, por cinco temporadas.[1] Na época o jogador tinha apenas 19 anos de idade.

Hull City[editar | editar código-fonte]

Em setembro de 2014, foi contratado pelo Hull City, da Inglaterra, por três temporadas.[2]

CSKA Moscou[editar | editar código-fonte]

Em 2018, assinou por três anos de contrato o CSKA Moscou, da Rússia. Após marcar apenas três gols em 15 jogos, ficou livre depois de rescindir o contrato no fim de maio de 2019.

Internacional[editar | editar código-fonte]

Em 28 de agosto de 2020, Hernández assinou pelo Internacional até junho de 2021.[3] No dia 16 de setembro de 2020, marcou seus 2 primeiros gols pelo Internacional na vitória por 4 a 3 sobre o América de Cali, em jogo da 3 a rodada da fase de grupo da Libertdores.[4]

Marcou seu 3° gol pelo Colorado em 11 de outubro de 2020, na vitória por 2 a 1 sobre o Athletico Paranaense, válido pela 15 a rodada do Campeonato Brasileiro.[5] Rescindiu seu contrato com o Internacional no dia 14 de abril de 2021, após acertar a ida para Fluminense. Ao todo, jogou 31 jogos e marcou 6 gols pelo Colorado.[6]

Fluminense[editar | editar código-fonte]

Em 13 de abril de 2021, Fluminense acertou com Abel Hernández até o final do ano.[7]

Seleção Nacional[editar | editar código-fonte]

Estreou pela Seleção Uruguaia principal no dia 11 de agosto de 2010, em um amistoso contra a Angola. Marcou um gol no seu primeiro jogo. Em 2012 fez parte do elenco da Seleção Uruguaia de Futebol da Olimpíadas de 2012.[8]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Palermo
Seleção Uruguaia

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Abel Hernández tem tatuado em sua perna direita o rosto de Ronaldo Fenômeno. Apesar de Brasil e Uruguai terem um histórico enorme de rivalidade no futebol, isso não impediu que Hernández, atacante do Uruguai, gravasse na pele a sua admiração por Ronaldo, um dos maiores jogadores da Seleção Brasileira de todos os tempos.

Referências

  1. «Abel pasó al Palermo» (em espanhol). Ovación. 29 de janeiro de 2009 
  2. «Transfer deadline day: Abel Hernandez joins Hull in £10m deal» (em inglês). BBC. 2 de setembro de 2014 
  3. «Inter contrata atacante Abel Hernández». Sport Club Internacional. 28 de agosto de 2020. Consultado em 28 de agosto de 2020 
  4. «Internacional 4 x 3 América de Cali - Taça Libertadores rodada 3 - Tempo Real - Globo Esporte». ge.globo. Consultado em 17 de abril de 2021 
  5. «Com gols de Thiago Galhardo e Abel Hernández, Inter vence Athletico-PR no Beira-Rio». GZH. 12 de outubro de 2020. Consultado em 17 de abril de 2021 
  6. «Abel Hernández se despede do Inter: "Foi um orgulho usar a camisa colorada"». GZH. 14 de abril de 2021. Consultado em 17 de abril de 2021 
  7. «Pacotão Libertadores: Fluminense fecha as contratações de Abel Hernández, Bobadilla e Manoel». ge. Consultado em 13 de abril de 2021 
  8. «Elenco Olímpico de 2012 na Sports Reference». Consultado em 20 de junho de 2015 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Abel Hernández