Eduardo Saverin

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Eduardo Saverin
Eduardo Saverin na conferência CHINICT em 25 de maio de 2012.
Nome completo Eduardo Luiz Saverin
Nascimento 19 de março de 1982 (34 anos)
São Paulo, SP
 Brasil
Nacionalidade Brasileiro
Fortuna R$ 29,2 bilhões (junho de 2016)[1]
Alma mater Universidade de Harvard
Principais trabalhos Cofundador do Facebook
Página oficial
Facebook oficial

Eduardo Luiz Saverin (São Paulo, 19 de março de 1982)[2] é um investidor anjo e empreendedor da internet brasileiro.[3] Saverin é um dos cinco cofundadores do Facebook, juntamente com Mark Zuckerberg, Dustin Moskovitz, Chris Hughes e Andrew McCollum. Em 2012, ele possuía menos que 5% das ações do Facebook e um patrimônio líquido de 4,2 bilhões de dólares, segundo a Forbes. Ele também investe em startups em estágio inicial, como a Qwiki.[4]

Família e juventude[editar | editar código-fonte]

Eduardo Luiz Saverin é filho de uma rica família judia brasileira[5] [6] [7] [8] e nasceu na cidade de São Paulo, mas foi criado em Miami, na Flórida, Estados Unidos. Seu pai Roberto, filho de um imigrante judeu-romeno,[9] era um industrial brasileiro que trabalhava com exportação, vestuário, transporte e imobiliário.[10] Eugênio Saverin, avô de Eduardo, era alemão, refugiado no Brasil. Em 1952, fundou a Tip Top, marca de roupas infantis, e trouxe para o mercado um dos primeiros modelos de macacão para crianças. Roberto Saverin chegou a trabalhar com o pai na fábrica de roupas infantis.[11] Em 1993, a família mudou-se para os Estados Unidos, se estabelecendo em Miami.[12] Em 1987, Eugênio vendeu a empresa para o grupo TDB, que até hoje controla a marca.[13]

Roberto Saverin, atualmente dono de uma companhia exportadora de remédios em Miami, nos Estados Unidos, relembra em entrevista à Revista Veja: "Sempre quis morar nos Estados Unidos, era um sonho que decidi alimentar porque o Brasil estava em crise, o Collor tinha congelado a poupança, não estava nada fácil", diz. Roberto migrou para a América do Norte com a mulher, psicóloga, e três filhos — Eduardo, uma irmã dois anos mais velha que ele e um irmão, o primogênito. Foi somente alguns anos depois, já nos Estados Unidos, que Roberto soube que Eugênio Saverin, seu pai, judeu romeno que montou no Brasil uma das mais conhecidas lojas de roupas infantis de São Paulo, a Tip Top, aparecera numa lista de supostos sequestráveis.[14]

Educação[editar | editar código-fonte]

Saverin estudou na Gulliver Preparatory School em Miami e então ingressou na Universidade de Harvard, onde ele era um membro do Phoenix S.K. Club, além de presidente da Associação de Investimentos de Harvard. Enquanto estudante universitário, Saverin aproveitou brechas em regulamentos sobre insider trading do Brasil e lucrou 300 mil dólares através de investimentos estratégicos no setor de petróleo. Em 2006, Saverin graduou-se magna cum laude pela Universidade de Harvard, como bacharel em economia. Ele é um membro da fraternidade Alpha Epsilon Pi.[10] [15] [16]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Facebook[editar | editar código-fonte]

Durante seu primeiro ano em Harvard, Saverin encontrou seu companheiro de graduação, o estudante de segundo ano Mark Zuckerberg. Ao perceber a falta de um site de rede social dedicado aos estudantes da universidade, os dois trabalharam juntos para lançar o Facebook em 2004. Como cofundador, Saverin realizou o papel de diretor financeiro e gerente de negócios da empresa.[17]

A ação judicial movida pelo Facebook contra Saverin e o processo aberto por Saverin contra o Facebook foram resolvidos em um acordo fora do tribunal. Embora os termos do acordo não tenham sido divulgados, a empresa reconheceu Saverin como cofundador do Facebook. Ele assinou um acordo de não divulgação após o fim das negociações.[18]

Pós-Facebook[editar | editar código-fonte]

Saverin vive em Singapura desde 2009.[19] [20] Em setembro de 2011, ele renunciou à sua cidadania estadunidense; especula-se que a mudança de cidadania tenha sido uma tentativa de reduzir os impostos de ganhos importantes que Saverin teria pago após a oferta pública inicial do Facebook.[21] [3] [22] O The Wall Street Journal estimou a economia fiscal em mais de 700 milhões de dólares.[23] Em resposta, o senador Chuck Schumer introduziu a Lei de Ex-Patriot, o que poderia ter evitado que Saverin pudesse retornar aos Estados Unidos, mas o projeto foi engavetado já na comissão em que foi proposto.[24] [25] [26]

Representações na mídia[editar | editar código-fonte]

O filme de 2010 A Rede Social retrata a relação entre Saverin e Zuckerberg desde a criação do Facebook até a ação judicial de Saverin contra Zuckerberg. O personagem de Saverin é interpretado pelo ator Andrew Garfield, cujo trabalho foi aclamado pela crítica e que recebeu indicações para o Globo de Ouro de melhor ator coadjuvante em cinema e BAFTA de melhor ator coadjuvante em cinema.[27]

Referências

  1. "Eduardo Saverin Net Worth"
  2. America's Youngest Billionaires. Forbes. 6-10-2010.
  3. a b Kucera, Danielle; Vallikappen, Sanat; Harper, Christine (11 de maio de 2012). «Facebook Co-Founder Saverin Gives Up U.S. Citizenship Before IPO». Bloomberg L.P. [S.l.: s.n.] Consultado em 11 de maio de 2012. 
  4. Bosker, Bianca, "Facebook Co-Founder Eduardo Saverin Invests In Qwiki"
  5. The Social Network: How Jewish is Facebook?, The Jewish Chronicle, Jennifer Lipman, October 14, 2010
  6. The Accidental Billionaires, Ben Mezrich, Random House Inc, 2010
  7. Zuckerberg: jovem, bilionário e... trapaceiro? Lucas Amorim, Info Exame, 20/08/2009
  8. Zuckerberg teria passado para trás amigo brasileiro Gustavo Chacra, Estadao, estadao.com.br, Atualizado: 2/10/2010
  9. Fábio Altman: Eduardo Saverin, o brasileiro do Facebook, conta sua história 25/05/2012 – 08h38 / Atualizada 29/05/2012
  10. a b Tagiaroli, Guilherme; Ikeda, Ana (22 de outubro de 2010). «Conheça Eduardo Saverin, o brasileiro que ajudou a fundar o Facebook». UOL [S.l.: s.n.] Consultado em 12 de maio de 2012. 
  11. http://www.forbes.com/sites/andersonantunes/2012/05/27/eduardo-saverin-finally-opens-up-no-hard-feelings-between-me-and-mark-zuckerberg/
  12. Eduardo Saverin, o brasileiro do facebook conta sua historia
  13. GUILHERME TAGIAROLI E ANA IKEDA: Conheça Eduardo Saverin, o brasileiro que ajudou a fundar o Facebook October 22, 2010 – 07h01 / Atualizada 12/11/2010
  14. Fábio Altman (26/05/2012). «Eduardo Saverin, o brasileiro do Facebook, conta sua história». Geraldo Pimenta. Consultado em 18/11/2014. 
  15. The Truth Behind Facebook's Founding is Finally Revealed
  16. "A Facebook Tale: Founder Unfriends Pals on Way Up", NPR
  17. Mezrich, The Accidental Billionaires.
  18. Carvalho dos Santos, Alexandre; Marcelo Rainho (October 2009). «A misteriosa história do brasileiro que fundou o Facebook». Superinteressante (São Paulo: Editora Abril) (270): 94–97. ISSN 0104-1789. OCLC 60743498. 
  19. Miguel Helft (20 de janeiro de 2011). «Facebook Co-Founder Backs Start-Up» New York Times [S.l.] Consultado em 10 de agosto de 2011. 
  20. Lacy, Sarah, "Where in the World Is Eduardo Saverin? In Singapore Funding Facebook Games", TechCrunch, Thursday, 28 de outubro de 2010
  21. McCormick, Jason (11 July 2012). «5 citizens who left the U.S. to avoid paying tax». CBS News [S.l.: s.n.] Consultado em 17 de junho de 2014. 
  22. Worstall, Tim (12 de maio de 2012). «IPO Will Increase, Not Reduce, His Tax Bill». Forbes [S.l.: s.n.] Consultado em 12 de maio de 2012. 
  23. «So How Much Did He Really Save?» Wall Street Journal [S.l.] 18 de maio de 2012. «based on financial filings, experts say, it was likely tens of millions in income tax and far more in estate tax—at least $700 million at current values and tax rates.» 
  24. Miller, Sunlen (17 de maio de 2012). «Senators to Unveil the 'Ex-Patriot Act' to Respond to Facebook's Saverin's Tax 'Scheme'». ABC News [S.l.: s.n.] Consultado em 18 de maio de 2012. 
  25. With the Facebook IPO, missing Eduardo Saverin, Washington Post, 18 de maio de 2012
  26. «Bill Summary & Status, 112th Congress (2011 - 2012): S.3205». THOMAS. 18 de maio de 2012. Consultado em 21 de maio de 2012. 
  27. Singh, Anita (18 de janeiro de 2011). «Andrew Garfield: Famous? I just don't have the time ...». The Telegraph [S.l.: s.n.] Consultado em 12 de maio de 2012. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Eduardo Saverin
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.