Elizabeth Warren

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Elizabeth Warren
Foto oficial de Warren para o 114º Congresso.
Senadora dos Estados Unidos
por Massachusetts
Período 3 de janeiro de 2013
até a atualidade
Antecessor Scott Brown
Vice-líder do Caucus Democrata no Senado
Período 3 de janeiro de 2017
até a atualidade
Juntamente com Mark Warner
Líder Chuck Schumer
Antecessor Chuck Schumer
Assessora especial do Departamento de Proteção Financeira do Consumidor
Período 17 de setembro de 2010
até 1º de agosto de 2011
Presidente Barack Obama
Antecessor Cargo criado
Sucessor Raj Date
Presidente do Painel de Supervisão do Congresso
Período 25 de novembro de 2008
até 15 de novembro de 2010
Vice-presidente Damon Silvers
Antecessor Cargo criado
Sucessor Ted Kaufman
Dados pessoais
Nome completo Elizabeth Ann Herring
Nascimento 22 de junho de 1949 (70 anos)
Oklahoma City, Oklahoma, Estados Unidos
Progenitores Mãe: Pauline Reed
Pai: Donald Jones Herring
Alma mater Universidade de Houston (BS)
Universidade Rutgers (JD)
Esposo Bruce H. Mann (desde 1980)
Jim Warren (1968-1978)
Filhos 2
Partido Democrata (desde 1996)
Republicano (antes de 1996)
Residência Cambridge, Massachusetts
Assinatura Assinatura de Elizabeth Warren

Elizabeth Ann Warren (née Herring; Oklahoma City, 22 de junho de 1949) é uma política e jurista norte-americana. Filiada ao Partido Democrata, é senadora dos Estados Unidos pelo estado de Massachusetts desde janeiro de 2013, bem como pré-candidata a presidente dos Estados Unidos para a eleição de 2020. Politicamente progressista, como senadora se concentrou em temas relacionados com a proteção do consumidor, oportunidades econômicas e a segurança social. Anteriormente, foi professora de Direito, especializada em Direito falimentar.

Warren concluiu um bacharelado em ciência pela Universidade de Houston e em seguida gradou-se em Direito pela Universidade Rutgers, lecionando em diversas universidades, incluindo a Universidade de Houston, a Universidade do Texas em Austin, a Universidade da Pensilvânia e a Universidade de Harvard. Autora de três livros e co-autora de seis, foi uma das professoras mais influentes no campo do Direito comercial antes de iniciar sua carreira política.

A incursão inicial de Warren nas políticas públicas começou em 1995, quando se opôs ao que acabou se tornando uma lei de 2005 que restringiu o acesso das pessoas ao instituto da falência. Se tornou mais conhecida nacionalmente durante o final dos anos 2000, após suas fortes posições públicas em favor de regulações bancárias mais rigorosas após a crise financeira de 2007-2008. Foi presidente do Painel de Supervisão do Congresso e foi fundamental para a criação do Departamento de Proteção Financeira do Consumidor, do qual atuou como sua primeira assessora especial durante o governo do presidente Barack Obama.

Em 2012, Warren venceu a eleição para o Senado por Massachusetts, derrotando o republicano Scott Brown e se tornando a primeira senadora pelo estado. No Senado, foi designada para o Comitê Especial do Senado sobre o Envelhecimento; o Comitê Bancário, Habitação e Assuntos Urbanos; e o Comitê de Saúde, Educação, Trabalho e Pensões. Também foi nomeada como vice-líder do Caucus Democrata no Senado. Em 2018, foi reeleita senadora por uma larga vantagem e, poucas semanas depois, anunciou sua candidatura à nomeação democrata para a presidência em 2020.

Primeiros anos, educação e vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Elizabeth Ann Herring nasceu em 22 de junho de 1949 em Oklahoma City, sendo filha de Pauline (née Reed, 1912–1995) e Donald Jones Herring (1911–1997).[1][2] A quarta filha de uma família metodista de classe média, Warren descreveu sua família como oscilando "na borda irregular da classe média" e "meio que pendurada nas bordas pelas unhas."[3][4][5]

Warren viveu em Norman, Oklahoma, até os 11 anos de idade, quando sua família voltou para Oklahoma City.[4] Quando tinha 12 anos, seu pai Donald, um vendedor da Montgomery Ward,[4] teve um ataque cardíaco, o que gerou muitas despesas médicas e a um corte de salário pois ele não conseguia trabalhar como antes;[6] mais tarde, Donald trabalhou em um bloco de apartamentos.[7] O carro da família foi devolvido pois eles não conseguiram pagar o empréstimo. Para ajudar as finanças da família, sua mãe Pauline encontrou um trabalho na Sears.[6] Quando tinha 13 anos, Warren começou a servir mesas no restaurante da tia.[8]

Warren tornou-se uma importante integrante da equipe de debate da Escola de Ensino Médio Northwest Classen e venceu o campeonato estadual de debates da escola secundária. Também ganhou uma bolsa de estudos para a Universidade George Washington (GWU) aos 16 anos.[6] Inicialmente, aspirava ser professora, mas deixou a GWU depois de dois anos em 1968 para se casar com Jim Warren, a quem conheceu no ensino médio.[6][9][10]

Após o casamento, Elizabeth e Jim mudaram-se para Houston, no Texas, onde ele trabalhava na IBM.[6][11] Lá, matriculou-se na Universidade de Houston, graduando-se em 1970 com um diploma de Bachelor of Science em fonoaudiologia e audiologia.[7][12] Quando Jim foi transferido do emprego, Elizabeth o acompanhou para Nova Jersey. Ela logo engravidou e decidiu ficar em casa para cuidar de sua filha, Amelia.[6][13][14] Depois que Amelia fez dois anos, Warren se matriculou na Faculdade de Direito da Universidade de Rutgers.[13] Pouco antes de se formar em 1976, engravidou do segundo filho, Alexander.[6][13] Após receber o diploma de Juris Doctor, foi aprovada no exame da ordem dos advogados.[10][14]

Elizabeth e Jim divorciaram-se em 1978.[6][13] Dois anos depois, casou-se com Bruce H. Mann, um professor de Direito natural de Massachusetts.[15] Warren optou por manter o sobrenome de seu primeiro marido, alegando que tomou esta decisão para facilitar a vida de seus filhos;[13][16] Warren possui três netos.[17] Em 2019, Elizabeth e Bruce declararam possuir um patrimônio de US$ 12 milhões. De acordo com a Forbes, boa parte da renda do casal advinha de seus vínculos com a Universidade de Harvard, onde ambos trabalharam como professores.[18]

Referências

  1. Erin Laviola (12 de setembro de 2019). «Elizabeth Warren's Parents: 5 Fast Facts You Need to Know». Heavy. Consultado em 20 de setembro de 2019 
  2. «Elizabeth Warren Fast Facts». CNN. 3 de julho de 2019. Consultado em 20 de setembro de 2019 
  3. Eugene Scott (19 de março de 2019). «Elizabeth Warren explains how her Christian faith shaped her liberal politics». The Washington Post. Consultado em 20 de setembro de 2019 
  4. a b c Noah Bierman (12 de fevereiro de 2012). «A girl who soared, but longed to belong». The Boston Globe. Consultado em 20 de setembro de 2019 
  5. Lauren Camera (12 de setembro de 2019). «Elizabeth Warren: Where She Stands». U.S. News. Consultado em 20 de setembro de 2019 
  6. a b c d e f g h Packer 2013, p. 345-346.
  7. a b Charlie Pierce (20 de dezembro de 2009). «The Watchdog: Elizabeth Warren». The Boston Globe. Consultado em 20 de setembro de 2019 
  8. «Sen. Elizabeth Warren». The Huffington Post. Consultado em 20 de setembro de 2019 
  9. Suzanna Andrews (10 de outubro de 2011). «THE WOMAN WHO KNEW TOO MUCH». Vanity Fair. Consultado em 20 de setembro de 2019 
  10. a b «Warren Winning Means No Sale If You Can't Explain It». Bloomberg. 19 de novembro de 2009. Consultado em 20 de setembro de 2019 
  11. Stephanie Ebbert (24 de outubro de 2012). «Family long a bedrock for Warren». The Boston Globe. Consultado em 6 de outubro de 2019 
  12. «ELIZABETH WARREN» (PDF). Universidade de Harvard. 25 de junho de 2008. Consultado em 20 de setembro de 2019 
  13. a b c d e Mallie Jane Kim (4 de outubro de 2010). «10 Things You Didn't Know About Elizabeth Warren». U.S. News & World Report. Consultado em 6 de outubro de 2019 
  14. a b Harry Kreisler (8 de março de 2007). «Conversation with Elizabeth Warren». Conversations with History, Universidade da Califórnia em Berkeley. Consultado em 6 de outubro de 2019 
  15. Michael Levenson (12 de julho de 2012). «Warren and Brown share July 12 anniversary date». The Boston Globe. Consultado em 6 de outubro de 2019 
  16. MJ Lee (16 de abril de 2014). «Warren: 'I was hurt, and I was angry'». Politico. Consultado em 6 de outubro de 2019 
  17. Annika Merrilees, Mina Kaji e Christine Szabo (12 de setembro de 2019). «Elizabeth Warren: Everything you need to know about the 2020 presidential candidate». ABC News. Consultado em 6 de outubro de 2019 
  18. Michela Tindera (20 de agosto de 2019). «How Elizabeth Warren Built A $12 Million Fortune». Forbes. Consultado em 6 de outubro de 2019